Estratégia de Bolsonaro pode esvaziar CPI da covid

O governo Jair Bolsonaro passou a defender abertamente a ampliação da CPI da Covid. Com a medida, a comissão no Senado poderia investigar também a ação de governadores e prefeitos na pandemia.

A estratégia, segundo senadores e auxiliares de Bolsonaro, é jogar mais pressão sobre congressistas para que eles retirem assinaturas do pedido de criação da comissão. Isso precisa ser feito nas próximas horas.

O Palácio do Planalto avalia que a perspectiva de uma CPI que, além do governo federal, mire prefeitos e governadores pode ser suficiente para reduzir os apoios à instalação da CPI no Senado, uma vez que senadores são ligados politicamente às administrações nos estados.

Começa hoje vacinação contra influenza em São Luís

A Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) inicia, nesta segunda-feira (12), a campanha de vacinação contra a Influenza na capital maranhense. A meta, com base na orientação do Ministério da Saúde (MS), é vacinar pelo menos 90% dos grupos prioritários.

A imunização acontecerá das 8h às 17h, de segunda a sábado, em 61 locais de vacinação, de acordo com a coordenação de imunização da pasta. São apontados como grupos prioritários da campanha deste ano as crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (que acabaram de dar a luz), povos indígenas, trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos ou mais, professores das escolas públicas e privadas, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento e forças armadas.

Além destes públicos, serão vacinados caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e a população privada de liberdade.

Para garantir o cumprimento da meta da campanha, a Semus montou um cronograma oficial em que serão vacinadas as crianças por dia específico. Nesta segunda-feira, dia 12, serão imunizadas contra a influenza somente as crianças entre seis meses e um ano de idade. Nos dias 13 (terça-feira) e 14 (quarta-feira) será a vez das crianças de um ano de idade.

Nos dias 15 e 16 deste mês, a imunização prossegue, voltada para atender as crianças com 2 anos de idade. Nos dias 17 (sábado) e 19 (segunda-feira) deste mês, serão imunizadas crianças de 3 anos; nos dias 20 (terça-feira) e 21 (quarta-feira), são vacinadas crianças com 4 anos de idade e nos dias 22 (quinta-feira) e 23 (sexta-feira) deste mês, são vacinadas contra a influenza apenas as crianças com 5 anos de idade.

Nos sábados, dias 17 e 24 deste mês, os postos estarão abertos das 8h às 17h para atender aos chamados retardatários, ou seja, somente os pais ou responsáveis legais que perderam os prazos anteriores de chamamento do cronograma oficial. Para a vacinação contra a Influenza, ao contrário da campanha contra a Covid-19, não é necessário cadastro prévio, bastando levar a carteira de vacinação da criança.

Na segunda etapa da campanha, a Semus contemplará os demais públicos prioritários – gestantes, puérperas e profissionais de saúde – que serão chamados a partir do dia 27 deste mês.

Orientações – A Semus está seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde, que não recomenda a aplicação das doses da vacinação de forma simultânea. As pessoas contempladas com a vacinação contra o coronavírus, após as duas doses, devem aguardar por 14 dias após a imunização para, em seguida, se vacinar contra a influenza.

Grupos prioritários para vacinação contra a Influenza

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias)

Gestantes

Puérperas

Povos indígenas

Trabalhadores da saúde

Idosos com 60 anos ou mais

Professores das escolas públicas e privadas

Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais

Pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas

Caminhoneiros

Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso

Trabalhadores portuários

Funcionários do sistema prisional

Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas

População privada de liberdade

1° etapa

De 12 a 24/04 – Crianças

Dia 12: 6 meses a 1 ano

Dias 13 e 14: 1 ano

Dias 15 e 16: 2 anos

Dias 17 e 19: 3 anos

Dias 20 a 21: 4 anos

Dias 22 e 23: 5 anos

Dia 24: retardatários

2° etapa

De 27/04 a 10/05

Gestantes

Puérperas

Profissionais da saúde

UNIDADES E LOCAIS COM VACINA INFLUENZA POR DISTRITO

C.S da Liberdade

Centro de Saúde Paulo Ramos

C.S Bezerra de Menezes

USF do São Francisco

C.S. Vila Bacanga

U. M. Itaqui Bacanga

C. S. Clodomir P. Costa

C. S. Valdecy Eleoteria Martins

C. S. São Raimundo

C. S Yves Parga

C.S. Vila Nova

Hospital Aquiles Lisboa

C.S. da Vila Embratel

C.S. do Gapara

C.S Bairro de Fátima

U.M Coroadinho

C.S Carlos Macieira

PSF Dr. Antonio Guanaré

Posto de Saúde do Anil

C.S Genésio Ramos Filho

C.S Cohab – Anil

C.S Salomão Fiquene

C.S Djalma Marques

C.S Turu

Hospital Dr. Adelson de Sousa Lopes

UBS Cintra

C. S Genésio Rego

APAE no Outeiro da Cruz

C.S. Amar

Policlínica do Vinhais

C.S. Radional

C. S. da Vila Lobão

C.S. João de Deus

U.M. São Bernardo

Policlínica C. Operária

C.S Santa Bárbara

C. S. Drª Nazaré Neiva

USF Dr.Antonio Carlos S. Reis I

USF Maria Ayrecila II

USF Jailson Alves III

USF Santa Clara

USF Santa Efigênia

C.S São Cristóvão

USF Pirapora

USF Fabiciana Moraes

C.S Vila Janaína

UBS Expedito Alves de Melo

PS Coquilho

C.S. Itapera

C.S. Quebra Pote

C.S. Tales Ribeiro Gonçalves

USF Vila Sarney

C.S. Pedrinhas I

C.S. Pedrinhas II

C.S. Tibiri

C.S. Maracanã

USF Coqueiro

C. S. Jose de Ribamar Frazão

C.S. Laura Vasconcelos

C. S. Rio Grande (Mª de Lourdes)

C.S Vila Itamar

Inscrições para auxílio emergencial a guias e transportes turísticos termina nesta segunda (12)

Vão até a próxima segunda-feira, 12 de abril, as inscrições para o Auxílio Emergencial do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), que irá beneficiar guias de turismo e empresas e profissionais de transporte coletivo que atuem com fretamento e turismo de passageiros. Neste Edital, será disponibilizado o auxílio no valor de R$ 600 para guias e o valor de R$ 1.000 para o transporte turístico.

As inscrições estão sendo realizadas no site auxilio.turismo.ma.gov.br. Para o cadastro, alguns dados são preenchidos automaticamente após a inclusão no sistema do número do Cadastur; em anexo são pedidos apenas comprovante de endereço (atualizado de domicílio ou sede do Maranhão) e comprovante bancário.

Critérios para a inscrição

O primeiro critério obrigatório para ambas as categorias é possuir o Cadastur (Cadastro dos Prestadores de Serviços no Turismo). Os guias precisam comprovar residência no Maranhão e possuir conta corrente de titularidade própria do requerente do benefício. Já as empresas voltadas ao turismo de passageiros, além de inscrição no Cadastur, devem possuir inscrição ativa na Agência Estadual de Mobilidade Urbana (MOB) e possuir conta corrente de titularidade da empresa habilitada.

Ao preencher o cadastro, verifique se seus dados e todos os campos estão preenchidos corretamente. Atenção ao espaço após o e-mail e ao dígito verificador da agência. Caso não complete a inscrição, tente mudar de navegador ou acessar de outro computador.

O auxílio será creditado diretamente na conta corrente informada no formulário a partir de 15 de abril de 2021, logo após todas as validações por parte da Secretaria de Estado do Turismo (Setur).

Cestas básicas

Governo e Prefeitura de São Luís estão trabalhando juntos para minimizar impactos da pandemia para quem mais precisa na distribuição de cestas básicas. “Começamos na quinta-feira (8) nova etapa de entrega das cestas básicas para profissionais do turismo. Hoje entregamos para guias e artesãos e seguiremos, em parceria com a Setur São Luís, na entrega, durante a semana e seguindo todos os protocolos sanitários, para quem trabalha com eventos, intérpretes, transportes, bares e restaurantes”, explicou o secretario de Estado do Turismo, Catulé Júnior.

Semed debate com Ministério Público sobre início do ano letivo na rede municipal de São Luís

Com o objetivo de acompanhar o retorno das aulas na rede municipal de educação e o cumprimento das diretrizes educacionais e sanitárias, o Ministério Público do Maranhão realizou uma reunião nesta quinta-feira, 8, por meio virtual, com a vice-prefeita e secretária municipal de Educação de São Luís, Esmênia Miranda, e a sua equipe.

Os promotores de justiça que atuam na defesa da Educação, Paulo Silvestre Avelar Silva e Lindonjonson Gonçalves de Sousa, conduziram a reunião, que contou, ainda, com a participação da presidente do Conselho Municipal de Educação de São Luís, Isabella Rodrigues Caracas; e a presidente do Conselho Estadual de Educação, Soraia Raquel Alves da Silva.

Paulo Avelar solicitou informações sobre a situação do sistema municipal de educação, das escolas, da oferta de conteúdos e da merenda escolar, dentre outros aspectos, considerando o início, em março, do ano letivo 2021. “O Ministério Público quer minimizar o impacto na área educacional diante do cenário de pandemia”, afirmou.

A presidente do Conselho Estadual de Educação, Soraia Raquel Alves da Silva, ressaltou a necessidade de diálogo e trabalho conjunto de gestores, professores, equipe técnica e Ministério Público. “Repensar é necessário. E é preciso unir forças”, sintetizou.

Igualmente se manifestou a presidente do Conselho Municipal de Educação de São Luís, Isabella Rodrigues, enfatizando que o órgão tem trabalhado para que diretrizes e pareceres do Conselho Nacional e do Conselho Estadual de Educação sejam seguidos no período pandêmico.

Esmênia Miranda e a equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação (Semed) apresentaram um relatório sobre as atividades desenvolvidas nestes primeiros 30 dias de aulas, além de outras providências para aperfeiçoar a rede. “Essa segunda onda afetou muito nosso plano de ação. São mais de três meses de gestão e 30 dias do ano letivo”.

Foram apresentados dados sobre carga-horária, currículo, educação infantil, reforma das escolas, criação de laboratório de informática nas escolas, inclusão digital, formação de gestores e professores.

Ela destacou que 73 mil alunos da rede foram inseridos em uma plataforma google e cadastrados em e-mail institucional para acesso dos sistemas e atividades em rede, além da inserção de gestores e professores.

Também, segundo a gestora educacional, são entregues atividades impressas nos casos de alunos sem qualquer acesso a meios tecnológicos. Ela esclareceu que,  neste momento de suspensão das atividades presenciais, a comunicação com os pais tem sido por meio de grupos de Whatsapp para o auxílio e repasse de informações.

Emergencialmente, a equipe da Semed fez um levantamento nas áreas de maior densidade de alunos sem acesso à internet e iniciou a implantação de laboratórios de informática que terão entre 10 e 12 computadores, montados em escolas consideradas pólos. O intuito é possibilitar, com agendamento prévio e obedecimento aos critérios de distanciamento e demais protocolos sanitários, aos estudantes, a realização de atividades, pesquisas, além da implantação, no futuro, do sistema híbrido. Atualmente, as aulas são todas remotas.

Inicialmente, segundo Esmênia Miranda, serão instalados seis laboratórios e todos com acesso à internet. O planejamento da Semed prevê 33 laboratórios no total.

Além disso, foram abordados temas como a produção de conteúdo pelos professores, banco de videoaulas para os professores utilizarem como recurso de aprendizagem e complemento das atividades.

A gestora informou, ainda, que foram detectadas inconsistências no contrato para aquisição de chips que permitiria acesso à internet pelos alunos e também irregularidades nas reformas realizadas em unidades escolares, causando prejuízo aos cofres públicos.

O promotor de justiça Lindonjonson Gonçalves orientou a secretária a repassar, oficialmente, ao MPMA, todas as inconsistências e supostas irregularidades para que o órgão faça a investigação necessária.

Ele cobrou da Semed agilidade na organização de  uma plataforma educacional permanente no sistema híbrido, pois as aulas são ministradas pelo sistema remoto. “É preciso que se estabeleça uma plataforma regular, independentemente de pandemia ou não.”

Pedro Lucas destaca poder de articulação de Weverton para alianças com partidos de todos as linhas

Em entrevista à TV Mirante, o deputado federal Pedro Lucas (ainda no PTB) falou sobre a mudança de rumo partidário e o futuro político após o anúncio de que irá para o PSL e vai apoiar o projeto de candidatura do senador Weverton Rocha ao governo do estado.

Ao ser questionado sobre as divergências ideológicas entre o PDT de Weverton e o PSL, Pedro afirmou que a habilidade de articulação do senador deixa o partido à vontade para o apoio, sendo que o leque de alianças de Weverton é constituído de partidos de direita, esquerda e centro.

“O presidente Rueda aponta o PSL como o partido liberal. Claro que há divergências com outros partidos. Mas precisamos primeiro deixar o partido organizado nos estados para depois pensar em candidatura a presidente. Aqui, no Maranhão, o PSl vai apoiar o senador Weverton Rocha para o governo. Ele tem mostrado muita articulação. São partidos de direita, esquerda, centro que estão nesse projeto. Com essa desevoltura não teremos problema nenhum. Ele respeitas nosso posicionamento e nós respeitamos o dele”

Medidas em vigor são prorrogadas por mais uma semana

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), concedeu uma coletiva de imprensa, nesta sexta-feira, 09, para falar do panorama sobre a situação da pandemia no estado.

O chefe do executivo anunciou a prorrogação das atuais medidas vigentes para mais uma semana.

Segundo dados da vacinação, foram recebidos 1,2 milhão de doses até quinta-feira, 08. Cerca de 1,1 milhão de doses foram distribuídas pelo Estado, sendo que 656 mil doses foram aplicadas nos municípios. Flávio ainda relatou que apenas 35 municípios atingiram mais de 70% de doses aplicadas.

Dino ainda destacou os pontos de vacinação na grande Ilha de São Luís. Moradores de São José de Ribamar e Paço do Lumiar tem drive-thru no Pátio Norte e os profissionais de segurança podem se vacinar no drive-thru no São Luís Shopping e no Imperial Shopping, de Imperatriz. Ao todo, são 18 batalhões.

Luciano Genésio deve ser elo com Fufuca para sacramentar aliança PDT-PP em 2022

Após a senadora Eliziane, o PSB, e o PSL declararem apoio ao projeto político do senador Weverton (PDT) para Governo Estadual em 2022.

O jovem parlamentar pode receber o apoio dos Progressistas, presidido no Maranhão pelo deputado federal André Fufuca.

Na última eleição da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Fufuquinha apoiou o candidato à presidente da Famem apoiado pelo vice-governador, Carlos Brandão.

Acontece que Brandão, que também é pré-candidato ao Governo, esqueceu o correligionário e não cumpriu os acordos feitos com os prefeitos do partido.

Outro fator que pode contribuir, e muito, para a adesão do partido a pré-candidatura de Weverton é o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio.

O gestor é vice-presidente da Famem e tem uma relação próxima com o senador e o deputado. Como um articulador nato, ele pode ser o elo entre os dois.

Vale destacar que Genésio será primordial na (pré) campanha de WR, pois o mesmo tem uma articulação na região da Baixada e deve levar dezenas de prefeitos para o projeto.

As articulações também acontecem em Brasília. O presidente da Câmara, Arthur Lira, que tem articulado junto com os partidos o apoio ao Weverton, é do PP. A conjuntura nacional pesará nessa conjuntura política.

Pedro Lucas assume o comando político do PSL no Maranhão

Em uma reunião com a presença do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e do senador Weverton (PDT), o dirigente nacional do PSL, Antonio Rueda, sacramentou a entrega do comando do partido no Maranhão ao deputado federal Pedro Lucas.

“É com alegria que comunico que o comando político do PSL no Maranhão está entregue ao deputado Pedro Lucas, com as bênçãos do presidente Arthur Lira”, afirmou Rueda.

“O partido está em boas mãos e eu tenho certeza que vai crescer no estado”, afirmou o senador Weverton.

O encontro aconteceu na residência oficial da Câmara dos Deputados e também tratou dos planos para 2022. “É uma satisfação estar nesse momento em uma articulação com o PSL, pensando no Maranhão e defendendo uma pré-candidatura do senador Weverton ao governo em 2022”, afirmou o deputado Pedro Lucas.

O presidente da Câmara, Arthur Lira, que foi um dos articuladores da aproximação de Pedro Lucas com o PSL, celebrou a conversa e afirmou que a troca de comando é importante para os destinos do partido no estado. Arthur Lira também endossou a pré-candidatura de Weverton ao governo do estado e falou que ele tem apoio para trabalhar pelo estado. “Estamos acompanhando de perto o caminho da escolha que o Maranhão vai fazer em 2022 e essa união de forças que converge em torno de uma candidatura de Weverton”, afirmou.

“O Maranhão tem um senador com apoio como pré-candidato a governador para fazer as transformações que o estado precisa e dar continuidade ao que está dando certo”, finalizou Arthur.

O vice-presidente do PSL destacou a capacidade política de Pedro Lucas e endossou o projeto do grupo para as eleições do próximo ano no estado. “Se tudo der certo em 2022 o Maranhão terá um novo comando e esse estado que é tão abençoado vai ser comandado pelo nosso amigo Weverton”, completou Antonio Rueda.

O pai do deputado, prefeito Pedro Fernandes, e outras lideranças se filiarão imediatamente ao partido. O deputado Pedro Lucas permanece, por enquanto, no PTB, mas assume oficialmente o comando político dos rumos do PSL no estado.

Erlanio Xavier antecipa 13º dos servidores de Igarapé Grande para dia 10 de abril

O prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier, anunciou que pagará a primeira parcela do 13° salário dos servidores municipais no próximo dia 10 de abril.

De acordo com o prefeito, o ano de 2020 foi difícil, devido à crise gerada pela pandemia do coronavírus, mas a administração municipal conseguiu cumprir o compromisso de pagar os salários em dia.

O pagamento irá auxiliar os trabalhadores neste momento de crise e ajudar a movimentar a economia em Igarapé Grande e região.

“Agradeço o compromisso e o trabalho árduo de todos os servidores, especialmente de nossos profissionais da saúde, que seguem trabalhando incansavelmente na linha de frente”, disse o prefeito.

A gestão espera que o montante injetado na economia irá estimular os setores do comércio e de prestação de serviços.

Polícia Federal deflagra Operação Tempo Real

Nesta quinta-feira, 08, a Polícia Federal deflagrou a Operação Tempo Real, com a finalidade de desarticular associação criminosa formada por ex-servidores públicos e representantes de empresa, investigados por fraude e superfaturamento na aquisição de equipamentos destinados ao combate à pandemia da COVID-19 no município de São Luís.

A investigação tem por objeto processo de licitação celebrado no mês de abril de 2020 pela Secretaria Municipal de Saúde de São Luís/MA, destinado à aquisição de 20.000 máscaras FPP2, no valor total de R$ 718.000,00. Destaque-se que os fatos investigados não dizem respeito à atual gestão da Secretaria.

Os elementos colhidos durante a investigação revelaram que funcionários da antiga gestão da Secretaria de Saúde, em conluio com empresários, fraudaram o contrato, montando o processo de contratação e elevando arbitrariamente os preços. A Polícia Federal cumpriu 4 (quatro) mandados de Busca e Apreensão e 5 (cinco) Mandados de Constrição Patrimonial.

Além disso, os investigados também foram alvos de Medidas Cautelares Diversas da Prisão consistentes na proibição de contratação com o Poder Público, proibição de acesso à Secretaria Municipal de Saúde e proibição de manter contato uns com os outros.

Ao todo, 20 (vinte) policiais federais cumpriram as determinações judiciais expedidas pela 1ª Vara Federal de São Luís/MA, que decorreram de representação elaborada pela Polícia Federal. Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação (Art. 90 da Lei 8.666/93), superfaturamento (Art. 96, I da Lei 8.666/93) e associação criminosa (Art. 288, Código Penal).

A operação foi denominada “Tempo Real”, em referência à expressão utilizada por um dos investigados em depoimento, ocasião em que afirmou que o líder da organização criminosa tinha informação em TEMPO REAL de todas as aquisições fraudadas pela antiga gestão da Secretaria Municipal de Saúde e pelos fornecedores.