Eliziane Gama reforça compromisso na luta contra o coronavírus

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) esteve, nesta terça-feira (13), no Palácio dos Leões, para se reunir com o governador Flávio Dino (PCdoB). Na ocasião, ela reforçou que está ao lado do governo estadual no combate à pandemia e que viabilizará recursos para fortalecer as ações na área.

“O governo do Maranhão tem se notabilizado como o estado com menor taxa de mortes por Covid-19 no Brasil. Isso representa as ações fortes que o governo do estado está fazendo; nós apoiamos e viemos aqui reafirmar esse compromisso, além de ampliar esse apoio buscando recursos para o fortalecimento dessas políticas no estado”, declarou a senadora.

Segundo o boletim divulgado no dia 12 de abril, pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), são 250.868 casos do novo coronavírus confirmados no Maranhão, sendo 226.812 recuperados, 17.455 pessoas atualmente infectadas pela doença, além de 6.601 óbitos.

Senador Weverton homenageia profissionais de imprensa pelo dia do jornalista

O senador Weverton (PDT) homenageia os jornalistas pela passagem do seu dia. O parlamentar reforçou a importância da profissão na sociedade.

“O jornalismo é o pilar da democracia e nós precisamos defendê-lo sempre. Diante do crescente número de agressões contra jornalistas, apresentei um projeto que agrava a pena para quem cometer crime de lesão corporal contra profissionais de imprensa no exercício da sua profissão ou em razão dela. Isso não pode acontecer”, disse Weverton.

O jovem senador já fez diversas manifestações em defesa da democracia e da liberdade de expressão. “Contem comigo na defesa da liberdade de atuação da imprensa. Vamos juntos”, finalizou.

Bancada do Maranhão se reúne com presidente do Senado

A bancada do Maranhão se reuniu com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e pediu apoio para as pautas emergenciais para o enfrentamento à Covid.

“Estamos empenhados em votar projetos que ajudem no combate à pandemia. Pacheco se comprometeu a seguir lutando para superar o problema”, disse o senador Weverton.

Estiveram presentes o senador Weverton (PDT), a senadora Eliziane Gama (Cidadania), os deputados federais Gil Cutrim (Republicanos), Cléber Verde (presidente do Republicanos), Juscelino Filho (presidente do DEM), o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), deputado estadual Glalbert Cutrim (PDT), presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, Osmar Filho (PDT), presidente do PSB, Luciano Leitoa, o ex-juiz Carlos Madeira (Solidariedade) e o secretário de Desenvolvimento Social Márcio Honaiser (PDT).

Weverton apresenta seis emendas à MP do Auxílio Emergencial

O senador Weverton (PDT-MA) quer garantir o pagamento de R$ 600 de auxílio emergencial. O parlamentar apresentou 6 emendas à MP 1.039, que estabelece o valor padrão de R$ 250, pagos em quatro parcelas mensais a partir de abril. Para o senador, o valor é inviável, já que o custo médio da cesta básica é de R$ 631,64.

“E ainda precisamos computar o preço do gás que está na faixa de R$ 100. Não podemos aceitar este valor proposto pelo governo federal no pior momento da pandemia, com uma série de restrições que dificultam quem está na informalidade sair à rua para buscar o sustento da família. O auxílio precisa ser ao menos suficiente para alimentar as famílias”, explicou.

O auxílio emergencial de 2021 será limitado a uma pessoa por família, sendo que mulher chefe de família monoparental terá direito a R$ 375. Para Weverton, este valor é inviável para mulheres que criam seus filhos sozinhas. O parlamentar apresentou outra emenda que aumenta de R$ 375,00 para R$ 1.200,00.

“Diminuir o auxilio emergencial para essas mãe que cuidam da família inteira é deixar na miserabilidade e vulnerabilidade alimentar mais de 28,9 milhões de famílias chefiadas por mulheres, não levando em consideração que hoje, há uma queda no emprego para as mães no fim da licença-maternidade e são elas as maiores vítimas de perda do emprego por iniciativa do empregador”, ressaltou.

Weverton apresentou ainda uma proposta que estabelece que aqueles auxílios emergenciais que não foram sacados das suas contas digitais nos prazos estipulados no regulamento e foram devolvidos por recebimento irregulares, retornem de forma automática para o pagamento e novos auxílios e não sejam realocados para os cofres do Tesouro Nacional.

Outra proposta apresentada pelo senador estabelece que o trabalhador que em 2019 recebeu rendimento acima de R$ 28.559,70, ou tinha, em 31 de dezembro de 2019, a posse ou a propriedade de bens ou direitos superior a R$ 300.000,00, ou que tenha recebido rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40.000 receba o auxilio emergencial.

“Essa medida se faz necessária para incluir entre os beneficiários do auxilio emergencial aqueles que foram demitidos em 2020 e 2021, pois se a pessoa teve renda 2019 não quer dizer que ela teve em 2020 ou em 2021. O coronavírus impediu muita gente de procurar emprego ou exercer atividades econômicas e garantir seu sustento”, declarou.

Após um ano de pandemia, senador Weverton destaca: “Uma realidade inaceitável”

Nesse mês de março completa um ano desde o registro da primeira morte por complicações de Covid-19 no Brasil. O senador da República, Weverton (PDT) se manifestou sobre o assunto e lamentou a falta de medias assertivas do Governo Bolsonaro.

“Um ano após a primeira morte por Covid-19 no Brasil, o país segue batendo recordes de óbitos. Uma realidade inaceitável, que precisa ser revertida com investimento em vacina e pagamento de um auxílio emergencial que permita que as pessoas façam o isolamento”, disse.

Com 280 mil mortes registradas em apenas um ano, o parlamentar maranhense ainda reforçou a necessidade de investimentos em vacinas e medidas que garantam o isolamento social.

Weverton parabeniza Erlanio e destaca sua liderança

O senador Weverton (PDT), parabenizou o presidente da Famem, Erlanio Xavier, por ter sido eleito na direção da Confederação Nacional dos Municípios.

Em publicação, o parlamentar destacou a liderança e articulação nacional de Erlanio, atual prefeito de Igarapé Grande e vice-presidente estadual do PDT.

“Parabéns ao companheiro Erlanio Xavier, que mostrou sua liderança nacional municipalista ao ser confirmado como integrante da direção da Confederação Nacional de Municípios. A escolha de Erlanio é importante para o Maranhão. Seguimos trabalhando juntos pelos municípios maranhenses”, disse.

PL de Eliziane garante presença de mulher no Colégio de líderes no Senado

Um projeto de lei que determina a presença de uma mulher no Colégio de líderes, de autoria da senadora Eliziane (Cidadania – MA), foi aprovado pelo Senado Federal.

“A escolhida para liderar essa missão é Simone Tebet (MDB-MS). É uma conquista importante para garantir a participação das mulheres nas decisões importantes do Senado”, disse a parlamentar.