Felipe Camarão afirma que volta às aulas na rede pública estadual será presencial

O Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, afirmou que as aulas serão retomadas em fevereiro no regime presencial. O Maranhão está entre os Estados da federação que não exigirão passaporte de vacinação para acesso às unidades de ensino da rede pública estadual.

“Até o momento a previsão é que as atividades escolares sejam presenciais, conforme art 2º do Decreto nº 35.587/2020. No entanto, a Seduc está atenta ao monitoramento da situação sanitária da Covid-19 e Influenza, realizado pelo governo estadual”, afirma o secretário.

Desde o início da pandemia no Brasil, em março de 2020, o Governo do Estado do Maranhão já adquiriu mais de 200 mil chips com pacote de dados para estudantes da rede pública estadual. O estado, porém, apresenta elevado déficit de cobertura digital.

“Como qualquer outra variante, a Ômicron acaba sendo sim uma ameaça, no entanto, considerando o avanço da imunização pela vacina, inclusive entre crianças e adolescentes, o que minimiza significativamente o risco de agravamento em caso de contaminação, além da manutenção e reforço dos protocolos sanitários, acreditamos que aos poucos conseguiremos retornar à “normalidade”, afirma o secretário Felipe Camarão.

A Seduc vem acompanhando periodicamente a frequência e participação dos estudantes nas unidades de ensino público no estado. O objetivo é identificar o possível abandono escolar ao longo do ano em curso e realizar intervenções para evitar a evasão.

A busca ativa escolar tem sido a estratégia utilizada pela Secretaria de Educação para conter a evasão escolar, mais acentuada desde o início da pandemia. De acordo com dados divulgados pelo INEP, relativos ao período de 2018/2019, a taxa de evasão no ensino médio no Maranhão era de 12,3%.

A busca ativa realizada pela Seduc vem sendo mediada entre gestores escolares e familiares por meio de contato direto, visitas residenciais, campanhas de rádio, carreatas pelos bairros, cartazes entre outras ações. “Esse é um processo permanente que em 2022 será terá ampliação a partir do que será discutido e sistematizado durante a Jornada pedagógica”, assinala o secretário Felipe Camarão.

Felipe Camarão oficializa em carta desistência de candidatura ao governo

Como o blog já havia anunciado diversas vezes, o Secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão, confirmou a informação e declarou oficialmente que desistiu da pré-candidatura a governador pelo PT.

Na carta, ele declara apoio a pré-candidatura do vice-governador Carlos Brandão, que disputará a reeleição.

Há quem diga que o ensaio da pré-candidatura de Camarão ao governo estadual foi uma estratégia estabelecida pelo governador Flávio Dino para afastar o Partido dos Trabalhadores (PT) do projeto do senador Weverton.

Felipe aceitou o jogo de Dino e lançou sua pré-campanha, que não cresceu e, muito menos, teve apoio da própria militância petista. Perdeu tempo de sua pré-candidatura a deputado federal.

Agora o atual chefe do executivo estadual tenta mostrar que o projeto do seu sucessor ganhou mais um reforço. Porém, todos sabem que eram cartas marcadas e nada soma-se a pré-campanha do tucano.

Felipe Camarão volta para a disputa de deputado federal

Como publicado pelo blog, o atual secretário de Educação, Felipe Camarão, já abdicou da sua candidatura ao Governo e deverá concorrer ao mandato de deputado federal.

Nesta segunda-feira, o próprio secretário sacramentou a retomada para buscar vaga na Câmara Federal em suas redes sociais: “Que tal o federal da educação?”.

Felipe Camarão pede para adiar decisão de Flávio Dino

Nesta quinta-feira, 04, o secretário de educação do Maranhão, Felipe Camarão, realizou o ato “Avante, Maranhão!”, que marcou a sua pré-candidatura pelo Partido dos Trabalhadores para disputar o cargo de governador do estado nas eleições de 2022.

“Nós não cremos que o governador Flávio Dino vai escolher o nome agora no mês de novembro. Nós, do PT, conversamos com os outros partidos, signatários também da carta, como o PCdoB, o PSB, e acreditamos que o governador irá fazer essa escolha apenas no ano que vem. E acreditamos que cumprimos muitos dos requisitos estabelecidos na carta-compromisso”, disse Camarão.

Felipe quer ganhar tempo com o grupo e tentar se viabilizar pré-candidato a governador e ser o escolhido pelo governador Flávio Dino.

Felipe Camarão ganha terreno de Brandão na base governista

O secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão (PT) já é tratado com status de pré-candidato ao governo do Estado.

Com mais brilho e leveza do que o sisudo vice-governador Carlos Brandão (PSDB), ele deixou seu nome à disposição para disputar.

Nas últimas semanas, membros do PT que antes estava alinhados com Brandão e agora defendem Camarão como candidato do grupo.

Eles revelam que o secretário de Educação do governado Flávio Dino (PSB), pode estar sendo preparado para a retira do nome do tucano do cenário político.

Camarão, durante Conferência do PCdoB, voltou a ser tratado como pré-candidato ao governo.

Pesquisa Escutec divulgada no sábado (02), Câmara começa a aparecer enquanto  vice-governador encolhe.

Brandão ainda não conseguiu digerir o lançamento, mesmo que de forma não oficial, da pré-candidatura de Felipe.

A pré-candidatura de Felipe Camarão vem sendo construída pelo próprio Dino nos bastidores.

Felipe Camarão coloca seu nome à disposição na disputa pelo Governo do Estado

Em entrevista ao programa Ponto Continuando, da Rádio Educadora AM 560, o secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, colocou seu nome à disposição na disputa pelo Governo do Estado.

Felipe mudou de discurso após dirigentes do PT, anunciaram apoio a ainda embrionária pré-candidatura do secretário ao Palácio dos Leões. Antes ele tinha como projeto principal disputar o cargo de deputado federal.

O fato gerou indignação junto ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB) que, inclusive, tinha declaração de apoio de alguns petistas, como Augusto Lobato, ainda presidente estadual da sigla.

“Eu sou um homem de missão, sou um amigo leal, fiel do governador Flávio Dino. Sou um cumpridor de missão e estou a disposição. Estou a disposição do PT, acho que o PT tem tamanho para pleitear espaço na chapa majoritária, encabeçando, inclusive, essa chapa majoritária. Acho que o cenário estadual ainda está muito aberto. Tenho convicção da eleição do presidente Lula. Eu estou a disposição do Flávio, estou a disposição do partido para disputar qualquer mandato. Estou aqui para cumprir missão, não importa, o que importa é ajudar o Maranhão. Estou à disposição, inclusive para compor uma chapa majoritária”, afirmou Camarão.

Felipe Camarão apresenta regras para retorno às aulas nas escolas da rede estadual

O Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão (PT) vem trabalhando na elaboração dos protocolos pedagógicos e sanitários que serão adotados pelas unidades escolares para a volta das atividades presenciais. O Governo do Maranhão anunciou o retorno às aulas nas escolas da rede pública estadual a partir do dia 2 de agosto.

“O reencontro da nossa comunidade escolar depois de quase um ano e meio distante por conta da Covid-19. Criaremos as condições necessárias e adequadas para que esse retorno seja seguro e tranquilo para todos”, disse Camarão em vídeo.

Nesta quinta-feira (22), a Seduc divulgou as “Diretrizes Pedagógicas para o retorno híbrido das escolas da rede estadual de ensino no Maranhão” e tem realizado uma série de debates com agentes e entidades educacionais para que este retorno às unidades escolares seja o mais seguro e adequado possível.

Na quarta-feira (21), a reunião liderada pelo secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, e equipe administrativa da Secretaria, foi com gestores e diretores de educação das 19 Unidades Regionais do Estado, momento em que foram apresentadas aos educadores tais Diretrizes Pedagógicas.

Durante a reunião, que aconteceu de forma virtual, Felipe Camarão enfatizou que o retorno das atividades presenciais nas unidades escolares públicas maranhenses acontecerá de forma gradual, iniciando pelas escolas com condições para a implementação dos protocolos de biossegurança. Dada a preocupação com a integridade física de estudantes e profissionais, o retorno ocorrerá no formato híbrido, intercalando momentos de atividades presenciais e não presenciais.

As Diretrizes Pedagógicas tratam ainda das orientações para a construção da rotina escolar – Plano Escolar, como podem ser melhor administradas as aulas híbridas em formato assíncrono e, principalmente, como acontecerá o acolhimento de toda a comunidade escolar, compreendendo estudantes, docentes e familiares.

Além dos debates com as instituições educacionais, a Seduc tem preparado materiais informativos e os denominados ‘kits Covid’, com itens de segurança, que estão sendo distribuídos a cada unidade escolar que retornará suas atividades no início de agosto.

“Estamos do mesmo time, do mesmo lado”, diz Felipe Camarão ao exaltar trabalho de Weverton

O secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão, participou nesta quinta-feira, 1º de julho, de uma live no município de Igarapé Grande com o governador Flávio Dino. Ao lado do prefeito da cidade e presidente da Famem, Erlanio Xavier, secretários e assessores municipais.

Durante sua fala, Felipe destacou o trabalho do senador Weverton e disse que “estamos no mesmo time, do mesmo lado”.

Na oportunidade, Erlanio também destacou o trabalho do secretário Felipe à frente da pasta, em especial com o programa Escola Digna, que tem transformado a educação no estado.

Após a live, a comitiva foi visitar escolas municipais e acompanhar de perto o progresso educacional na cidade, que é referência na região do Médio Mearim.

Maranhão ingressa com ação para garantir isenção de taxa de inscrição no ENEM a estudantes egressos da rede pública

Para garantir a isenção da taxa de inscrição a todos os estudantes egressos da rede pública do Maranhão no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), sobretudo àqueles que faltaram às provas na edição anterior do exame, o Governo do Estado ingressará com uma ação judicial contra o Governo Federal para que todos estudantes ausentes tenham acesso ao benefício, em virtude do contexto pandêmico vivenciado no País.

De acordo com a Portaria 428/2021/MEC, os estudantes que não compareceram para a realização das provas perderão o benefício da gratuidade para a próxima edição do ENEM, salvo se justificar a sua ausência, por meio de atestado médico ou outro documento oficial que comprove a impossibilidade do seu comparecimento.

Para o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, essa medida tem caráter duplamente punitivo ao estudante que obteve a isenção do pagamento e que, em função do contexto vivenciado, não conseguiu comparecer à avaliação no ano anterior.

“O MEC/INEP, mais uma vez, prejudica os estudantes oriundos de escolas públicas e impede aqueles que faltaram ao ENEM 2020, que teve a maior abstenção da história, devido ao difícil momento pandêmico que o mundo atravessa, de pedir a isenção para o ENEM 2021. Um completo desgoverno! Entraremos com uma ação contra o Governo Federal para garantir a isenção para todos os estudantes egressos da Educação Pública no Maranhão”, justificou.

Na ação, o Governo do Estado também ressalta que a manutenção da medida publicada em portaria ministerial infringe princípios básicos como o da razoabilidade e o da equidade, pois desconsidera a realidade vivenciada por milhões de estudantes que estiveram impossibilitados de participar do certame no ano anterior.

“No Maranhão, a educação é prioridade porque o Governo do Estado compreende que esse é principal caminho para reduzir as desigualdades sociais e transformação da vida das pessoas, por isso lutaremos para garantir esse direito a todos os estudantes maranhenses”, explicou Felipe Camarão.

Felipe Camarão confirma filiação no PT

Em entrevista ao quadro ‘Bastidores’, do jornal Bom Dia Mirante, da TV Mirante, nesta segunda-feira, o secretário de Educação do Maranhão, Felipe Camarão, afirmou que vai protocolar seu pedido de filiação ao Partido dos Trabalhadores (PT).

O secretário também anunciou em seu Twitter que o pedido de filiação ao PT deve ser feito na tarde desta segunda-feira (7).