Parque Empresarial irá gerar 2 mil empregos em Timon

Prefeito Luciano Leitoa assina escritura para instalação das empresas. Parceria entre prefeitura e governo.

Prefeito Luciano Leitoa assina escritura para instalação das empresas. Parceria entre prefeitura e governo.

O timonense terá mais ofertas de emprego – nos próximos dias deverão se instalar na cidade 15 empresas que atuarão no Parque Empresarial. A estimativa é que sejam gerados mais de 2 mil empregos nas áreas têxtil, alimentícia, metalurgia, laticínios e outras. Nesta quinta-feira (12) foi realizada a assinatura de escrituração dos lotes para a implantação das empresas. Esse dia só foi possível através de esforços da Prefeitura de Timon que começaram há 3 anos e seguiram em parceria com o Governo do Estado. Este ofereceu incentivos fiscais aos empresários que se instalassem no parque.

A solenidade contou com a presença do prefeito de Timon, Luciano Leitoa, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Semdest), Victor Hugo Almeida, secretario de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, e demais autoridades.  Outras 40 empresas interessadas já apresentaram cartas consultas e estão em processo de análise. Em breve, a primeira empresa que se instalou no parque, a Distac Distribuidora, estará em funcionamento.

Além dos incentivos fiscais oferecidos pelo estado, as empresas também vão contar com o apoio da Prefeitura através da Semdest, que conseguiu implantar no município uma junta comercial, pois antes os empreendedores tinham que ir à Caxias e agora, graças ao empenho da Prefeitura, podem realizar todo o processo em Timon.

As vantagens que o parque empresarial oferece – c mo rodovia, aeroporto, ferrovia e energia de qualidade – foram ressaltadas pelo prefeito Luciano Leitoa, que acrescentou: “O parque oferece condições de confiabilidade aos empresários. A prefeitura mudou a realidade desse local que antes era um lixão e hoje é um grande polo de geração de renda e trabalho. Foram muitos esforços e dedicação até chegarmos aqui. Essas 15 empresas são bem vindas para se instalarem em Timon e somarem ao desenvolvimento econômico da nossa cidade,” concluiu Luciano.

Política maranhense em notas

Eliziane quer “todos contra Edivaldo”

fabioelizianeA deputada federal Eliziane Gama disse que irá visitar todos os pré-candidatos que fazem oposição ao prefeito Edivaldo. A ideia, segundo ela, é “construir pontes para o debate cívico”. Claro, o debate cívico entre eles e todos contra o atual prefeito. Eliziane espera um pacto de não agressão com os adversários fazendo com que eles sirvam indiretamente como seus “laranjas” batendo no prefeito e ninguém a coloque contra a parede ou exponha suas contradições. Espera, não?

Mas a realidade é outra

candidatosmenoresPelo que apurou o Blog, pelo menos dois pré-candidatos que estão mais abaixo não pretendem centrar fogo somente em Edivaldo e deixar Eliziane tranquila. A leitura que eles têm da pesquisa Escutec e de outras pesquisas internas é que Eliziane tem tendência de queda e é nesse espaço que podem crescer. Já Edivaldo, se mantém estável e em uma média que deve lhe garantir o segundo turno. A briga então de Fábio Câmara, Rose Sales e Wellington do Curso é para aproveitar a tendência de queda de Eliziane para “tomar” votos dela e tentar chegar ao segundo turno. Uma missão difícil, mas a única chance. A não ser que sejam, de fato, candidatos apenas de apoio à popular-socialista.

PSDB na vice quase certo

elizianepintoJá estão muito adiantadas as negociações entre a pré-candidata a prefeita Eliziane Gama e o PSDB. Os tucanos deverão indicar o vice na chapa da popular-socialista. O deputado federal João Castelo praticamente já “tirou o time de campo” e terá compensações em caso de vitória de Eliziane em outubro. O nome mais cotado para vice é do suplente de senador Pinto Itamaraty. A composição já é dada como certa nos bastidores das duas legendas. Tudo amarrado com as direções nacionais dos partidos.

Retaliação de Eliziane a Luciano Leitoa

lucianoleitoaO senador Roberto Rocha (PSB-MA) afirmou em entrevista ao blog do Ludwig que o PPS está rejeitando a pré-candidatura do prefeito de Timon à releição por conta do veto de Luciano Leitoa à filiação de Eliziane Gama ao PSB. Rocha afirma que nada tem a ver com a situação. “O prefeito Luciano vetou a candidata e é natural que agora muitos quadros do PPS rejeitem uma aliança automática com a candidatura dele, em Timon. É inevitável também que seus adversários explorem essa situação. Mas daí a atribuir a mim essas dificuldades, vai um longo caminho que só a má-fé de alguns pode explicar”. Ele também negou influenciar no PSDB de Timon.

Edinho volta ao palanque

edinhobarreirasApós participar de sua primeira disputa eleitoral em 2014, quando foi candidato a governador do Estado, o derrotado Edinho Lobão voltou à cena política em Barreirinhas. Ele participou do lançamento da pré-candidatura de Albérico Filho à prefeitura daquele município. O ex-prefeito é o candidato sarneysta ao cargo. Também participaram do ato os deputados estaduais Adriano Sarney e Elilázio Júnior (ambos do PV).

Lula fala sobre o desafio

lulaentrevistaO novo secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, concede entrevista nesta terça-feira (3) ao programa Avesso, da TV Guará. Lula abre o verbo sobre os desafios à frente da gigantesca máquina da saúde estadual, a perseguição da qual passará a ser alvo por parte do grupo de Ricardo Murad e as metas para reverter o quadro da saúde no estado.

Marcelo Coelho defende mandato de Luciano Leitoa no PSB

marcelocoelhoO secretário estadual de Meio Ambiente, Marcelo Coelho, um membro importante do PSB e inclusive indicado para a pasta pelo senador Roberto Rocha, defendeu peremptoriamente o mandato do presidente estadual do PSB, Luciano Leitoa. Vale recordar que Rocha tenta uma intervenção nacional para tomar o PSB maranhense de Leitoa.

Marcelo afirmou que o mandato de Luciano como presidente da legenda é legítimo e não tem porque encerrar. O secretário também entende que é momento de unidade na legenda e uma intervenção só causará mais atrito. “Eu acho a discussão sobre intervenção inócua. O presidente do diretório estadual foi eleito e tem mandato até 2017. É descabido tentar tirar um presidente do partido. É hora é da gente se unir e caminhar juntos. É uma grande oportunidade de fazer uma prefeitura da capital e ampliar no interior”.

Defesa da candidatura de Bira

Marcelo Coelho também defendeu a candidatura de Bira do Pindaré como candidato a prefeito pelo PSB. Para o secretário, os socialistas não podem perder a grande oportunidade tendo um candidato com este potencial. “O partido é privilegiado por ter nomes para o município. O Bira do Pindaré mostrou na secretaria de Ciência e Tecnologia que tem condição de ser um bom administrador para a cidade de São Luís e formar uma boa equipe. O PSB tem um bom quadro. Chegou a hora de debater. Essa situação está causando desgaste desnecessário. Se a direção nacional bem pensar, temos a oportunidade de ter um candidato com potencial de ir para o segundo turno, para o debate final. Então, não podemos perder uma oportunidade como esta. Temos um Senador, 15 prefeito prefeitos, deputados estaduais, deputado federal. Então precisamos nos fortalecer”.

Luciano afirma que é “totalmente compatível” ser prefeito e presidente de partido

lucianoleitoaO prefeito de Timon e presidente estadual do PSB, Luciano Leitoa, respondeu às declarações do senador Roberto Rocha, de que ele não poderia ser presidente do partido por ser prefeito e “por estar focado em sua reeleição e nas complexidades da gestão de seu município”.

“Ser prefeito é uma coisa e ser dirigente partidário é outra. Sabemos que estar à frente de partido tem muitas atribuições, mas é uma situação totalmente compatível. O maior exemplo, mesmo eu não querendo me comparar com ele, é o Eduardo Campos, que se tornou presidente nacional quando se lançou candidato a governador de Pernambuco. O próprio Miguel Arrais, foi governador e presidente. Quem colocou, não quero crer que tenha sido o senador, não conhece a história do PSB”, afirmou.

A confusão continua grande dentro do PSB.

Luciano Leitoa convida Roberto Rocha para debater suas intenções dentro do partido

lucianoleitoaO prefeito de Timon e presidente estadual do PSB, Luciano Leitoa, publicou carta na qual trata da tentativa do senador Roberto Rocha de intervenção no diretório estadual da legenda. Rocha estaria tentando por cima o controle do partido no Maranhão. Luciano convidou o senador para participar da reunião do partido no próximo sábado (30) e, “diante de dirigentes, militantes e movimentos organizados, exponha sua posição e faça valer seu direito de discordar”.

“Não há ambiente mais propício para se debater o partido e seus rumos do que ao lado de quem o constrói verdadeiramente. Ao manter-se ausente do convívio partidário, de sua rotina e dos seus espaços deliberativos, o senador abre mão, antes de um direito, de um dever”, afirmou o prefeito.

Na carta, Leitoa lembrou a trajetória do PSB no Maranhão e do respeito à democracia interna como marca do partido. “Tenho procurado, ao longo do nosso mandato à frente do PSB, alimentar a democracia interna do partido ouvindo nossas bases, dando espaço aos movimentos organizados e, principalmente, buscando a construção coletiva de um partido que esteja a serviço do nosso povo e de nossa sociedade, e jamais a reboque de um projeto político pessoal”, alfinetou.

O presidente do PSB exemplificou lembrando que ele sacrificou a eleição de Rafael Leitoa a deputado estadual para se dedicar às eleições de Roberto Rocha a senador e Zé Reinaldo a deputado federal por um projeto de eleição de Flávio Dino governador com um senador aliado. Quando Zé Reinaldo e Roberto Rocha disputavam a indicação ao Senado, Leitoa ajudou na articulação dando bases em Timon para Zé Reinaldo ser candidato a deputado federal. Zé Reinaldo, Flávio Dino e Roberto Rocha tiveram ampla votação em Timon. Com o compromisso, o grupo de Leitoa não pode trocar apoio com candidatos a deputado federal e os votos de Rafael Leitoa ficaram muito restritos a Timon e região.

Luciano lembrou ainda da célebre frase de Eduardo Campos que ganhou manchetes em todo o país. Se fosse ele presidente, ““o senador Sarney seria oposição os 4 anos”.

Zé Reinaldo barra manobra de Roberto Rocha para tomar o PSB

zereinaldolucianoO deputado federal José Reinaldo Tavares, que estava de malas prontas para o PHS, decidiu permanecer no PSB. Tavares decidiu permanecer no partido, com a anuência da direção nacional e a garantia de que o partido segue como está no Maranhão.

O movimento de Tavares foi uma rasteira nos planos do Senador Roberto Rocha, que já contava com o comando do partido no estado. Aliado do presidente da legenda no estado, Luciano Leitoa, Zé Reinaldo segurou o partido na base de sustentação do governo Flávio Dino, com o prefeito de Timon no comando.

O próprio ex-governador afirmou categoricamente ao Blog do Gilberto Léda que sua permanência no PSB passou pela manutenção da direção estadual do partido. “Pediram que eu ficasse para ajudar a manter o Luciano no comando do partido no Estado. E é claro que isso é um fator importante politicamente para nós do PSB e também para a manutenção do apoio do PSB ao governo Flávio Dino”, explicou.

Luciano Leitoa reforça base na Câmara de Timon

Luciano Leitoa e seu mais novo aliado, vereador Torquato

Luciano Leitoa e seu mais novo aliado, vereador Torquato

O pré-candidato a prefeito de Timon e deputado estadual Alexandre Almeida (PSD) sofreu um grande revés político na cidade. O prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB), mostrou habilidade e trouxe para sua base o único vereador que era aliado do deputado estadual. Dr. Torquato (PR) passa a integrar a base de apoio de Leitoa.

Torquato foi o oitavo vereador mais votado no município em 2012, com 1.598 Votos. Com a aquisição, Leitoa passa a ter uma base de 14 vereadores da situação, em uma Câmara de 19 parlamentares. Os outros cinco de oposição são aliados de Socorro Waquim. São eles Tales Waquim, Torres, Itamar Barbosa, Marco Lago e Biu.

O reforço político de Luciano também está na aliança com partidos. Hoje, o atual prefeito está com 15 partidos que deverão estar em sua coligação.

E Almeida está cada dia mais preocupado com a falta de sustentação política.

Política maranhense em notas

Estratégia para não ser preso

ricardoA exoneração de Ricardo Murad do cargo de secretário está, de fato, diretamente ligada às denúncias publicadas neste Blog (relembre), mas como estratégia para evitar a prisão do ex-secretário de Saúde. Nos bastidores do meio jurídico, os rumores são de que como foi revelado o uso do cargo para benefícios políticos e há indícios de crimes em Coroatá, a Polícia Federal poderia pedir a prisão preventiva de Ricardo para que ele não atrapalhe as investigações. Com ele fora do cargo, o argumento não caberia. Vale lembrar que o Senador Delcídio do Amaral foi preso hoje (25) justamente com o argumento de estar utilizando o cargo para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

Pagamento a médico morto

ricardoComo recordar é viver, vale lembrar que um grande escândalo da gestão foi descoberto pela secretaria de Transparência e Controle do estado. A gestão Murad pagou por supostas cirurgias realizadas no Hospital Macrorregional de Coroatá pelo médico Luís Alfredo Neto, após sua morte, no valor de R$ 200 mil. Luís Alfredo foi vítima de latrocínio na porta de sua casa, no dia 9 de novembro de 2014. Porém, fatura apresentada de uma das OSCIPS responsáveis pela administração dos hospitais estaduais durante a gestão Roseana Sarney, mostra o nome do médico na lista do corpo técnico de cirurgias realizadas entre 16 de novembro e 15 de dezembro de 2014.

Mais explicações sobre PPA

rogeriocafeteiraO deputado Rogério Cafeteira deu mais explicações sobre o o Plano Plurianual 2016/2019 nesta quarta-feira (25). Dos R$ 420 milhões questionados por Adriano Sarney, R$ 190 milhões estão previstos para a pagamentos de débitos da dívida ativa que chegam a quase R$ 1,5 bilhão, e assim, o governo fará a securitização de pelo menos 15%. Outros R$ 100 milhões serão utilizados para depósitos judiciais, visto que há precatórios que esperam mais 4 anos para serem pagos. Já R$ 130 milhões restantes farão parte da repactuação na negociação da folha de pagamento junto às instituições financeiras.

TJ mantém ilegalidade da greve

O TJ decidiu, por unanimidade, nesta quarta-feira (25), pela manutenção da ilegalidade da greve dos servidores do Judiciário e o retorno imediato dos grevistas ao trabalho. A decisão colegiada julgou o Agravo Regimental interposto pelo Sindjus e manteve a determinação do desembargador Jamil Gedeon, no julgamento de Ação Civil Pública, com pedido de liminar. O movimento foi deflagrado no dia 13 de outubro de 2015. Ontem, os grevistas estiveram na Assembleia Legislativa e conversaram com o presidente em exercício do Legislativo, Othelino Neto, e o deputado Zé Inácio.

Internet de R$ 4 milhões

lucianoleitoaO deputado Alexandre Almeida fez nova denúncia sobre a administração do prefeito Luciano Leitoa (Timon). Segundo o deputado, relatório do TCE demonstra que o contrato com a empresa Tekynik, para prestação de serviços de internet ao município, foi superfaturado em mais de 60%. A prefeitura de Timon já pagou a Tekynik mais de R$ 4 milhões de reais, quando o valor correto, segundo Almeida, seria de R$ 1,8 milhão.

O que fizeram com Cutrim

O deputado federal Waldir Maranhão (PP) passou uma rasteira no deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB). Os dois que mantinham uma parceria desde as eleições e na ocupação de espaços, estão de relações cortadas. Cutrim não quer nem ouvir falar em Maranhão. Os dois dividiram indicações de cargos de livre nomeação no Cintra. Mas, com o controle da direção, Maranhão foi aos poucos substituindo os indicados do comunista e hoje só tem o pessoal dele nos cargos. O que fizeram com Cutrim não se faz!

Timon: Alexandre lidera, mas ainda é cedo para comemorar

Blog do Marcelo Vieira

Alexandre tem liderança ainda não consolidada em Timon

A situação de Alexandre Almeida em Timon é semelhante à de Eliziane Gama em São Luís, liderança que tem que ser comemorada com extrema cautela. A segunda pesquisa de intenções de voto para prefeito em Timon mostrou o deputado Alexandre Almeida (PTN) à frente do prefeito Luciano Leitoa em todos os cenários. No melhor deles, o parlamentar tem 54,5% contra 31 pontos do prefeito.

Apesar da diferença de mais de 20 pontos, a situação de Alexandre não é tão confortável. A disputa é contra o prefeito que detém o poder de fogo da maquina pública e ainda falta mais de um ano pra o início da campanha. Vale Lembrar ainda que o prefeito Luciano conta com o apoio do Governo do Estado.

Neste final de semana, o governador Flávio Dino esteve em Timon com sua comitiva, onde visitou obras do governo no município, como o programa “Mais Asfalto” que  contempla 16 km de ruas asfaltadas com investimentos do Estado no valor de R$ 4 milhões. Ao todo, 12 bairros de Timon serão beneficiados por este convênio e 18 vias serão recuperadas.

Entre outras obras do governo em Timon, estão a reforma e ampliação do Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco, o Ginásio Francisco Carlos Jansen, que receberá investimentos do governo por meio de uma emenda do deputado Rafael Leitoa para que no local seja construído um grande centro de esportes de Timon, referência para toda a região.

Continue lendo aqui.

Roberto Rocha, Luciano Leitoa e Bira participarão do funeral de Eduardo Campos

Eduardo Campos levou Roberto Rocha para o PSB em 2011

Eduardo Campos levou Roberto Rocha para o PSB em 2011

O candidato ao Senado pela Coligação Todos Pelo Maranhão, Roberto Rocha (PSB), vai estar presente no velório e no enterro de Eduardo Campos, que faleceu na manhã da última quarta-feira (13), em acidente aéreo. Roberto Rocha representará a coligação, que tinha o apoio de Eduardo. O presidente estadual do PSB, Luciano Leitoa, o e o deputado estadual Bira do Pindaré também estarão na despedida de Eduardo. O funeral deve ocorrer neste sábado (16), em Recife.

Eduardo seguia para Santos (SP), para cumprir agenda de campanha, quando o avião arremeteu e caiu sobre área residencial. Todos os passageiros da aeronave morreram na queda.

O velório será no Palácio do Campo das Princesas, e o corpo de Eduardo Campos será enterrado no mesmo túmulo do avô, o ex-governador Miguel Arraes, no cemitério de Santo Amaro, na zona norte de Recife.