Após reunião com Simplício, Alumar anuncia investimentos de R$ 900 milhões

Em reunião com o secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo, o Consórcio de Alumínio do Maranhão (Alumar/Alcoa) anunciou, nessa quarta-feira, 5,  a retomada de mais uma linha de produção de alumínio no estado com um aumento do investimento inicial de 400 milhões para quase R$ 1 bilhão (910 milhões de reais).

Durante o encontro, o diretor da multinacional, Helder Teixeira, oficializou que, com a entrada da nova linha, a Alumar vai produzir 447 mil toneladas métricas de alumínio até o primeiro trimestre de 2023. No total, serão mais de 2.300 empregos diretos gerados com a retomada de mais uma linha de produção – para assumir os cargos, serão priorizados os funcionários demitidos na década passada, a partir de 2013.

Representando o governador Flávio Dino, o secretário Simplício Araújo reforçou a disposição do Estado em seguir dialogando para garantir desenvolvimento social ao Maranhão.

“Esta é a primeira grande notícia de 2022 para o nosso Estado. Por meio das ações estratégicas do governo, temos conseguido garantir desenvolvimento econômico, estímulo às cadeias produtivas e geração de emprego e renda. Reitero que estamos à disposição dos trabalhadores, das empresas e da Alumar para seguir fazendo o melhor pelo estado”, afirmou Simplício.

Ele disse, ainda, disse que “a retomada por completo da produção da Alumar sugere um excelente recado para o mercado brasileiro sobre o novo ambiente de negócios do Maranhão. Quem sabe agora também consigamos a tão sonhada verticalização da cadeia produtiva de alumínio no Maranhão”, ressaltou o secretário.

Além do anúncio, o secretário informou que irá convidar a Alumar, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (SEBRAE) e o Programa de Desenvolvimento de Fornecedores do Maranhão (PDF – Maranhão) para a realização de uma Rodada de Negócios sobre as novas vagas geradas com a retomada da produção de alumínio.

“Nosso objetivo é continuar estimulando novos fluxos de negócio dentro do Estado e, também, promover o desenvolvimento social para os maranhenses”, acrescentou Simplício Araújo.

“Resultado da ambiência favorável aos negócios do Maranhão”, conforme o titular da Seinc, o anúncio, segundo ele, faz parte das ações de enfrentamento à crise econômica feitas pelo governo estadual. Em 2013, salientou, a Alumar havia encerrado as atividades da terceira linha de produção de alumínio, com mais de 600 vagas desativadas.

Simplício lembrou que as negociações para o novo investimento foram retomadas em 2016 e 2017, sendo a aprovação do benefício fiscal para a Alumar concretizada em 2018. Com a crise econômica em todo o país e o início da crise sanitária, em março de 2020, as tratativas foram adiadas.

O Consórcio de Alumínio do Maranhão (Alumar/Alcoa) é um dos maiores complexos do mundo para produção de alumínio primário e alumina. Instalado no estado em julho de 1984, é formado pelas empresas Alcoa, Rio Tinto e South32. A Alcoa possui participação nos dois principais negócios do empreendimento: redução e refinaria.

Simplício responde Luciano Hang: “Quem dá ouvidos a idiota, fica idiota também”

O secretário de Indústria, Comércio e Energia do Maranhão, Simplício Araújo, respondeu os comentários do dono da Havan, Luciano Hang, que fez uma postagem polêmica, afirmando que os estados que votaram em sua maioria em partidos da esquerda acabam amargando os piores índices sociais. Com isso, ele atribui a essas pessoas a classificação de que não sabem votar ou votam errado.

“O problema da pobreza do norte e nordeste, que é histórico, tem que ser tratado com seriedade, honestidade e conhecimento. Foi uma declaração desrespeitosa, e de minha parte jamais entrarei de novo numa loja da Havan, esse senhor lucra a nossas custas e nos agride, ao tripudiar de nossa inteligência. O problema do Norte e Nordeste merece ser olhado com responsabilidade. Milhões de nordestinos e nortistas já ajudaram esse Senhor a construir seu império, o mínimo que ele pode fazer em retribuição seria investir num estudo ou em alguma forma de ajudar a região, abrir a boca para falar asneiras é um ataque a milhões de irmãos brasileiros”, disse Simplício Araújo.

E completou: “A imbecilidade puxa a imbecilidade, lamento que até políticos exercendo mandatos, ou seja, pagos pelo povo de nossa região, tenha dado amplitude a esse infeliz comentário, quando deviam ter defendido com unhas e dentes a nossa região”.

Para Simplício, “o problema da pobreza existe, não se pode negar, e é decorrente justamente de pessoas como Luciano Hang, que apenas buscam lucro na região, ignoram a pobreza e usam nossos indicadores sociais apenas como trampolim político e social. É desse tipo de gente que precisamos nos livrar.”

O pré-candidato a governador finalizou dizendo que “o nordeste e o norte são resilientes, pois são roubados e ainda achincalhados, como atualmente em bilhões de reais de recursos do orçamento secreto federal que deveriam estar combatendo a pobreza, mas que estão sendo usados para a compra de mansões, aeronaves e gado, isso sim deveria estar sendo apontado, investigado e criticado por quem diz querer o crescimento do nosso país”.

Simplício Araújo lidera pesquisa para o governo no Mearim e Médio Mearim

O atual Secretário de Estado de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, pontua 7% no Maranhão e lidera em todos os cenários as pesquisas na região do Mearim e Médio Mearim.

O Solidariedade recebeu pesquisas de 120 municípios do Maranhão, avaliando cenários de disputa para o Governo do Estado, senado e outras avaliações.

Nas pesquisas é notório a boa avaliação do Secretário de Indústria, Comércio e Energia em todas as regiões do estado, especialmente nas maiores cidades do Maranhão como São Luís, Timon, Coroatá, Codó, Buriticupu e na região do Mearim e Médio Mearim, onde sua grande aceitação está irradiando em todos os municípios, a partir das cidades de Bacabal, Trizidela do Vale e Pedreiras.

Simplício Araújo já supera até mesmo a ex-governadora Roseana Sarney em algumas cidades do Mearim e Médio Mearim. No cenário sem Roseana pontua em segundo lugar com 7,5 por cento em todo o estado do Maranhão, o nome que aparece liderando nesse cenário é do Senador Weverton, com 9%, o vice-governador Carlos Brandão tem 5,5%, Edvaldo 4%, Lahesio 3%, Roberto Rocha 2%, Josimar 2%, Felipe Camarão 0,5%, Nenhum deles 2%, Não sabem não respondem 64,5%.

Com menos de 6 meses de pré-candidatura, Simplício Araújo tem ótima avaliação entre os que conhecem todos os candidatos, portando “ele melhor possibilidade de crescimento na opinião popular, uma vez que existem pré-candidaturas lançadas a dois anos que não conseguem passar do patamar alcançado ou tem alta rejeição por parte da população. O grande índice de pessoas indecisas também podem favorecer o pré candidato do Solidariedade, pois entre os pré-candidatos ele ainda é pouco conhecido é o Solidariedade aposta no histórico de resultados de Simplício com deputado federal e secretário de Indústria, Comércio e Energia, principalmente durante o combate à Pandemia” disse Saulo Giovani, Secretário Geral do Solidariedade.

Para Simplício “a hora ainda é de trabalho e solidariedade para com as pessoas e o maranhão, mesmo satisfeito com os números da pesquisa, quero continuar trabalhando até o último momento por mais empregos, crescimento econômico e alimentos para quem precisa, é com isso que a população, esses quase 70 por cento que não respondem as pesquisas, está preocupada nesse momento. Política é na hora da política” disse o pré-candidato a governador do Maranhão.

Simplício segue orientação da nacional e mantém pré-candidatura

O secretário de Estado da Indústria, Comércio e Energia do Maranhão, Simplício Araújo, pré-candidato do Solidariedade ao Governo do Estado em 2022, anunciou nesta sexta-feira, 19, que recebeu aval da direção nacional do partido para manter o projeto eleitoral.

Segundo ele, a autorização para seguir com atividades de pré-campanha foi dada em Brasília, durante encontro do Núcleo de Organização e Articulação da legenda.

“Em encontro nacional, reitero e recebo todo apoio para seguir com a pré-candidatura a governador do Maranhão, ao mesmo tempo em que apresento a estratégia para eleger até dois deputados federais em 2022. Eu quero um Maranhão com mais empregos, crescimento econômico e justiça social”, destacou Araújo.

Além dele, seguem disputando a indicação do governador Flávio Dino (PSB) para disputar o pleito com o apoio do grupo o vice-governador, Carlos Brandão (PSDB), o senador Weverton Rocha (PDT), e o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão (PT).

Simplício Araújo diz que plano diretor desatualizado dificulta 5G em municípios

O secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) e presidente do Solidariedade-MA, Simplício Araújo, analisou o leilão do 5G, realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que prevê a implantação do 5G em território brasileiro.

Sobre o Maranhão, o secretário destacou que teme que as administrações municipais prejudiquem a implantação do 5G no Estado.

Para Simplício Araújo, que ressaltou a nota oficial da Anatel sobre o 5G, pontuou que ainda existem muitas áreas desprovidas de cobertura, como a maioria dos distritos municipais não sedes, como vilarejos e povoados, além de zonas periféricas em vários municípios.

“A Anatel tem enfrentado dificuldade em obter licenças municipais para a instalação
de torres e sítios de antenas de telecomunicações. Esta tem sido uma grande preocupação nossa: que questões burocráticas das gestões municipais impeçam que a população maranhense tenha acesso à conectividade digital”, analisou Simplício Araújo.

A nota da Anatel ressalta, ainda, que os entraves prejudicam a expansão da cobertura das redes e a qualidade dos serviços e sugere uma “reavaliação das legislações municipais que regulamentam a instalação de infraestruturas de telecomunicações em suas respectivas cidades, bem como dos procedimentos administrativos necessários para tal”.

Simplício alerta para que a falta de compromisso das legislações municipais não afetem o compromisso com o avanço digital em território maranhense.

“Passos como a atualização do Plano Diretor têm sido ignorados pelas prefeituras. E esse é um papo essencial para que São Luís e todo o Maranhão possa crescer e se tornar cada vez mais relevante digitalmente”, finalizou o secretário.

Simplício Araújo diz que Flávio Dino deixará a base para um Maranhão mais próspero e justo

O presidente do Solidariedade e secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, durante entrevista no programa “Comando da Manhã”, da Rádio Timbira, elogiou as políticas e ações criadas por Flávio Dino ao longo dos seus dois mandatos, destacando a segurança jurídica oferecida pelo governador aos cidadãos, funcionários públicos e à economia do Estado.

Simplício destacou que a conduta adotada por Dino tem sido muito bem executada, elogiando o trabalho do governador nas recentes crises vividas em todo o país, como a econômica e a sanitária.

“Logo em 2015, quando assumimos o governo, o lucro do Porto do Itaqui foi de R$ 45 milhões de reais, enquanto em 2014 tinha sido de apenas 64 mil reais, é um governo de resultados, que inseriu mãos de um milhão de maranhenses nas ações do governo estadual”, analisou o secretário, destacando a articulação de Flávio Dino para deixar uma base mais próspera e justa no Estado.

“O governador Flávio Dino tem feito um grande governo. Atravessar essas situações [das crises] que temos vivido de 2015 pra cá, sem escândalos no governo, com a folha de pagamento em dia, com os compromissos sendo cumpridos, é algo muito importante, pois ajuda o estado a ter credibilidade e resultados tanto no setor público quanto no setor privado”, analisou o secretário.

Crítico do Plano Diretor de São Luís, que sofre anos de atraso e atrasa o desenvolvimento da capital maranhense e do Estado, o presidente do Solidariedade elogiou, ainda, a atração de investimentos e o foco na geração de emprego e renda fomentando obras e ações por todo Maranhão – feita por Dino.

“Flávio Dino teve um papel fundamental, porque conseguiu que o Maranhão seja visto lá fora como um Estado que promove o desenvolvimento com responsabilidade, transparência e que realmente trabalha para que as pessoas se sintam seguras em manter ou trazer seus investimentos para nosso Estado”, acrescentou Simplício.

Para assistir a entrevista completa, acesse em: https://youtu.be/sZt9_t97o-Y

Simplício Araújo diz que Maranhão pode perder bilhões em investimentos em ferrovias

O secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, recebeu o coordenador do consórcio Brasil Central e solicitou que todos os 7 estados integrantes façam pressão, através de seus 21 senadores e 75 deputados federais, para que o Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, renove a Medida que criou o regime de autorização para construção de ferrovias pela iniciativa privada que vence nesta sexta-feira, dia 29.

Se o texto não for renovado, investimentos de R$ 83,7 bilhões podem ser inviabilizados.

Simplício, que é pré-candidato ao Governo do Estado, cita que entidades e empresas que já solicitaram, autorização para construir trechos como Associação Brasileira da infraestrutura e Indústria de Base (ABDIB), Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Sindicato da Indústria Mineral do Estado de Minas Gerais (Sindiextra), Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer) ,VLI Multimodal, Bracell SP Celulose, Ferroeste, Bracell SP Celulose, Fazenda Campo Grande Empreendimentos e Participações, Planalto Piauí Participações e Empreendimentos, Macro Desenvolvimento e Petrocity Ferrovias já enviaram documento ao Presidente do senado solicitando a prorrogação da MP 1065/21.

O plano de infraestrutura em andamento no País, que prevê a construção de 21 novos trechos de ferrovias pela iniciativa privada e R$ 83,7 bilhões em investimentos, corre o risco de ser inviabilizado, dando fim à expansão de 5.640 quilômetros de trilhos na malha federal, 2,3 bilhões desses recursos compreendem à construção do ramal de interligação de Porto Franco a Balsas, no Maranhão, alertou Simplício Araújo.

A MP pode ser renovada por mais 60 dias, mas essa decisão depende do presidente do Senado. Até agora, Pacheco não deu sinais de que vá renovar a medida. Paralelamente, ele mantém o mínimo diálogo possível com o Ministério da Infraestrutura.

“Espero que, num momento em que tanto precisamos de investimentos e infraestrutura, que o espírito público e a defesa dos interesses do País prevaleçam e que o congresso possa defender e sustentar o novo marco regulatório do setor ferroviário”, Finalizou Simplicio Araújo, representante do Maranhão no consorcio Brasil Central.

O assunto está sendo tratado como prioridade pelo BRC, garantiu o coordenador José Eduardo Pereira Filho.

Simplício Araújo enfatiza parceria entre Estado e iniciativa privada

Em um vídeo publicado nas suas redes sociais, o secretário de Estado de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, enfatizou a parceria proveitosa firmada entre Estado e a iniciativa privada no combate ao novo corona vírus.

Foram implantados quatro hospitais de campanha graças ao trabalho de parceria.

Simplício destacou o Hospital de Imperatriz, na região Tocantina, que teve o apoio da Suzano e ACII.

“Em Imperatriz, numa parceria com a Suzano e a ACII, montamos um hospital de campanha que levou tranquilidade à população e salvou muitas vidas! Nossa gratidão em nome do povo do Maranhão”, destacou o pré-candidato ao Governo do Estado pelo partido Solidariedade.

Simplício Araújo participa de Encontro da Juventude do Solidariedade

O deputado federal licenciado e secretário de Estado de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, participou do Encontro da Juventude do Solidariedade, partido na qual ele é presidente estadual.

O Solidariedade inicia a organização dos movimentos internos visando a eleição de 2022 e o fortalecimento da pré-candidatura de Simplício a Governador do Maranhão.

O encontro foi liderado pelo jovem Vini Jasen, presidente da Juventude do Solidariedade no Maranhão.

“O Maranhão que queremos é um Maranhão com mais empregos, mais desenvolvimento e mais justiça social”, disse o secretário de Estado.

Em entrevista, Simplício Araújo reafirma sua pré-candidatura a governador

O secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) e pré-candidato ao governo do Maranhão, Simplício Araújo, concedeu uma entrevista ao programa “Passando a Limpo”, da Rádio Nova 93.1 FM,  pontuou novamente que gostaria de elevar o nível da campanha nas Eleições de 2022.

“Eu quero ter a oportunidade de dar segmento ao trabalho do governador Flávio Dino e de fazer mais [pelo Estado]”, disse Simplício Araújo, que sairá candidato pelo partido Solidariedade, do qual é o presidente no Maranhão.

Durante a entrevista, o secretário reforçou que entre suas principais pautas, estão a geração de emprego e renda para o povo maranhense, assim como focar no desenvolvimento do Maranhão e na atualização do Plano Diretor de São Luís.

“Enquanto o povo não entrar nessa equação, eu vou manter a minha pré-candidatura. A população maranhense é que merece ser ouvida e é ela que fará a diferença para decidir o que é melhor para o Estado”, analisou o secretário, ao comparar com a vitória do governador Flávio Dino em 2014.

Simplício Araújo destacou em sua fala também sua atuação na Seinc pela geração de empregos – nesta semana, ele anunciou mais de 8 mil empregos em todo o Maranhão – e fez uma crítica sobre a este período pré-Eleições.

“O momento não é de ficar indo atrás de voto, de contar apoios de políticos, de ficar fazendo política. A hora é de trabalhar! Política é na hora da política. E esse não é o momento. Temos todos que continuar trabalhando para conseguir o melhor para o povo maranhense”, finalizou.