Eliziane reafirma apoio à pré-candidatura de Weverton ao Governo do Maranhão

Durante uma entrevista, a senadora Eliziane reafirmou o apoio a pré-candidatura do senador Weverton ao Governo do Estado em 2022.

“O Weverton e o Carlos Brandão integram o mesmo grupo. Por um entendimento partidário e de lideranças nossas, nós fizemos uma pré-disposição na pré-campanha do senador Weverton Rocha”, afirmou.

Para a senadora, o governador Flávio Dino é um democrata e acredita na habilidade de articulação para chegar na unidade do grupo.

“O governador terá habilidade pra chamar todos e conversar. Reunindo os critérios que ele estabelecer para a escolha de sair apenas uma candidatura. Nessa única candidatura nós realmente partimos para ganhar a eleição e dar continuidade a todas as ações que o Flávio Dino tem feito no estado do Maranhão”, completou.

“Deixa como herança o aumento do desmatamento”, diz Eliziane sobre Ricardo Salles

A senadora Eliziane (Cidadania) comentou sobre o pedido de demissão do ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles.

Segundo ela, a demissão traz alívio, apesar de ser cortina de fumaça para denúncias de corrupção contra Bolsonaro envolvendo a compra das vacinas Covaxin.

“Investigado pela PF, Salles implantou a destruição dos órgãos de fiscalização ambiental. Deixa como herança o aumento do desmatamento, a destruição de biomas. A boiada não vai passar”, disparou Eliziane.

Eliziane defende nome de Weverton para candidato do grupo de Flávio Dino

Em entrevista à Rádio Mirante AM, a senadora Eliziane (Cidadania) defendeu a unidade em torno do grupo do governador Flávio Dino (PCdoB) em torno do nome de Weverton (PDT), para candidato ao governo em 2022.

“Nós fizemos uma reunião partidária, conversando com a nossa liderança política, nós tomamos uma decisão em relação ao senador Weverton que é do PDT, é meu colega no senado e que tem feito, aliás, um trabalho muito importante para o Brasil. O Weverton é uma pessoa de muita articulação política, ele conversa muito bem com todo mundo, reúne em torno dele, vários nomes e várias representações nacionais que podem inclusive ajudar muito o Maranhão”, disse.

Eliziane abre mão de candidatura ao governo e declara apoio a Weverton

Em entrevista à TV Mirante nesta sexta-feira (2), a senadora Eliziane Gama (Cidadania) lançou o nome do senador Weverton Rocha (PDT) como pré-candidato a governador do Maranhão para as eleições 2022.

A parlamentar era cogitada como pré-candidata ao governo, com a declaração, abre mão de disputar e agora soma-se ao projeto de Weverton.

Segundo ela, Weverton reúne hoje as melhores condições de concorrer ao governo no grupo do governador Flávio Dino.

“Havia uma disposição de eu ser pré-candidata a governadora do Maranhão. Nós temos hoje dentro do nosso grupo dois nomes que se posicionam, o do vice-governador Carlos Brandão e do meu colega de Senado Weverton Rocha. Num debate interno dentro do Cidadania, nós entendemos que não era o momento hoje da nossa pré-candidatura ao governo do estado, como ao mesmo tempo entendemos dentro do grupo, que é coordenado pelo nosso líder o governador Flávio Dino, que o nome do Weverton acabou encontrando mais condições, envolvendo mais lideranças políticas, trazendo na verdade propostas importantes”, afirmou Eliziane.

A parlamentar também declarou apoio a pré-candidatura de Flávio Dino ao Senado Federal.

“Hoje nós temos o Weverton como pré-candidato ao governo e nosso governador Flávio Dino como candidato para o cargo que desejar. Ele terá nosso apoio incondicional”, disse.

PL de Eliziane garante presença de mulher no Colégio de líderes no Senado

Um projeto de lei que determina a presença de uma mulher no Colégio de líderes, de autoria da senadora Eliziane (Cidadania – MA), foi aprovado pelo Senado Federal.

“A escolhida para liderar essa missão é Simone Tebet (MDB-MS). É uma conquista importante para garantir a participação das mulheres nas decisões importantes do Senado”, disse a parlamentar.

O dia de campanha dos candidatos

Edivaldo faz caminhada na Alemanha

Caminhada de Edivaldo na Alemanha (159)O candidato à reeleição a Prefeitura de São Luís, Edivaldo de Holanda Junior (PDT) fez caminhada no bairro da Alemanha. Acompanhando do vice na chapa Júlio Pinheiro, Edivaldo agradeceu o carinho e a atenção com que foi recebido pelos moradores do bairro. “Só tenho a agradecer a demonstração de apoio que muito me incentivam no meu projeto de reeleição. Essa manifestação não foi diferente aqui na Alemanha, onde temos feito muitas ações. Isso demonstra o reconhecimento do nosso trabalho e, se for da vontade de Deus, vamos continuar seguindo em frente”.

Uma multidão pessoas de todas as idades saiu de casa para acompanhar mais uma caminhada “Todos com Edivaldo” pelas ruas do bairro. Edivaldo percorria cada casa, para cumprimentar os moradores e apresentar suas ideias para o segundo mandato.

Eliziane em caminhada da região Central 

elizianecaminhadacentroA candidata da coligação “São Luís de Verdade”, Eliziane Gama (PPS), concedeu entrevistas e realizou caminhada percorrendo os bairros Lira e Madre Deus, na região central da cidade.

“Nós estamos muito felizes com esta receptividade. Isto mostra que nossa campanha é a campanha da vitória. A campanha do povo. Campanha que sente o calor humano, que vai transformar a cidade de São Luís”, afirmou Eliziane, que busca retomar o fôlego após a divulgação da pesquisa Ibope.

Wellington em reunião no Ipem São Cristovão

wwwwO candidato a prefeito da coligação “Por Amor a São Luís”, Wellington do Curso (PP), participou nesta quarta-feira (31), de encontro com amigos e famílias moradoras do Ipem São Cristovão. A reunião foi organizada pelo professor Welbert, aliado do progressista e candidato a vereador pelo seu grupo político.

Ao apresentar suas propostas de governo nos mais diversos setores, Wellington afirmou ser importante que os ludovicenses elejam, em outubro, parlamentares que, de fato, sejam compromissados com a cidade e que queiram trabalhar para retirá-la da situação vista hoje.

Fábio Câmara participa de gincana do Liceu

unnamed (2)O candidato a prefeito de São Luís, Fábio Câmara (PMDB), participou nesta quarta-feira (31), de uma gincana dos estudantes do Liceu Maranhense que visa estimular participação política de jovens eleitores.

A ação não estava na agenda do peemedebista, mas como os competidores precisavam fazer uma selfie com um dos nove candidatos a prefeitos, Fábio acabou virando opção da equipe Blackout que é formada por alunos do 3º ano da unidade de ensino. A prova acabou somando 2 mil pontos para o grupo.

Fábio destacou o protagonismo dos jovens, enfatizando a força que esse segmento, quando mobilizado, detém em suas mãos. O candidato afirmou ainda que o evento contribui para fomentar o protagonismo juvenil em várias instâncias, não só na política partidária.

Pesquisa Exata: Edivaldo e Eliziane rigorosamente empatados

edivaldoelizianeO instituto Exata – único que acertou “na mosca” o resultado da eleição para governador em 2014 – divulgou sua primeira pesquisa de intenção de votos para as eleições municipais de São Luís neste ano, quando passou a ser obrigatório o registro para divulgação. A pesquisa contratada pela TV Guará mostra rigoroso empate entre o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e a deputada Eliziane Gama (PPS) na corrida rumo ao Palácio de La Ravardiére.

No primeiro cenário, Edivaldo e Eliziane dividem a liderança com 23%. Wellington do Curso (PPS) aparece com 18% e Bira do Pindaré (PSB) possui 7%. Rose Sales (PV) aparece com 5%. Eduardo Braide (PMN) tem 3%. Fábio Câmara (PMDB) está com 2% e Bentivi (PHS), 1% ao lado de Zé Luís Lago que também tem 1%. Brancos e nulos somaram somaram 11% e não souberam ou não opinaram 6%.

pesquisaexata1

O rigoroso empate segue em cenário com apenas quatro candidatos. Edivaldo e Eliziane lideram com 25%. Wellington possui 21% e Bira fica com 9%. Brancos e nulos 14% e não souberam ou não opinaram 6%.

Espontânea

O atual prefeito vence com quase o dobro de votos a concorrente na pesquisa espontânea – quando não são apresentados os nomes dos candidatos. Edivaldo lidera com 13%. Eliziane possui 8%. Wellington, 4%. João Castelo, 3% e Bira, 1%. Nenhum, 12% e 57% dos entrevistados não souberam responder quando não foram colocados os nomes dos candidatos.

A pesquisa foi registrada sob o número MA-00024/2016 e ouviu 800 pessoas entre os dias 13 e 16 deste mês. A margem de erro é de 4% com um nível de confiança de 95%.

Disputa em São Luís cada vez mais polarizada entre Eliziane e Edivaldo

edivaldoelizianeA pesquisa do instituto Econométrica ratifica a disputa que se desenha há cerca de um ano: Eliziane Gama (PPS) e Edivaldo Holanda Júnior (PDT) polarizam a disputa pela prefeitura de São Luís. O terceiro colocado na disputa é Wellington do Curso (PP).

No primeiro cenário, Eliziane Gama aparece com 24,3% das intenções de votos, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior tem 20%; Wellington do Curso em terceiro, com 16,9%. Rose Sales tem 6,8%; Fábio Câmara (PMDB) 2,6% empatado com João Bentivi (PHS), também com 2,6%. Outros 22,7% disseram votar nulo e não souberam ou não quiseram responder são 4,2%.

O segundo cenário troca Fábio Câmara por Andrea Murad. A filha de Ricardo Murad aparece com vergonhoso 1,3%. Fez bem em abdicar da disputa.

Vale lembrar que a Econométrica, sabe-se lá porque, não incluiu o nome de Bira do Pindaré (PSB) em nenhum cenário.

Edivaldo lidera Espontâne

Sempre é bom lembrar que a pesquisa espontânea, quando não são apresentados os nomes dos candidatos, revela o voto mais consolidado do eleitor. Na espontânea, Edivaldo lidera com 13,2% da preferência do eleitorado. Eliziane Gama é lembrada por 9,2% do eleitorado, contra 5,8% de Wellington do Curso; 5,4% de João Castelo (PSDB); 2,7% de Rose Sales; 1,5% de Roseana Sarney (PMDB); 1,3% de Fábio Câmara; 0,6% de Bira do Pindaré (PSB); 0,6% de Neto Evangelista (PSDB); 0,4% de Tadeu Palácio (PP); 0,2% de Bentivi e 0,2% de Andrea Murad. Ao todo, 1,4% afirmou que votaria em “outros”; 1,4% disse que não votará em nenhum candidato e 56,0% não souberam ou não quiseram responder.

Registro

O levantamento, registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo MA­08340/2016, ouviu 997 eleitores em 52 bairros da capital, possui margem de erro de 3,1% e intervalo de confiança de 95%. Ao todo, foram elencados cinco principais cenários na pesquisa, todos do tipo “estimulado”. Destes, três simulam eventual segundo turno na capital. Até então, nenhum instituto havia apontado cenário de segundo turno para São Luís.

Política maranhense em notas

Edivaldo precisa fechar com PT ou PSDB

edivaldoO prefeito Edivaldo tem garantidos em seu palanque o próprio PTC, PCdoB e PDT. Outras siglas pequenas estão gravitando em torno da administração, mas não pode ter confiança de que estarão com ele nas próximas eleições. O PSB é uma grande incógnita. O PMDB também deve buscar caminho própria. Assim, para ter um tempo de televisão razoável, precisa ter PT ou PSDB (dois dos três maiores) e sabe que não poderá ter os dois, pelas estratégias nacionais das duas legendas, visando 2018. O PT está divido entre ir com Edivaldo ou candidatura própria. O PSDB está na Mesa de negociação com qualquer candidatura e ainda ensaia candidatura própria.

Eliziane joga pesado pelos tucanos

Rubens Bueno, Eliziane e AécioComo não terá o PT por conta da conjuntura nacional, a deputada federal Eliziane Gama (PPS) joga pesado para ter os tucanos em seu palanque e garantir um razoável tempo de TV em 2016. Nesta quarta-feira (17), ela foi direto na maior liderança do tucanato hoje: o senador Aécio Neves (MG) para tratar das eleições de 2016. A proposta de Eliziane é uma parceria nas PPS-PSDB nas três maiores cidades do Maranhão: São Luís, São José de Ribamar e Imperatriz. Na capital, a candidatura seria do PPS e nas outras duas, os tucanos liderariam o processo. Jogou pesado.

Baixa no PRB em São Luís I

marquinhosO vereador de São Luís Marquinhos bateu o martelo e não fica mais no PRB. Em conflito com a direção estadual do partido (leia-se, deputado federal Cléber Verde), o vereador da Vila Luizão já tem a carta de anuência para deixar o partido sem perder o mandato. O vereador ainda decide que caminho deve tomar para o próximo pleito. Ele garante que até agosto fecha com a nova legenda.

Baixa no PRB em São Luís II

VEREADOR_ANDERSON_MARTINSQuem também está saindo do partido de Cléber Verde é o primeiro suplente de vereador Anderson Martins. O suplente chegou a assumir a vaga por duas vezes e quase se tornou titular com a candidatura de Paulo Luiz a deputado federal. Anderson já tem casa nova praticamente acertada: o PCdoB, por onde pretende disputar em 2016 novamente. Cléber Verde deve buscar novos nomes para seu partido com as baixas.

Estudos e conselhos

Após críticas ao seu jeito atrapalhado com as regras da Assembleia Legislativa, o deputado Wellington do Curso (PPS) se justificou afirmando que não só estuda muito o Regimento Interno como está sempre recebendo dicas de ex-deputados experientes, como Nagib Haickel. Ajuda aí Nagiba!!

Sobre mudar o nome do Castelão 

edilazioPor falar em Nagiba, até o ex-secretário de esportes criticou no Twitter a ideia pífia do deputado Edilázio Júnior (PV) de mudar o nome do Castelão para Herbet Fontenele. Ideia que visa apenas aproveitar politicamente a comoção da sociedade pela grande perda. Fontenele merece todas as homenagens, mas esta não é a mais inteligente. Primeiro, que o povo continuará chamando o Castelão de Castelão e o homenageado não será lembrado. O melhor para o estádio seria incorporar o nome que já é oficial ao Complexo esportivo: do grande Canhoteiro, lenda do futebol maranhense. Aliás, a proposta de Edilázio só serve mesmo para reabrir o debate sobre a retirada de nomes de pessoas vivas de prédio públicos, o que tem que ser efetivado!

Novo momento para São Luís

O deputado Othelino Neto (PCdoB) a realização dos festejos juninos em São Luís, de forma unificada em uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura, e a ação de recuperação asfáltica em vários pontos da cidade. “Isso é o fim da sabotagem à capital maranhense. O governador Flávio Dino é visto, constantemente, saindo da Prefeitura e caminhando até o Palácio dos Leões ou vice-versa”. Segundo Othelino, a Prefeitura de São Luís passou muitos anos sendo sabotada de forma vil e politiqueira, “simplesmente porque o prefeito Edivaldo Júnior não aceitou curvar-se ao mandonismo do grupo que governava ou desgovernava o Maranhão até o final do ano passado”. Para o deputado, é de suma importância para a capital esse trabalho conjunto entre governo e município.