Ex-prefeito de São Bento Luizinho Barros é preso pelo Polícia Federal

Ex-prefeito de São Bento, Luizinho Barros, é preso por fraude previdenciária

Ex-prefeito de São Bento, Luizinho Barros, é preso por fraude previdenciária

A Operação Vínculos, da Política Federal, cumpriu nove mandados de prisão temporária de suspeitos de participarem de um esquema fraudulento na previdência no município de São Bento.O ex-prefeito Luizinho Barros foi preso. A ação ocorreu nos municípios de São Luís, São Bento, Palmeirândia, Pinheiro e Turilândia.

Além de Luizinho, contadores, um advogado, um ex-funcionário do Cartório de Palmeirândia, um servidor do INSS e intermediários também foram indiciados.

A Força-Tarefa apurou que desde 2010, os instituidores e, em alguns casos, o próprio titular, eram pessoas fictícias, criadas virtualmente através da falsificação de documentos públicos. Os vínculos empregatícios inexistentes do instituidor eram implantados no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) junto à Prefeitura Municipal de São Bento, com salários de contribuição no teto previdenciário, sendo transmitidos através de Guias de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (GFIP) irregulares.

O prejuízo inicialmente identificado aproxima-se de R$ 1,5 milhão. O valor do prejuízo evitado com a consequente suspensão desses benefícios, levando-se em consideração a expectativa de sobrevida média da população brasileira, é de R$ 12 milhões.

fraudeprevidencia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *