Agora vai? Ministro assina Ordem de Serviço para duplicação da BR-135

O ministro dos transportes, Maurício Quintella esteve ao lado do governador em exercício, Carlos Brandão, para assinar a ordem de serviço da Duplicação do trecho Entroncamento BR-135 (Outeiro – Miranda do Norte) e Contrato/Duplicação do trecho Entroncamento/Miranda BR-135. Na parte da tarde, ministro assina a ORDEM DE SERVIÇO, para o asfaltamento da BR 226, importante

A manutenção da BR-135 é de responsabilidade do governo federal, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que realiza o plano de duplicação desde setembro de 2012. A pedido do governo do Maranhão, as obras foram retomadas em abril de 2016, depois de paralisações nos anos anteriores.

Uma das reuniões do governador Flávio Dino com o ministro no ano passado cobrando a duplicação

O recurso foi obtido por meio de emenda coletiva da bancada maranhense.

O governador Flávio Dino se reuniu com o ministro em maio do ano tentando fazer co que a obra saia do papel. O trecho entre a saída de São Luís até o km 199 é a principal via de acesso para a capital e tem sido, frequentemente, alvo de várias reclamações.

Moradores da Raposa cobram obras que governo nunca executou

Do blog do Domingos Costa

Das obras, apenas as placas na Raposa

Das obras, apenas as placas na Raposa

Moradores do Bairro do Jussara no Município de Raposa, ameaçam realizar manifestação em frente ao Palácio dos Leões cobrando providências do Governo do Estado para execução de obra de pavimentação de vias do bairro que foram prometidas e nunca executadas.

Segundo os moradores, o ex-candidato da família sarney, Luis Fernando Silva, então Secretário de Infraestrutra do Estado, realizou um ato de lançamento de ordem de serviço na manhã do dia 17 de março, na ocasião, para alegria dos moradores, junto com o secretário vieram diversas máquinas que se posicionaram no bairro para inicio dos trabalhos, mas no dia seguinte, sumiram do local.

Segundo a placa de publicidade do Governo do Maranhão, a SINFRA iria asfaltar no bairro do Juçara, a Avenida Principal com 6.195,00m² de asfalto e a Rua dos Pargos em 5.040,00m² de pavimentação asfáltica. Além dessas vias, ainda constavam nos serviços fantasmas do governo Roseana Sarney a pavimentação de vias urbanas no Município ao valor de R$ 1.245.878,92 (um milhão, duzentos e quarenta e cinco mil, oitocentos e setenta e oito reais e noventa e dois centavos), no entanto, a ordem de serviço nunca saiu do papel.

Os primeiros moradores revoltados já começaram se movimentar, estiveram na Câmara de Vereadores e falaram até em desvio de recursos. Segundo o morador José Reis Silva Monteiro, de 42 anos, conhecido como Sinhozinho do Juçara, o recurso veio ao Município através de uma Emenda e sumiu.

Na verdade, é bom que fique claro aos moradores da localidade, o recurso da obra é originário de um empréstimo milionário que o Governo do Maranhão realizou junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Assim como a obra no Município de Raposa, dezenas de outras Cidades maranhenses estão na mesma situação: só apareceu a ordem de serviço e mais nada!

 

Últimos dias para farra de OS de Luís Fernando

Luís Fernando balançando papel: esta foi sua grande obra na Sinfra

Luís Fernando balançando papel: esta foi sua grande obra na Sinfra

Caso seja realmente o candidato do grupo Sarney ao governo do estado, o secretário estadual de Infraestrutura, Luís Fernando Silva (PMDB) só tem mais quatro dias para continuar sua farra de OS (Ordens de Serviço). Isto por que Luís Fernando tem que deixar o cargo de secretário até sexta-feira (4).

O secretário tem se dedicado intensamente em anunciar obras a serem realizadas no último ano de governo (mais precisamente nos próximos nove meses). Obras que ao longo de três anos e três meses não foram feitas. Luís Fernando e sua caravana percorreram vários municípios assinando um papel e balançando para os que acompanham os eventos eleitoreiros, que aliás, são membros do próprio governo e aliados nos municípios. Os eventos servem muito mais para que os prefeitos aliados ratifiquem ao seus afilhados polítcos quem é seu candidato ao governo.

E mais papel...

E mais papel…

O último município da pose de LF para foto com uma caneta e um papel na mão foi Chapadinha. Onde anunciou ginásio Poliesportivo roseado por políticos do grupo. Já foram inúmeras obras anunciadas apenas nestes últimos meses que, estranhamente, não foram feitos nos últimos três anos (sem contar todos os anos em que Roseana Sarney foi governadora).

Mas apenas neste governo, Luís Fernando participa ativamente desde o início. Foi chefe da Casa Civil (homem forte do governo) e ainda assim só pode anunciar obras no último ano da gestão?

...e mais um pouco de papel.

…e mais um pouco de papel.

Bom, pelo menos, o eleitor só terá que aturar essa ladainha até sexta-feira., quando encerra o prazo de desincompatibilização para quem vai concorrer a cargo eletivo em outubro. Isso se Luís Fernando for mesmo candidato…