Deputados desmentem factóide sobre aumento de salários de governador, vice e secretários

Os deputados estaduais Othelino Neto (PCdoB) e Rogério Cafeteria (PSB) usaram as redes sociais para desmentir factóide divulgados em blogs maranhenses de que haveria aumento salarial para os cargos de governador, vice e secretário de Estado.

O líder do governo na Assembleia Legislativa, o deputado Rógerio Cafeteira, usou sua conta pessoal no Twitter em repúdio ao boato e ao tipo de prática jornalística usada na construção do factóide.

“Absolutamente mentirosa a notícia de aumento dos salários de governador, vice e secretários. Impressionante o nível que chegamos”, disse Rógerio Cafeteira.
O deputado Othelino Neto também se manifestou sobre o assunto, lembrando que, segundo a Constituição Brasileira, quem define anualmente os vencimentos do governador, vice e secretário, e que os valores para o exercício 2017 são os mesmos fixados em dezembro de 2014.

“O Projeto de Lei número 226/2016 mantém exatamente os mesmos valores que foram fixados em dezembro de 2014. É falsa a informação de que tramita um projeto de lei que aumentará o valor dos salários do governador, do vice e dos seus secretários”, esclareceu o Othelino Neto.

Flávio Dino desmonta farsa

Ainda na noite desta segunda-feira (19), o governador Flávio Dino também usou as redes sociais para desmentir os boatos.

“É absolutamente mentirosa a notícia de aumento de salário de governador, vice e secretários de estado no Maranhão. Uma invenção criminosa”, ressaltou Dino.

Flávio Dino alertou ainda sobre a importância da não divulgação de falsas notícias. “Peço respeitosamente que ninguém se deixe pautar por pessoas que usam a mentira como meio de vida. Fico indignado em como há gente especializada em fazer o mal. Por essas e outras, que muita gente séria não quer saber de política”, declarou.

O Projeto de Lei 226/2016, em que constam os valores que serão praticados em 2017, pode ser conferido no Diário Oficial da última segunda-feira, dia 19 de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *