PT se une a PSB, PDT, PCdoB e Rede na eleição da Câmara; oposição vai apoiar candidato de Rodrigo Maia

Partidos de oposição fecham com Rodrigo Maia para enfrentar candidato de Bolsonaro na Câmara

Relutante à ideia de uma conversa com os partidos de centro e unidade da oposição contra um candidato do presidente Jair Bolsonaro, o PT resolveu dar o braço a torcer e caminhar junto com os demais partidos de oposição para uma aliança a um candidato que se oponha ao escolhido do presidente na eleição da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados.

O deputado Orlando Silva (PCdoB) anunciou nesta sexta-feira (18) que PT firmou posição de seguir unido com PSB, PDT e Rede para juntos derrotarem o candidato bolsonarista. E sem chance da oposição sozinha eleger o presidente, deverão apoiar o candidato capitaneado pelo atual presidente Rodrigo Maia.

O deputado federal do Maranhão, Márcio Jerry, comemorou a decisão. “União fundamental em defesa da democracia. Juntos os partidos de oposição reagem à tentativa de Bolsonaro de anexar a Câmara aos interesses do Palácio do Planalto. Movimento de unidade que vai crescer e construir uma vitória história para a democracia. Sigamos juntos, venceremos”, escreveu nas redes sociais.

O candidato de Bolsonaro deve ser Arthur Lira (PP-AL).

Integrantes de PSB, PDT e PCdoB já vinham fazendo críticas á ideia do PT de lançar candidatura da oposição. “Não há a menor chance de um candidato do nosso campo, de esquerda, vencer as eleições na Câmara com a atual composição do parlamento. Não faz sentido lançar candidato no primeiro turno torcendo para ele não ir para o segundo. Porque, se for, vai perder para o candidato de Bolsonaro”, admitiu o líder do PSB na Câmara, Alessandro Molon (RJ).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.