Roseana e Lobão denunciados em esquema de corrupção da Petrobrás

Nomes apontados como beneficiários de corrupção na Petrobras por Paulo Roberto Costa vão de parlamentares, como Renan e Henrique Alves, a Roseana Sarney, Sérgio Cabral e Eduardo Campos, diz a revista Veja. Confira a relação dos citados por ele em depoimento, segundo a semanal

 

Lobão, Roseana e o ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa que entregou a dupla maranhense à PF

Do Congresso em Foco

 

A edição da revista Veja que começou a circular neste sábado traz a relação de políticos (confira abaixo) que, segundo a semanal, foram apontados pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa como beneficiários de um esquema de corrupção na estatal operado por ele em sua passagem pela diretoria de Abastecimento, entre 2004 e 2012. Os nomes remetem a aliados das duas candidatas que lideram as pesquisas eleitorais para a Presidência da República, Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB).

 

A relação dos citados pelo ex-executivo vai dos atuais presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) – dois dos principais aliados de Dilma no Congresso – até o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), morto em um desastre aéreo no último dia 13 e de quem Marina era candidata a vice-presidente. A participação de cada um dos mencionados ainda será objeto de investigação.

 

Nos depoimentos que prestou até agora à Justiça, por meio da chamada delação premiada – acordo que prevê a redução da pena do acusado em caso de colaboração efetiva com as investigações –, Paulo Roberto apontou o envolvimento dos seguintes políticos no desvio de dinheiro público da estatal:

 

Edison Lobão (PMDB) – ministro das Minas e Energia

 

João Vaccari Neto (PT) – secretário nacional de finanças do partido

 

Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), presidente da Câmara

 

Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado

 

Ciro Nogueira (PP-PI), senador e presidente nacional do partido

 

Romero Jucá (PMDB-RR), senador e ex-líder dos governos FHC, Lula e Dilma

 

Cândido Vaccarezza (PT-SP), deputado federal

 

João Pizzolatti (PP-SC), deputado federal

 

Mario Negromonte (PP), ex-ministro das Cidades, ex-deputado e atual conselheiro do TCM-BA

 

Sergio Cabral (PMDB), ex-governador do Rio de Janeiro

Roseana Sarney (PMDB), governadora do Maranhão

Eduardo Campos (PSB), ex-governador de Pernambuco e ex-candidato à Presidência, morto no dia 13 de agosto em um desastre aéreo.

capa-veja

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.