O peso de Edivaldo Júnior e um novo momento para São Luís

edivaldorobertoflavio

Como garantiu durante a campanha, os primeiros convênios do governador eleito, Flávio Dino, deverão ser com a prefeitura de São Luís. Uma questão de justiça pelo quantitativo populacional e por uma questão política. A cidade sofreu muito com a perseguição da governadora Roseana Sarney e tem pressa para melhorias estruturantes.

Além da necessidade da capital com mais de 1 milhão de habitantes, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior mostrou sua força política em favor das candidaturas de Flávio Dino ao governo e Roberto Rocha ao senado.

Mesmo sem utilizar a máquina em favor de Flávio e Roberto, Edivaldo conseguiu arregimentar as lideranças através dos vereadores da capital, colocando a maioria da Câmara do lado de um candidato oposicionista pela primeira vez. Sem estardalhaços, construiu uma base sólida na capital.

Mesmo tendo sofrido com grande campanha negativa pela mídia sarneysta, Edivaldo mostrou prestígio durante toda campanha, sendo ovacionado por onde acompanhou Flávio e Roberto.

O prefeito também se mostrou fiel ao grupo, suportando os ataques. Mesmo tendo tido várias oportunidades de ficar à sombra do governo, se manteve como oposicionista e sofreu as retaliações.

São Luís vive agora a grande expectativa de novos rumos com a prefeitura e o governo do estado trabalhando juntos a partir de janeiro do ano que vem. Além de ter a ajuda do senador Roberto Rocha que deverá contribuir com projetos e destinação de recursos para a cidade. Será justo para Edivaldo que tanto fez e suportou pela eleição do governador e do senador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.