Prefeito de Santa Inês ficará no PT para disputar a reeleição

Ednaldo assume mandato pelo PT e fica na legenda

Ednaldo assume mandato pelo PT e fica na legenda

Mais um delírio do ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad. Através das redes sociais, Murad afirmou que o prefeito recém empossado de Santa Inês, Ednaldo Lima, estaria sendo cooptado pelo PCdoB. O deputado Zé Inácio (PT) afirmou ao titular do Blog que nesta segunda-feira (22) conversou com o prefeito e Dino – como é conhecido o novo chefe do Executivo – garantiu que permaneceria na legenda.

“Dino me garantiu que nunca houve nenhuma conversa para filiação no PCdoB. Ele, assim como o PT, tem ótima relação com o governo, mas não existe essa história de filiação ao PCdoB. Ele está muito focado no mandato e será cumprido pelo PT”, afirmou o parlamentar.

Com grande visibilidade por conta do caso Ribamar Alves em Santa Inês e chegando ao poder, Ednaldo deve buscar a reeleição no município. E irá para a disputa pelo PT.

Ricardo Murad constrange o genro

ricardosousaA presepada de Ricardo Murad nas redes sociais pedindo para o Tribunal de Justiça soltar o prefeito Ribamar Alves, acusado de estupro de uma jovem de 18 anos, causou constrangimento ao próprio genro, o deputado Sousa Neto (PROS).

Neto estava diariamente fazendo duros discursos contra Ribamar Alves, exigiu que o vice-prefeito assumisse o mandato e comemorou quando Ednaldo foi empossado. O genro de Ricardo Murad disse que foi feita justiça com a posse de Dino e criticou a postura da Câmara Municipal em defender o prefeito acusado de estupro.

O deputado foi surpreendido com o texto do sogro, pedindo para que seu maior adversário político seja solto e reconduzido ao cargo. O deputado do PROS não pode falar nada nesta segunda-feira (22).

Política maranhense em notas

Uma responsabilidade que os bancos se eximem

rogeriocafeteiraO deputado Rogério Cafeteira (PSC) lembrou bem nesta quinta-feira (18) o tamanho da responsabilidade dos bancos nos constantes assaltos a agências bancárias no interior do estado. Muito se cobra da segurança pública enquanto os bancos lucram milhões e não investem em segurança. Isto porque é mais barato o seguro do que investir vigilância. “Em nenhuma agência do interior tem nenhum vigilante e nenhuma monitoração. Agora vejamos, será que os bancos com recordes de lucro, todos os anos, não poderiam manter sua segurança e contribuir? Não. Mas sabe por que, deputada Andréa? Porque para eles é mais lucrativo deixar explodir uma agência, não respeitando a vida dos cidadãos dessa cidade, no momento em que eles focam apenas o lucro. Então os bancos têm uma grande culpa nesse índice de explosões a bancos. Não só aqui no Maranhão, no Brasil inteiro”, afirmou.

Santa Inês com prefeito

prefeitosantainesDesde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (18), a cidade de Santa Inês já tem prefeito. O vice finalmente assumiu após determinação judicial. Ednaldo Lima assume o mandato, mas ainda em um clima de muita insegurança administrativa no município. Muitos falam em uma grande reforma e mudanças na equipe até em cargos menores. Até para a economia da cidade não travar, comerciantes pedem para que o prefeito empossado não realize mudanças até o próximo mês, logicamente, até todos receberem seus salários no final do mês.

Sousa Neto não será candidato

sousanetoO deputado Sousa Neto (PROS), que faz política em Santa Inês, tem levado o assunto da conjuntura do município diariamente para a tribuna da Casa. Questionado pelo Blog sobre o novo quadro eleitoral e sua provável candidatura a prefeito, Sousa garantiu que não será candidato. Mas ainda aguarda o desenrolar dos fatos para se posicionar sobre quem apoiará. O genro de Ricardo Murad afirma que tem gratidão e dívida de lealdade com a família Bringel, com a qual fez parceria nas eleições. Porém, a pré-candidata Vianey Bringel está filiada agora ao PSDB, partido da base de apoio ao governo Flávio.

Blocos da Assembleia oficializados

Levi PontesForam publicadas nesta quinta-feira (18) as formações dos Blocos da Assembleia Legislativa. O Blocão, como o Blog já havia adiantado, ficou com 24 deputados. E o deputado Levi Pontes (SD) ficou com a liderança do maior Bloco da Casa, o “Unidos pelo Maranhão”. O bloco de oposição será liderado por Andrea Murad, a bancada do PV por Adriano Sarney, o bloquinho será liderado por Josimar de Marnhãozinho e a bancada do DEM não teve publicação sobre a liderança.

Espaço nas comissões

O Blocão terá amplo domínio tanto para a próxima Mesa Diretora quanto para as comissões. Ainda existe uma dúvida se o Blocão terá cinco ou seis membros na Mesa. Mas com a maioria absoluta, deve fazer prevalecer a interpretação de que tem direito a seis membros. Cada um dos demais Blocos terá direito a um indicado cada. Para as comissões, o Blocão presidirá quatro e os outros Blocos terão direito a uma comissão cada.

DEM e Bloquinho

cesarpiresO DEM acabou ficado isolado por conta da disputa entre os dois deputados do partido: César Pires e Antônio Pereira. Pires garantiu que não ficaria no mesmo Bloco que Eduardo Braide e não aceitou ficar no Bloquinho. Antônio Pereira não queria o Blocão, portanto, o partido ficou só. Existe grande possibilidade de Pires mudar de legenda com a abertura da janela para trocas partidárias. Com a saída do DEM, o Bloquinho que esperava ter nove deputados, ficou com sete: Josimar, Vinícius Louro, Eduardo Braide, Carlinhos Florêncio, Cabo Campos, Stênio Resende e Wellington do Curso.

Beneficiado com convênio em Coroatá doou R$ 65 mil à campanha de Sousa Neto

sousanetoO representante legal da empresa TAC – Transporte e Construções Ltda, Roberto Ferreira, efetuou a doação de R$ 65 mil para a campanha eleitoral do deputado Sousa Neto (PTN). A princípio, não parece nada demais. Porém, a empresa TAC foi contratada para realizar as obras de estradas vicinais do convênio com a Sedes que repassou R$ 1,4 milhão à prefeitura de Coroatá no período vedado pela Justiça Eleitoral.

Leia também: Governo Roseana fez repasse milionário à prefeitura de Coroatá em período vedado

A Sedes liberou de uma vez só R$1,4 milhão, dia 18 de setembro de 2014, para a prefeitura comandada por Teresa Murad, mulher do ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, e sogra do deputado Sousa Neto.

No dia 1º de outubro, quatro dias da eleição, Roberto Ferreira transferiu os R$ 65 mil para a conta de campanha do deputado do PTN. Coinscidência?

doacaosousaneto

Construtora do hospital fantasma doou para campanhas de Andrea e Sousa Neto

sousaandreaA empresa Ires Engenharia Comércio e Representação, que recebeu R$ 4,8 milhões para a construção de um hospital fantasma em Rosário, foi uma das doadoras de campanha dos deputados Andréa Murad e Souza Neto, filha e genro, respectivamente do ex-secretário de saúde, Ricardo Murad, justamente quem geriu a licitação e os pagamentos da empresa que recebeu estes R$ 4,8 milhões e aplicou apenas R$ 591.074,00 em terraplanagem.

Segundo as prestação de contas disponível no TSE, doou R$ 60 mil para a filha de Ricardo Murad e de R$ 40 mil para o genro.

O contrato suspeito do hospital fantasma faz parte do montante de mais de R$ 240 milhões pagos no fim do governo de forma irregular, sem a devida autorização do BNDES. Esses pagamentos, essas irregularidades causaram a paralisação, até pouco tempo, de todas as obras feitas com recursos do BNDES.

O caso é investigado pela Polícia Civil do Maranhão, como parte de uma série de inquéritos que podem ser abertos diante de outras suspeitas de desvios de recursos do empréstimo do BNDES.

Doação da Iris para campanha de Andrea

Doação da Iris para campanha de Andrea

Doação para Sousa Neto

Doação para Sousa Neto

Após dura de Roseana, muradistas colocam “panos quentes” na crise

Roseana pediu pra Ricardo para amenizar crise

Roseana mandou Ricardo para amenizar crise

A dupla muradista na Assembleia Legislativa, Andrea Murad e Sousa Neto, amenizaram o clima tenso do partido. A ex-governadora Roseana Sarney enquadrou Ricardo Murad para que seu genro e sua sobrinha amenizassem o clima de embate com Roberto Costa na Assembleia e parem de chamar atenção para a crise interna do partido. Ricardo acirrou o clima na esperança de tomar o controle do partido.

Na sessão de ontem, os muradistas demonstraram que assimilaram as cobranças de Roseana e deram um breve trégua à disputa. Andrea subiu à tribuna para dizer que respeitava o ponto de vista de Roberto Costa e o tinha como amigo de muitos anos. Mas manteve o posicionamento de que o prefeito de Bacuri deveria ser expulso do partido. Ele voltou a cobrar posicionamentos sobre as próximas eleições, mas de uma forma muito mais sutil.

“Não sabia que o prefeito Nixon era aliado do deputado Roberto Costa. Peço desculpas nesse sentido, mas continuo com o meu posicionamento de que o exemplo nós precisamos dar […] Respeito muito o senador João Alberto, um homem que admiro e que leva esse partido há muitos anos no Maranhão, que tem toda a legitimidade para exercer o papel que exerce dentro do PMDB, mas acho que temos que olhar para os políticos, temos que dar mais valor aos políticos internos, aos políticos do partido. […] Todos têm problemas, mas grupo é grupo. Eu não acredito que grupo seja bando, eu acredito que grupo na hora da dificuldade se dá as mãos”, cobrou.

Via Facebook, Ricardo Murad havia escrito que a debandada do PMDB “se deve à insatisfação de todos pela maneira como o PMDB vem sendo dirigido no Estado”.

Em entrevista a jornalistas, Sousa Neto mudou completamente o discurso do grupo, afirmando que o esvaziamento “é natural. Aconteceu isso quando a governadora perdeu em 2006 para Jackson Lago. Mas depois da própria insatisfação da base governista, voltaram. Agora, a governadora está retornando a vida pública e as coisas vão se acertar”, apostou.

Política maranhense em notas

TJ também derruba factoide de Andrea Murad

A decisão do desembargador Paulo Velten foi fundamentada em precedente do Supremo Tribunal Federal.A tentativa da deputada Andrea Murad (PMDB) de liminar no Tribunal de Justiça para barrar a licitação das OSCIPs da secretaria de saúde foi negada pelo desembargador Paulo Velten. Ele alegou que as OSCIPs existem para para desempenhar atividades de interesse público ou para executar serviços públicos sociais, também chamados serviços não exclusivos do Estado, como, por exemplo, o serviço público de saúde. Velten afirmou que a Constituição Federal estabelece que as ações e serviços de saúde são de relevância pública, devendo a sua execução ser feita diretamente (pelo Estado) ou através de terceiros, e, também, por pessoa física ou jurídica de direito privado. E conclui que, pelo que consta nos autos, o edital contempla um procedimento de escolha permeado por critérios objetivamente definidos, muitos dos quais extraídos da própria Lei 8.666/93 – Lei das Licitações.

Combate ao analfabetismo 

????????????????????????????????????

O governo do Maranhão deu um passo importante para o combate  mais uma mazela do Maranhão que coloca o Estado entre os com os piores índices de desenvolvimento: o analfabetismo. Foi dado início nesta segunda-feira (4), às ações do Programa ‘Alfabetiza Maranhão’, que visa corrigir o fluxo de estudantes com distorção idade/série não alfabetizados. O programa terá ações nos sistemas municipais de ensino, incluindo os 30 municípios maranhenses com baixos IDHs. As atividades serão realizadas em turno regular de ensino e atenderão a mais de 6.207 estudantes do 3º ano do Ensino Fundamental, não alfabetizados.

E agora, Alexandre Almeida?

sousanetoO deputado Souza Neto confirmou na sessão desta segunda-feira (4) que assumiu o comando estadual do PTN e ainda anunciou que o partido deixa o bloco governista e passa a integrar a oposição. A saída ainda não foi oficializada e no Diário oficial da Assembleia, o PTN ainda faz parte do Bloco Parlamentar Democrático. Não se sabe ainda como será isso na prática, mas o deputado Alexandre Almeida, outro parlamentar da legenda, não está gostando nada da decisão do novo presidente, que sequer o comunicou da mudança. Começou autoritário o genro de Ricardo Murad.

Rogério critica falta de explicação de Andrea

Rogerio Cafeteira - crédito agência ALEMAAo invés de explicar o uso do helicóptero alugado pelo estado em campanha eleitoral, Andrea Murad preferiu atacar o jornal O Imparcial. Rogério Cafeteira (PSC) se solidarizou com o veículo e destacou que a imprensa é livre e lamentou as críticas descabidas e a falta de respeito da deputada. Ele voltou a questionar a peemedebista para responder a denúncia e lembrou que ao contrário do que a oposição havia dito, o contrato do governo com a empresa PMR foi auditado e condenado ainda no governo Roseana, ao contrário do que falara minutos antes Andrea Murad, ao dizer que o atual governo era responsável pela auditoria.

Clima na câmara Municipal esquenta

manoelregoO ano pré-eleitoral tende a esquentar o debate na Câmara municipal de São Luís. Nesta segunda(4) a troca de farpas foi áspera entre o neo-oposicionista Manoel Rego (PTdoB) e o vice-líder do governo, Ivaldo Rodrigues (PDT). Manoel chegou a chamar Ivaldo pra briga e o vereador Chaguinhas (PSB) acalmou os ânimos. A oposição agora formada por Fábio Câmara (PMDB), Rose Sales (sem partido) e Manoel Rego (PTdoB) tem engrossado o coro contra o prefeito Edivaldo no Plenário Simão Estácio da Silveira e a tendência é mais acirramento ainda no debate.

Osmar pede asfalto na Vila Brasil

OsmarFilhoO vereador Osmar Filho (PSB), protocolou requerimento pedindo a realização de serviços de terraplanagem e aplicação da camada asfáltica nas ruas Cinco, da Esperança e do Sítio, ambas localizadas no Bairro Vila Brasil. Osmar Filho disse que a Vila Brasil cobra urgência nos serviços no bairro, pois centenas de pessoas estão sendo prejudicadas com a buraqueira que tomou conta das ruas, causando sérios danos à saúde e prejuízos materiais aos motoristas que trafegam na área.

Ricardo Murad usou helicóptero também para campanha de Sousa Neto

Do Blog Marrapá

10494609_1479597268984473_3828515829395521378_nO ex-secretário de Saúde Ricardo Murad usou pelo menos duas vezes um helicóptero pago com recursos do governo estadual para participar da campanha do genro Sousa Neto (PTN).

A aeronave de prefixo PP-MRF, fretada para socorrer emergências médicas, se deslocou à principal base eleitoral do então candidato a deputado estadual no dia e hora da inauguração do primeiro comitê dele em Santa Inês.

Na sessão legislativa dessa terça-feira, o deputado estadual Rogério Cafeteira (PSC) denunciou que Murad fugiu com vários contratos da Secretaria de Saúde, por isso a demora na divulgação das auditorias realizadas na pasta.Segundo os mapas de voos da PMR Taxi Aéreo, o helicóptero fez voos entre Coroatá, Santa Inês e São Luís em 9 de agosto de 2014. Na data, Ricardo e a esposa, a prefeita de Coroatá, Teresa Murad, participaram do ato eleitoral do genro-candidato.

“É porque simplesmente um deles é o da PMR justamente. Esse contrato foi tirado, foi surrupiado de dentro da secretaria, assim como outros”, denunciou o líder do governo.

Genro de Ricardo Murad declara não ter nenhum bem e não gastará nada na campanha

Sousa Neto declarou não possuir nenhum bem e gasto zero na campanha

Sousa Neto declarou não possuir nenhum bem e gasto zero na campanha

O paupérrimo genro do supersecretário de Saúde, Ricardo Murad, simplesmente não possui nenhum bem e tem limite de gastos de campanha de R$ 0,00. Sousa Neto é casado com Tatiana Murad, uma das filhas de Ricardo. Já a outra filha do secretário, Andrea Murad, que também é candidata a deputada estadual, declarou limite de gastos de R$ 5 milhões e bens de 195,5 mil.

Sousa Neto foi secretário de Esportes e Juventude e, por último, assessor especial de monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas do governo Roseana Sarney. 

Já declarou não ter nenhum centavo em conta e que não gastará nada com a campanha, estará irregular se distribuir um santinho sequer.