Prefeitura lança sistema de avaliação e metas para melhorar o IDEB de São Luís

O prefeito Edivaldo lançou, nesta quarta-feira (28), o programa “Educar Mais: Juntos no Direito de Aprender”, que entre outras ações e projetos vai implantar o Sistema Municipal de Avalição de São Luís, fortalecer os programas da formação continuada e atualizar a proposta curricular da rede municipal de ensino. A implantação do Sistema de Avalição é uma das mais fortes ações do programa que está sendo feito em parceria com o Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF).

Leia também: Educação de São Luís tem destaque positivo no Ideb

Ao falar da importância do programa, o prefeito Edivaldo destacou que ele consiste em um novo sistema de avaliação da rede pública municipal, com metas definidas e que vai permitir acompanhar, de forma individual, cada aluno. “A meta do programa é melhorar o nosso Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que já vem em uma curva crescente, e continuar investindo na educação na nossa cidade”, disse o prefeito que estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda, do vice-prefeito, Julio Pinheiro e do secretário de Educação, Moacir Feitosa.

Edivaldo completou dizendo que a Prefeitura já vem investindo forte na melhoria da estrutura física das escolas, na valorização dos profissionais da educação e que o programa vem somar na gestão. Ao falar para um auditório lotado de professores, gestores, coordenadores, funcionários e técnicos da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o prefeito conclamou a todos a se engajar nesse que é um projeto que trata melhorias para todos.

“Esta é mais uma ação positiva que estamos lançando em nossa gestão. E nós temos investido, mesmo com todas as dificuldades. Tenho dito a Moacir (Feitosa) que a Educação é a principal prioridade do nosso governo, a educação em primeiro lugar”, reforçou o prefeito. “Esse programa que estamos lançando precisa contar com o apoio de todos para atingirmos as metas desejadas”, acrescentou o prefeito.

Avaliação

O sistema de avaliação implantado a partir do programa visa a consolidação de uma cultura de avalição na rede pública de ensino, baseada em princípios fundamentais, tais como descentralização, gestão participativa, formação continuada, que vão permitir a elevação da qualidade educacional, construída na coletividade e demarcada por indicadores educacionais bem definidos.

A data para a primeira avaliação já está marcada, será dia 16 de agosto. “A parte mais complexa, do ponto de vista da operacionalidade, começa a partir de agosto, quando será feito o primeiro diagnóstico. Em 15 dias nós já teremos a avaliação e, a partir daí, estaremos reunidos para fazermos o planejamento das intervenções, conforme determinação do prefeito Edivaldo”, explicou o secretário Moacir Feitosa.

Delegado, escrivã, carcereiro e investigador são presos em Açailândia

Delegado Thiago Gardon Filippini

Formação de quadrilha dentro do sistema de segurança em Açailândia. Foram presos o delegado da Polícia Civil Thiago Gardon Filippini, a escrivã Silvya Helena Alves, o investigador Glauber Santos da Costa, o carcereiro Mauri Celio da Costa Silva e o advogado Eric Nascimento Carosi. Eles são suspeitos de compor uma organização criminosa e das práticas dos crimes de concussão e corrupção passiva

O grupo estaria montando flagrantes e recebendo propina para liberar as pessoas destes flagrantes. A pessoa era levada à delegacia pela prática de alguma ilegalidade, às vezes forjada, segundo os autos.

A prisão preventiva foi decretada pelo juiz Francisco Ronaldo Maciel Oliveira com base no parecer da promotora de justiça Camila Gaspar Leite, da Comarca de Açailândia.

Prefeitura de São Luís paga servidores sábado (1º)

A Prefeitura de São Luís disponibilizará o pagamento do mês de junho dos servidores municipais no próximo sábado (1°). De acordo com a Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), o pagamento será efetuado no dia 3 de julho, mas devido à compensação bancária, estará disponível na conta dos servidores logo nas primeiras horas de sábado.

A folha de pagamento do funcionalismo municipal é uma das prioridades segundo o prefeito Edivaldo e a mesma está sendo paga em dia, cumprindo e/ou antecipando o calendário de pagamentos para o exercício de 2017.

Os servidores municipais tem acesso às informações de seus vencimentos nos terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. A informação também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, menu do lado esquerdo, informando o número da matrícula e senha.

Deputado repercute na Assembleia denúncia de Rodrigo Janot contra Michel Temer

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) repercutiu, na sessão desta terça-feira (27), a denúncia oferecida pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer (PMDB).

Depois de cassar a ex-presidente Dilma Rousseff, e, aliás, sem até hoje ter tido sequer uma denúncia contra ela,  chegamos ao ponto de um presidente da República, pela primeira vez na história, ser denunciado pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva”, comentou.

Segundo Othelino Neto, o procurador-geral da República apresentou apenas uma denúncia agora, mas pode protocolar ainda outras no prazo de cinco dias. “Então, o país, que já enfrenta uma instabilidade econômica e política, tem a tendência de agravá-la mais ainda. Em breve, o Supremo Tribunal Federal irá pedir permissão à Câmara dos Deputados para que o presidente da República vire réu e, se isso acontecer, ele será automaticamente afastado do cargo”, comentou.

Para Othelino Neto, o Brasil continua sofrendo muito com um  presidente  que carece de legitimidade, de respeitabilidade e não tem o reconhecimento da população. Ele ressaltou que Michel Temer tem apenas 7% de aprovação do povo brasileiro. Segundo o parlamentar, não poderia ser diferente, pois o peemedebista chegou ao poder graças a uma articulação golpista.

O deputado lembrou, na tribuna, que o procurador não só faz referência a esta conduta específica do diálogo de Michel Temer com o empresário Joesley Batista, que gozava de grande intimidade antes da denúncia a ponto de trocarem favores pessoais, de falar da boa forma física do delator e de valores para pagar o silêncio  do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), um dos articuladores do impeachment de Dilma Rousseff.

“Michel Temer, depois de estimular a compra do silêncio de Eduardo Cunha, cometeu  não só o diálogo, mas uma série de crimes. E o Brasil, infelizmente, está nesta situação vexatória, dificultando, cada vez mais, a vida dos brasileiros e a sua imagem lá fora. Todos aqueles, que se arvoraram de paladinos da moralidade, estão caindo de podre no Brasil, envolvidos nessas denúncias, não só essa da JBS, como outras”, disse Othelino Neto.

O deputado lamentou o fato de esses mesmos agentes políticos, envolvidos nessas denúncias, fazerem uma campanha permanente para tentar desmoralizar o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. “Até aqueles que se serviram dos governos do PT e foram até ministros, agora ficam tentando dizer que a corrupção no Brasil foi culpa exclusiva do PT. Mas, apesar desse massacre midiático, a cada pesquisa, confirma-se uma verdade, Lula, a quem já fiz críticas inclusive nesta tribuna pelas alianças excessivamente à direita, continua sendo um grande líder popular, disparado em qualquer sondagem. Tentam toda armação para torná-lo inelegível para ver se conseguem fabricar um candidato, seja ele um sujeito desqualificado como Jair Bolsonaro, seja um prefeito desequilibrado como o João Dória”, concluiu.

Nicolao Dino é o mais votado para substituir Janot

Saiu o resultado da eleição da Associação Nacional dos Procuradores da República: Nicolao Dino, o subprocurador mais próximo de Rodrigo Janot dentre todos os concorrentes na lista tríplice para ser o próximo PGR, foi o primeiro lugar, com 621 votos; Raquel Dodge teve 587 votos e Mario Bonsaglia teve 564 votos.

O resultado surpreendeu a maioria dos candidatos, que esperavam Dino, possivelmente, em terceiro lugar. Os mais cotados para liderarem a lista eram Mario Bonsaglia e Raquel Dodge.

Dino é irmão de Flávio Dino, governador do Maranhão e arqui-inimigo de José Sarney.

Lauro Jardim

João Alberto é internado com problema cardíaco

Presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA) passou mal em seu gabinete na tarde desta terça (27) e foi levado às pressas para o hospital.

Após sentir tontura e desaceleração cardíaca, João Alberto foi internado no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília. De acordo com a assessoria do senador, ele deve se submeter a uma cirurgia nas próximas horas para colocação de um marca-passo.

Aliado histórico de João Alberto, o ex-presidente José Sarney, que está na capital federal, foi pro hospital visitá-lo assim que soube da notícia.

No último dia 23, Alberto arquivou o pedido de cassação feito contra Aécio Neves. Ele afirmou que o tucano foi vítima de uma armação do empresário Joesley Batista.

Gaeco e Polícia Civil prendem ex-prefeito por desvio de recursos públicos

Foram presos na última sexta-feira, 23, em uma operação conjunta do Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e Polícia Civil, por meio do 2º Departamento de Combate à Corrupção (Deccor), Francivaldo Vasconcelos Sousa Filho, ex-prefeito de Cachoeira Grande, e seu filho, Alexandre Vasconcelos Oliveira Sousa. Os dois são suspeitos de fraudes em licitações, desvios de verbas públicas, superfaturamentos e improbidade administrativa no período de 2013 a 2016.

Outros dois integrantes da organização criminosa continuam sendo procurados pela Polícia. Henrique Silva dos Santos, ex-contador da Prefeitura, e Gustavo Vasconcelos, sobrinho do ex-prefeito, também têm mandados de prisão expedidos.

As investigações foram iniciadas com base em denúncias encaminhadas por servidores públicos de Cachoeira Grande à Promotoria de Justiça da Comarca de Morros, da qual o município é Termo Judiciário. As investigações apontaram a existência de um esquema bem organizado, inclusive com um livro de controle dos desvios.

Em pelo menos dois contratos há indícios de superfaturamento. Em um deles, firmado com a empresa Habitat, de administração de condomínios, há indícios de repasses fraudulentos que variam entre R$ 45 mil e R$ 120 mil.

A Habitat firmou contrato, em 2012, para prestar serviços de limpeza interna e externa nos prédios públicos municipais, com prazo de 12 meses. Apesar de ter recebido mais de R$ 3,1 milhões, a empresa nunca prestou qualquer serviço ao Município de Cachoeira Grande. No ano seguinte, o contrato continuou, por meio de um aditivo assinado com a empresa.

No livro caixa da empresa, constam vários pagamentos de ‘honorários’ à Prefeitura de Cachoeira Grande, que, na verdade, seriam os repasses ilegais aos gestores municipais.

As investigações apontaram irregularidades em um outro contrato, para locação de máquinas. Descobriu-se, no entanto,que as máquinas alugadas pertenciam, na verdade, ao sobrinho do ex-prefeito, Gustavo Vasconcelos. O valor do contrato girava em torno de R$27 mil mensais.

Prefeito de Caxias recusou proposta do governo para maternidade

Apesar de propagar aos quatro ventos que o Governo do Estado teria cortado recursos do município de Caxias, o prefeito Fábio Gentil recusou sonoramente oferta que reduziria em R$ 1,5 milhão por mês os gastos dele com a saúde municipal. A proposta da gestão estadual de que o Governo passasse a gerenciar totalmente a Maternidade Carmosina Coutinho, formalizada via ofício à Prefeitura de Caxias, foi uma hipótese rechaçada pelo gestor municipal. Ao esnobar o auxílio oferecido, há de se buscar saber se realmente ele está precisando de dinheiro para tratar da saúde do povo caxiense.

Ao negar a proposta do governo Flávio Dino, o prefeito Fábio Gentil questionou via ofício o propósito do Executivo estadual. “Fica evidente que a intenção é de apenas solapar minha responsabilidade com a saúde dos munícipes, por mero capricho político. E isso eu não vou consentir”, declarou Gentil.

Fábio Gentil afirmou ainda estranha a proposta do governo estadual de gerir a Maternidade Carmosina Coutinho. “Causa espécie o fato de que este governo do Estado do Maranhão deseja gerir e custear integralmente o patrimônio do povo de Caxias”, afirmou o prefeito no ofício.

A proposta governamental foi encaminhada ao gestor caxiense pelo secretário estadual de Saúde, Carlos Lula. De acordo com o documento enviado pelo secretário, a Maternidade Carmosina Coutinho “tem uma grande importância para o atendimento de alto risco das regiões de Caxias, Timon e São João dos Patos”, frisou Lula.

A proposta do governo Flávio Dino era assumir integralmente a gestão da maternidade, arcando com o todo o custeio. Segundo Lula, a ideia de assumir a unidade hospitalar deve-se ao fato da importância que o atendimento materno infantil tem para o governo estadual.

Além de propor assumir o custeio integral da Maternidade Carmosina Coutinho, o secretário Carlos Lula sugeriu que a Prefeitura de Caxias elaborasse uma proposta, caso a apresentada pelo governo não fosse do interesse da gestão municipal de Caxias. A Prefeitura deu de ombros.

Bancada da Bola: Rigo Teles propõe CPI da FMF e Sérgio Frota reage

O deputado Rigo Teles (PV) apresentou proposta de criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Federação Maranhense de Futebol (FMF). “Só através de uma CPI, que é um direito obtido por esta casa de parlamentares, nós possamos chegar a saber se tem alguma irregularidade, algum desvio ou se está tudo regularizado”, disse o deputado.

No requerimento, Teles pede para apurar a presença de jogador do Sampaio irregularmente, paralisação do campeonato em razões de decisões judiciais, exclusão do Santa Quitéria sem ter sido rebaixado e afastamento do vice-presidente da FMF Antônio Henrique.

O presidente do Sampaio Corrêa, deputado Sério Frota (PSDB), reagiu contra a CPI, refutando cada um dos pontos do requerimento de Rigo. Para Frota, os pontos não são para investigação e disse que houve retificação do cartão dado ao jogador do Sampaio que o habilitou. Frota disse que o Sampaio ganhou no Superior Tribunal de Justiça Desportiva por 4 a 0 e está apto para a disputa.

Rigo tentou minimizar o clima tenso e disse que seu objetivo era investigar a federação pela desorganização do campeonato deste ano e não contra o Sampaio.

A final do campeonato estadual será na quinta-feira (29) entre Cordino e Sampaio Corrêa no Estádio Frei Epifânio d’Abadia, em Imperatriz. O campeonato deste ano foi marcado por vários problemas com disputas judiciais e agora, também, na política.

Cutrim ataca Portela “perderam o respeito pelo sistema de segurança”

O deputado Raimundo Cutrim (PCdoB) está em guerra declarada contra seu companheiro de partido, secretário de segurança Jefferson Portela. O tom das críticas do comunista ao sistema de segurança do Estado tem se acentuado. Desta vez, o deputado criticou atuação de facções criminosas no Estado.

“A situação é cada vez mais preocupante. Agora se vê diferentes gangues ou facções com bandidos atirando nas mãos, nas pernas de algumas pessoas. Isso é um poder paralelo. Isso está ficando cada vez mais perigoso. E mais perigoso ainda porque a própria imprensa divulga isso. Isto é um fato absurdo: bandidos atirando nas pernas, nas mãos de pessoas para servir de exemplo, para não fazer isso, aquilo outro, porque fez alguma coisa que aquela facção está contra”, afirmou Cutrim na tribuna.

Ele foi duro ao dizer que o Sistema de Segurança Pública do Estado precisa reagir: “A Polícia tem que trabalhar para que isso não possa ocorrer. Tem que prender essas pessoas, instaurar inquérito, porque ficou uma situação absurda, as pessoas atirando e ninguém se esconde, perderam o respeito pelo sistema de segurança”.

A tendência é que o clima fique ainda mais tenso.