Paula Azevedo implementa coleta de lixo eletrônico em Paço do Lumiar

A Prefeitura de Paço do Lumiar, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais, em parceria com a empresa Tecnoecoambiental realizaram na manhã desta quinta-feira (21), o Mutirão de Coleta de Lixo Eletrônico, que tem o objetivo de recolher e encaminhar materiais eletrônicos para o tratamento e descarte adequado.

A campanha, pioneira na região metropolitana da Grande Ilha, tem o propósito de receber eletrodomésticos, cabos, celulares, placas de circuito, videogames e outros componentes que seriam descartados de forma irregular, evitando prejuízos ao meio-ambiente e lençóis freáticos.

A prefeita Paula Azevedo destacou a importância da ação: “Nosso município é conhecido pela sua agricultura e áreas de matas e córregos e por isso, a consciência ambiental é um propósito que precisa ser buscado por todos, se nós dermos destino correto ao lixo eletrônico e outros resíduos, gerando inclusive matéria-prima, nós conseguimos fazer um diferencial a mais em favor da natureza e das próximas gerações”, enfatizou.

O lançamento da campanha aconteceu na Praça da Família, no Maiobão e vai seguir acontecendo em pontos fixos no Centro Administrativo Municipal do Tambaú, na Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Saúde, no Fórum e na Câmara Municipal de Paço do Lumiar.

O Mutirão de Coleta de Lixo Eletrônico contou com a presença da Prefeita Municipal de Paço do Lumiar, Paula Azevedo (PCdoB), o Vice-Prefeito Inaldo Pereira (PSDB), o secretário municipal de meio-ambiente, Ivan Wilson Rodrigues, secretários do município e representantes da empresa Tecnoecoambiental.

Paço do Lumiar recebe primeiro Fórum de Gestores de Cultura da Região Metropolitana

O município de Paço do Lumiar recebeu nesta quarta-feira (15) o primeiro Fórum de Gestores de Cultura da Região Metropolitana, envolvendo os municípios de Paço do Lumiar, São Luís, São José de Ribamar e Raposa.

O encontro aconteceu no Parque Aquático Val Paraíso, na região da Pindoba, em Paço do Lumiar e começou com a apresentação do Tambor de Crioula Desejo de Benedito e Conceição, do município de São Luís e seguiu com diálogos e elaboração de propostas de políticas públicas para o Plano Estadual de Cultura do Maranhão, além de contar com apresentações do Festejo do Divino, Capoeira, entre outras atrações.

A prefeita Paula Azevedo, falou sobre o evento e a importância para a cultura luminense. “Receber um encontro como esse é de grande benefício, nossa cultura é riquíssima e agora tem sua voz ouvida e com isso, só tem a crescer”, explicou.

Participaram da mesa de honra do evento, a prefeita municipal de Paço do Lumiar, Paula Azevedo(PCdoB), o representante da Secretaria de Estado da Cultura do Maranhão-SECMA, Moisés Nobre; a presidente do Conselho Estadual de Cultura Elaine Dutra; o secretário municipal de cultura, esporte e lazer de Paço do Lumiar, Jocileno Golvêa, o secretário municipal de cultura de Raposa,José Pereira; Marcos Ronilson, o coordenador do Fórum Estadual de Gestores de Cultura do Maranhão. O evento ainda contou com a presença de representantes dos municípios de Barreirinhas, Presidente Dutra, Carolina, Santa Helena, Pedreiras e outras localidades.

Paço do Lumiar realiza audiência pública sobre PPA e LOA

Com o objetivo de construir o Plano Plurianual (PPA) 2022-2025 e a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2022, a Prefeitura de Paço do Lumiar realiza durante os dias 10, 12 e 17, 19 e 20 de agosto uma série de Audiência Pública.

“A participação da nossa população é de suma importância e para isso contamos com seu engajamento e apoio. É o momento de ouvir a população e para isso todos os Secretários da Gestão estarão presentes para discutir com os luminenses as principais metas de governo a serem alcançadas nos próximos 4 anos”, diz o convite da Prefeitura.

“É assim, unidos numa só energia, que conseguiremos continuar avançando cada vez mais na construção de um novo Paço do Lumiar, colaborando e fazendo parte de uma nova história”, disse a prefeita Paula Azevedo.

Paula Azevedo inaugura Teste do pezinho em 6 Unidades Básicas de Saúde em Paço do Lumiar

A Prefeitura Municipal de Paço do Lumiar, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inaugurou nesta segunda-feira (7) um ponto de atendimento para teste do Pezinho em seis Unidades Básicas de Saúde com inicio de atendimento nesse mês de Junho.

As UBS localizadas na Vila Cafeteira, Tambaú, Nossa Senhora da Luz, Vila São Pedro, Santa Rita de Cássia e Iguaíba já dispõem de espaço direcionado para o teste que detecta, previne e diagnostica até 50 (cinquenta) doenças, garantindo assim uma melhor qualidade de vida para as crianças luminenses. A gestão explica que posteriormente as demais Unidades Básicas de Saúde também serão contempladas com o serviço.

Para a Prefeita Municipal de Paço do Lumiar, Paula Azevedo, “esse é um momento histórico da saúde da primeira infância, uma vez que o município não possui o teste há mais de 5 anos, além disso, mais unidades serão contempladas com o espaço, para atender bebês de diferentes localidades de Paço do Lumiar”, disse.

Um teste importante para bebês recém-nascidos, realizado entre o terceiro e quinto dia de vida, fazendo com que o diagnóstico precoce de doenças metabólicas, genéticas e até congênitas. Salvando vidas e dando uma primeira infância saudável, além de tratar precocemente doenças já detectadas no teste.

O atendimento será realizado por agendamento na Unidade Básica de Saúde, de segunda à sexta, das 8h às 16h. Para realizar o teste, basta levar a certidão de nascimento ou Documento de Nascido Vivo, documento com foto, CPF, e cartão do SUS da mãe.

Em entrevista, Paula Azevedo faz balanço dos primeiros meses de gestão

A Prefeita de Paço do Lumiar, Paula Azevedo, concedeu uma entrevista ao programa Ponto Continuando, da Rádio Educadora AM 560, apresentado pelos jornalistas Clodoaldo Corrêa, Glaucio Ericeira e Rogério Silva.

Ela falou sobre sua agenda em Brasília, fez um balanço da gestão e projetos futuros. “Tivemos uma agenda muito positiva em Brasília”, disse a chefe do executivo municipal.

Sobre a educação, Azevedo disse que as escolas municipais estão em processo de reforma para garantir um espaço adequado e confortável para os alunos e professores. Também falou sobre a regularização fundiária, na qual assinou um termo de cooperação técnica para o município. Ela disse que é uma das bandeiras de luta de sua gestão e a garantia da terra é um benefício grande.

Questionada sobre a infraestrutura, a prefeita disse que já garantiu 33 km de asfalto na zona rural e urbana. Anunciou que a gestão irá investir mais 35 km de asfalto nos próximos meses.

Paula também falou sobre as obras das pontes da cidade, que irão beneficiar famílias que tem dificuldades de acesso à essa região. Segundo ela, a Agência Metropolitana, do Governo do Estado, é um parceiro nessas obras.

Sobre a campanha de combate a pandemia, a prefeita disse que tem realizado inúmeras ações, como pontos de vacinação, acompanhamento de profissionais e medidas preventivas e restritivas e anunciou que vai intensificar o trabalho para garantir a saúde das pessoas.

Ela ainda falou sobre a parceria com o INCRA para levar diversos benefícios para o município. Sobre o Programa Vale Gás, a prefeita disse que dezenas de famílias em vulnerabilidade social receberam o benefício, que irá ajudar nesse momento difícil de pandemia.

Paço do Lumiar esclarece episódio de caminhão apreendido com cargas de álcool em gel

Após sofrer uma série de ataques sobre o episódio de um caminhão apreendido com cargas de álcool em gel, Prefeitura de Paço do Lumiar emitiu nota esclarecendo os fatos.

Diferente das fake news que circularam, a Prefeitura explicou que o produto, que estava vencido, ia ser trocado pelo fornecedor, e seguiu todos os trâmites legais para devolução.

Veja a nota da Prefeitura:

Paula Azevedo apresenta nova secretária de Saúde de Paço do Lumiar

A Prefeita de Paço do Lumiar, Paula Azevedo, apresentou, na última quarta-feira (17), a nova secretária de Saúde de Paço do Lumiar, Danielle Pereira, ao presidente da Câmara dos Vereadores de Paço do Lumiar, Fernando Muniz, ao líder de governo na câmara, Major Roberto e à vereadora Mary do Mojó.

“Ao lado da nova secretária, ouvi as demandas do legislativo municipal, discutimos os desafios da saúde e o planejamento de vacinação contra a COVID-19 em nosso município”, disse a prefeita Paula.

Presidente da Câmara de Paço expõe por engano transferências de quase meio milhão em grupo de WhatsApp

Um fato que causou estranheza na política e imprensa maranhense. O presidente da Câmara de Paço do Lumiar, vereador Fernando Muniz (PP), publicou, nesta sexta-feira (05), dois extratos de transferências bancárias em um grupo de WhatsApp intitulado “Maiobão Notícias”.

Após alguns minutos, o chefe do poder legislativo apagou as imagens. Mas não adiantou, o grupo com dezenas de integrantes, entre jornalistas e políticos, já tinha armazenado os comprovantes.

O primeiro comprovante foi no valor de R$ 360 mil para uma senhora chamada Nair Rodrigues Lima, de forma TED (Transferência Eletrônica Disponível).

O segundo comprovante foi no valor de R$ 90 mil para a mesma pessoa. Somando os dois, foram transferidos R$ 450 mil para uma única pessoa em menos de 24h.

O valor alto e para uma única pessoa causou estranheza para as pessoas que acompanham a vida política do vereador, haja vista que o mesmo recebe apenas R$ 10.981,68/mês como parlamentar e presidente da CMPL.

Ex-prefeita de Paço do Lumiar é condenada por improbidade administrativa

G1 MA

Com base em uma Ação Civil Pública (ACP) proposta pela 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Paço do Lumiar, a Justiça condenou a ex-prefeita Glorismar Rosa Venâncio, mais conhecida como Bia Venâncio por improbidade administrativa. Também foram condenados os ex-secretários Celso Antonio Marques (Educação), Balbina Maria Rodrigues (Desenvolvimento Social), Pedro Magalhães de Sousa Filho (Orçamento e Gestão) e Francisco Morevi Rosa Ribeiro (Orçamento e Gestão).

A ação baseou-se em irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) na prestação de contas do Município no exercício financeiro de 2009.

Na sentença Bia Venâncio foi condenada ao ressarcimento de R$ 1.904.730,37, além de multa de R$ 380.946,07. A ex-prefeita também teve os direitos políticos suspensos por oito anos e está proibida de contratar ou receber benefícios do Poder Público pelo prazo de cinco anos.

O ex-secretário Celso Antonio Marques foi condenado à devolução de R$ 1.211.576,85 aos cofres municipais e ao pagamento de multa de R$ 242.315,37. A sentença também suspende os direitos políticos do ex-titular da pasta de Educação por cinco anos e o proíbe de contratar ou receber benefícios do Poder Público pelo mesmo período.

A mesma proibição foi aplicada a Pedro Magalhães de Sousa Filho, que teve seus direitos políticos suspensos por seis anos. O ex-secretário de Orçamento e Gestão deverá ressarcir R$ 309.757,51 ao erário e arcar com multa de R$ 61.951,50. Balbina Maria Rodrigues deverá devolver R$ 69.871,00 ao Município de Paço do Lumiar e pagar multa de R$ 13.974,20. Os direitos políticos da ex-secretária de Desenvolvimento Social foram suspensos por cinco anos, mesmo prazo pelo qual ela não poderá receber benefícios ou contratar com o Estado.

Também é de cinco anos o prazo de suspensão dos direitos políticos e de proibição de contratar com o Poder Público e receber benefícios ao qual foi condenado Francisco Morevi Rosa Ribeiro. De acordo com a sentença, ele também deverá devolver R$ 80.455,00 aos cofres municipais e pagar multa de R$ 16.091,00.

Justiça extingue processo que pedia cassação de Domingos Dutra

O juiz eleitoral Flávio Roberto Ribeiro Soares julgou improcedente a ação de investigação judicial eleitoral que pedia a cassação do prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), e de sua vice Maria Paula Desterro (SD).

O magistrado entendeu que Dutra e sua vice não praticaram atos de abuso de poder político e econômico comprovados que invalidem as eleições de 2016.

Em sua decisão, o magistrado considera a ausência de citação de uma das partes que constam do processo, no caso o governador Flávio Dino, e descarta a possibilidade de emendar a petição inicial para realizar a citação, em função da perda do prazo. Com a decisão, o juiz eleitoral extinguiu o processo.

“Pelos fundamentos suso delineados, acolho a Questão de Ordem arguida pelos representados, no sentido de reconhecer a ausência de citação do litisconsorte passivo necessário, bem como a impossibilidade de emendar a petição inicial, em razão da decadência, ao tempo em que julgo improcedente a AIJE (ação de investigação judicial eleitoral) e extingo o processo com resolução do mérito, nos termos do art. 487, inciso II, do novo CPC”, diz o juiz eleitoral Flávio Roberto Ribeiro Soares em seu despacho.

As ações contra o prefeito Domingos Dutra e sua vice Maria Paula Desterro se referem a uma distribuição de títulos de terra feita pelo governador Flávio Dino em Paço do Lumiar, e ao uso da máquina administrativa do Governo do Estado em benefício da candidatura de Dutra e sua vice à Prefeitura de Paço, em 2016.

“A principal ação contra mim foi ajuizada por Gilberto Aroso, caçula de uma oligarquia que destruiu Paço nos últimos 30 anos. Gilberto Aroso e a família Campos, que lhe financia, tentaram ganhar no tapetão o que os eleitores de Paço lhe negaram no voto. O parecer do Ministério Público e a decisão do juiz são justas, uma vez que fiz uma campanha a pé (950 km), comendo camarão seco com farinha, fatos que jamais configuram abuso de poder econômico. E o governador Flávio Dino praticou uma ação de governo, a exemplo das executadas em todo o estado, corrigindo omissões da Oligarquia Sarney, aliada da Oligarquia Aroso”, declarou o prefeito Dutra, após tomar conhecimento da decisão da Justiça Eleitoral.

O parecer do Ministério Público já indicava inocência de Dutra. Na semana passada, a Promotoria de Justiça da Comarca de Paço do Lumiar havia se posicionado contra a cassação, por entender que não existiam provas suficientes de que o prefeito de Paço do Lumiar e sua vice haviam praticado abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016.

O parecer dado pela promotora Raquel Pires de Castro destacou que não ficou comprovada a alegada prática de abuso de poder econômico e político, e nem a distribuição de títulos de terra em benefício do prefeito eleito de Paço do Lumiar. A promotora disse em seu despacho que não achou evidências para sustentar ou manter o pedido das ações.