Escola de Codó é exemplo de como não deve ser tratada a educação

codoescolaMais uma vez o Maranhão foi destaque negativo em rede nacional. Desta vez foi a área de educação, que teve como exemplo mostrado no Programa Fantástico, da Rede Globo, a escola Divina Providência, em Codó. O programa buscou os estados com as piores notas no Pisa ( Programa Internacional de Avaliação de Alunos). A nota geral alcançada pelo Maranhão no Pisa foi de 357, só superior à de Alagoas – pior desempenho –, que teve 348.

A cena mais vexatória retratada pela Globo foi quando os alunos maranhenses tiveram que ir para o mato fazer necessidades fisiológicas devido à falta de banheiro na escola. Um retrato fiel do atraso da educação no Maranhão (apresenta os piores indicadores sociais do país), estado mais miserável e pobre da federação comandado pelo grupo Sarney há cinco décadas. Por ser praticamente o último em tudo, em matéria negativa o Maranhão está sempre presente.

“Tem aluno que até cai da carteira, principalmente os menores, da educação infantil”, disse uma moradora de Codó, no Maranhão. “Quando temos a necessidade de irmos para o banheiro, nós vamos para o mato. Os alunos e a professora”, afirma a mulher.

A escola municipal em Codó, no Maranhão, se chama Divina Providência e espera providências há muito tempo.

1 pensou em “Escola de Codó é exemplo de como não deve ser tratada a educação

  1. Se alguém souber o endereço desta escola, ou como faço para entrar em contato com os responsáveis, por favor me passar, pois faço parte de um grupo de pessoas que querem ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *