Política maranhense em notas

Ribamar Alves e Roberto contra Luciano

ribamarrobertoA retaliação ao presidente estadual do PSB, Luciano Leitoa, na destituição da comissão municipal do partido, não partiu exclusivamente do senador Roberto Rocha. Quem também esteve jogando duro contra Leitoa junto à direção nacional foi o prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves. O problema deriva do mês de fevereiro deste ano, quando foi acusado de estupro. O PSB segurou por mais de uma semana seu posicionamento, mas depois de muita discussão, decidiram lançar uma nota recomendando a suspensão da filiação de Alves até o julgamento. Roberto convenceu Ribamar de que este foi “sacaneado” por Leitoa no caso.

Lista de Sarney negada 1

annagraziellaO ex-senador José Sarney e a ex-governadora Roseana Sarney se reuniram com o presidente interino Michel Temer. E para a surpresa do presidente interino, estavam nada mais, nada menos do que com uma lista de quem eles queriam ocupando os cargos federais federais no Maranhão. Sarney queria mudar mesmo os cargos que já haviam sido definidos pelo próprio Temer. Uma das indicações era ex-secretária chefe da Casa Civil, Anna Graziella, para comandar a EBC no Maranhão.

Lista de Sarney negada 2

sarneyroseanaSarney e Roseana ouviram um sonoro não. Michel disse que o acordo com o grupo Sarney era o Ministério de Meio Ambiente e foi cumprido. Quanto aos cargos federais, afirmou que estas decisões passam pelos diretórios estaduais dos partidos. Ou seja para discutir os cargos no Maranhão, deveria haver discussão com o senador João Alberto, presidente estadual da legenda. Saíram de mãos abanando.

Lobo x Carcará

edinhonotrePor falar em João Alberto, o suplente de Senador Edinho Lobão ficou uma fera com o presidente estadual do partido. Tudo porque Alberto estava organizando as inserções do PMDB e chamando os expoentes do partido para gravarem os VTs que irão ao ar na TV. Mas Edinho não estava satisfeito apenas com sua parte e disse que como era senador, queria todos os horários. Carcará disse que ele teria apenas seus 30 segundos e a orientação nacional ainda era para dar preferência às lideranças municipais por conta das eleições. Edinho ficou furioso e o clima foi tenso entre os dois.

Incoerência custa caro

IMG-20160525-WA0001_resizedTeve uma repercussão muito negativa nas redes sociais a foto da deputada Eliziane Gama (PPS-MA) aos sorrisos com o ex-prefeito João Castelo, a quem ela criticava muito durante sua gestão à frente da prefeitura de São Luís. Os internautas mostraram boa memória ao lembrarem e questionarem muito a incoerência. A já tradicional foto de Eliziane segurando um adesivo de carro escrito “Caostelo” bombou em comentários de redes sociais. Crítica ferrenha de petistas por conta da Lava Jato, Eliziane também foi criticada pela companhia de Aécio Neves, um dos campeões de escândalos da Lava Jato. Eliziane entrando no “esquema do Aécio” também foi muito citado.

Mágoa com Castelo

neto retuitaO secretário estadual de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, mostrou a mágoa com o ex-prefeito João Castelo por ter traído a proposta de candidatura própria para apoiar a deputada Eliziane Gama. Neto retuitou – o que no Twitter significa concordar com a ideia – postagem deste Blog mostrando o profundo sono de Castelo durante sessão da Câmara. Neto havia afirmado em setembro de 2015 que se não fosse candidato apoiaria Castelo, de quem foi candidato a vice em 2012 (relembre). Confirmou que está magoado.

 

Assis Filho no comando da Empresa Brasil de Comunicação (EBC)

assisjoaoalbertoO voto do deputado federal João Marcelo (PMDB-MA) contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff já rendeu frutos ao Senador João Alberto (PMDB-MA). Após a exoneração do aliado de Hildo Rocha (PMDB-MA) da EBC (Empresa Brasil de Comunicação), o presidente estadual do PMDB emplacou o aliado. Hildo votou a favor do impedimento de Dilma.

Assis Filho, aliado fiel de João Alberto e Roberto Costa será o novo superintendente Regional da EBC (Empresa Brasil de Comunicação).

O novo superintendente ocupava o cargo de presidente da Fundação Ulysses Guimarães. Com a mudança, deve assumir a Fundação a vice-presidente, Tágide France, que ficou conhecida pelo confusão com o vereador Fábio Câmara.

Comissão do Impeachment formada; João Alberto e Roberto Rocha são suplentes

robertojoaoO PT confirmou seus nomes para a comissão do impeachment do Senado. Com a confirmação do partido, estão definidos os 21 membros do colegiado e os suplentes.

Dos três senadores do Maranhão, dois foram confirmados como suplentes. João Alberto (PMDB) foi indicado pela bancada do PMDB e Roberto Rocha (PSB) pela bancada composta por PSB, PPS, PCdoB e Rede.

Os nomes apresentados pelos partidos precisam ser ratificados pelo plenário do Senado, em eleição marcada para a próxima segunda-feira (25).

Confira a lista completa:

IMG-20160422-WA0002

Política maranhense em notas

Folha destaca que Flávio mudou o placar

folhaimpeachmentA Folha de S. Paulo destaca a mudança do “placar do impeachment” e mostra que a oposição não tem mais o número de votos para o impeachment. A matéria da Folha mostra que a oposição perdeu dois votos: Waldir Maranhão (PP-MA) e Clarissa Garotinho (PR-RJ) que saiu de licença-maternidade. Waldir mudou o voto por apelo político pessoal de Flávio Dino, segundo a Folha. Os dois são adversários da família Sarney, que é favorável ao impeachment. O deputado ainda conseguiria levar mais 10 deputados do PP com ele contra o impeachment da presidente.

Flávio se reúne com Dilma

flaviobrasiliaAlém de articular votos com deputados, o governador maranhense se reuniu com a presidente da República para tratar do andamento do projeto contra o golpe. Segundo o governador, a presidente está confiante que entre sábado e domingo irá reverter para a posição anti-impeachment a “onda” contrária dos últimos dias, que faz o governo temer o “efeito manada” a favor da sua destituição.

Maior trabalho pelo Maranhão

Pelos próximos dois dias, o governador faz o trabalho mais importante para o Maranhão em Brasília. No atual momento, muito mais importante do que ficar assinando documentos no Palácio dos Leões, Flávio tem que garantir que não ocorra o golpe que levará Michel Temer e José Sarney ao poder e leve a um boicote violento contra o Maranhão pelos próximos três anos. Caso Temer chegue ao poder, aí é que as BRs irão virar estradas de barro e o Maranhão não terá nada do governo federal.

PT maranhense reage contra “deputados golpistas”

direcaoestadualptO diretório estadual do PT do Maranhão reagiu contra os deputados maranhenses que votarão a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Em comunicado aos diretórios e comissões municipais, a direção estadual recomendou que não fossem celebradas alianças que favoreçam a reeleição dos “deputados golpistas”. Ou seja, o PT não irá se aliar a candidatos a prefeito que votam em deputados federais a favor do impeachment. O PT diz que é uma forma de “reafirmar um projeto democrático e popular liderado pelo PT”.

Marlon Reis sobre corrupção

marlonreisO juiz federal Marlon Reis, idealizador do Ficha Limpa, radicado no Maranhão, voltou a mostrar coerência sobre a crise política no país. Através das redes sociais, lembrou que o ideal seria o julgamento dos processos de abuso de poder econômico nas eleições presidenciais. O que, em caso de condenação, cassaria a chapa Dilma-Temer ao invés de um mandato sem votos ao vice-presidente. “Qualquer que seja o resultado da votação de domingo, a decisão não diminuirá a corrupção no Brasil. Melhor seria o julgamento dos processos em curso, inclusive o que discute abuso de poder econômico nas eleições presidências. Novas eleições representam a única solução verdadeiramente democrática para a grave crise política”, afirmou.

João Alberto segue pró-Dilma

joaoalbertojoaomarceloA ex-governadora Roseana Sarney está furiosa com o senador João Alberto (PMDB-MA). Acampada em Brasília como articuladora pró-impeachment, Roseana não conseguiu o voto de João Alberto e do filho, deputado federal João Marcelo (PMDB-MA). João Alberto mandou recado e garantiu que fica a favor de Dilma até o fim. João Marcelo está posicionado contra o impeachment e, segundo o pai, assim votará no domingo.

Combate aos assaltos a ônibus

Foto1_HandsonChagas - São Luís passa a contar com batalhão exclusivo para combate de assaltos a ônibusO Batalhão Tiradentes, mais novo grupamento da Polícia Militar do Maranhão, iniciou este mês um trabalho especializado no combate aos assaltos a ônibus. Diariamente, 100 policiais atuam na região metropolitana, em áreas mais vulneráveis aos roubos, e direcionam a atenção ao público usuário do transporte coletivo. Em duas semanas de trabalho, o Batalhão Tiradentes já apreendeu 500 armas brancas, quatro armas de fogo, um simulacro e encaminhou 20 pessoas para a delegacia. Além disso, foram apreendidas 30 trouxas de substâncias semelhantes a crack e 47 papelotes de maconha. Mais de 15 mil pessoas foram abordadas. O Batalhão executa patrulhamento prioritariamente nas paradas de ônibus.

Peemedebistas do Maranhão “batem cabeça” sobre Dilma; ou não…

sarneyroseana

Os caciques do PMDB maranhense se dividem com relação ao rompimento do PMDB com o governo Dilma e o impeachment da presidente. O maior símbolo da posição dúbia do grupo é os posicionamentos divergentes de José Sarney e da filha Roseana Sarney. Será de fato autonomia e divergência ou o velho jogo de manter um pé de cada lado esperando qual será o melhor?

O oligarca José Sarney – segundo João Alberto – é contra o rompimento e o impeachment de Dilma. O gesto de Sarney de não ter comparecido à reunião do rompimento indica uma posição, de fato, favorável a Dilma. Todos os caciques a favor da presidente não foram ao evento.

Mas Roseana Sarney esteve presente e foi uma fervorosa defensora da saída do partido da base governista, mesmo tendo tido o PT como apoio decisivo para seus dois últimos mandatos. Ao ser questionada sobre a posição do Clã, a ex-governadora negou que a posição seja a mesma do pai: “lá em casa todo mundo tem autonomia”.

João Alberto e, consequentemente, o deputado federal João Marcelo e o deputado estadual Roberto Costa são a favor da permanência do PMDB no governo Dilma. O senador disse que os filiados André Campos e Arnaldo Melo não irão entregar os cargos.

A família Murad critica duramente a presidente e defende a queda. Ricardo Murad publicou texto nas redes sociais  condenando a posição do PMDB maranhense. Em discurso nesta quarta-feira (30), a deputada Andrea Murad (PMDB) disse que a presidente Dilma “está acabando com o país”. “O Brasil afundando, todo mundo que votou na Presidenta Dilma hoje decepcionado, se perguntando o que vai ser do Brasil no futuro, vendo tudo acontecer e não ter perspectiva de uma melhora”, esbravejou a deputada contra a presidente.

E fica a pergunta se o partido realmente está dividido e batendo cabeça ou não tem confiança na queda de Dilma e se mantém nos dois lados. Porque esse é o Modus Operandi Sarney de fazer política.

Política maranhense em notas

Roseana apoia debandada

roseanamichelA ex-governadora Roseana Sarney afirmou ao Estadão que o PMDB saiu do governo Dilma “na hora certa”. Mais uma vez a ex-governadora mostra o gene Sarney de fugir na hora que mais convém. “Estou acompanhando o partido. Está no timing certo. Era uma questão só de decisão”. Mas sempre oportunista, desconversou ao ser questionada se Dilma deveria ou não sofrer impeachment. “Ainda não avaliei. Mas o que o partido decidir, estarei junta”. Roseana é altamente cotada para assumir um Ministério em um provável governo Michel Temer.

E João Alberto não

joaoalbertoJá o senador João Alberto não quer saber de perder as “boquinhas” no governo Dilma. Presidente do PMDB no Maranhão, João Alberto disse que a legenda no estado permanece na base de apoio da petista. Carcará afirmou que quem quiser ficar em cargos federais irá continuar. “Eu sou contra o impeachment e o presidente Sarney também. Essa é a posição dele”, disse o senador.

DNIT garante recuperação da BR a Flávio

Fotos_01_Karlos Geromy_29_03_2016_Reunião DENIT-2O governador Flávio Dino recebeu, na manhã desta terça-feira (29), o coordenador geral de manutenção e restauração do DNIT, Fábio Pessoa, e o superintendente, Maurício Itapary. Na pauta, a restauração, recuperação e duplicação da BR-135, além do reparo da BR-222. Segundo Pessoa, o DNIT teve um problema com o consórcio responsável pelas obras, o que acarretou na deterioração do asfalto de vários trechos da estrada. “O cronograma que era previsto para restauração da pista teve um atraso e foi isso que motivou a restauração do contrato, que já foi até rescindido”. Ele disse que já conta com duas equipes fazendo manutenção, até o final desta semana serão quatro, e até na próxima semana serão oito equipes trabalhando na manutenção do trecho.

Ivan Sarney volta às urnas

ivansarneyO ex-presidente da Câmara Municipal de São Luís, Ivan Sarney, deverá voltar a disputar uma cadeira na Câmara Municipal nas eleições deste ano. Ivan está filiado ao PTB, partido comandado no estado pelo deputado federal Pedro Fernandes. Ele passou um tempo como diretor institucional na Assembleia Legislativa do Maranhão. Com a perda de espaço na Assembleia, ele sai da acomodação e vai tentar recomeçar carreira político-eleitoral.

Seminário para partidos políticos

treNesta quarta-feira (30), das 9h às 17h, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão recebe representantes de partidos políticos para atualizá-los quanto a temas relacionados às Eleições de 2016, sobretudo as recentes alterações na legislação e as conseqüências práticas disso. O evento ocorrerá no plenário Ernani Santos da sede do órgão. De forma didática e simples, membros da Corte e servidores tratarão sobre registro de candidaturas, inelegibilidades, prestação de contas, propaganda eleitoral e reforma com o objetivo de contribuir para o bom andamento destes processos durante o pleito.

Eles não sabiam o que faziam

protestolitoraneaA avalanche de críticas nas redes sociais ao fato de Michel Temer estar próximo de assumir a presidência da República, mostra o quanto os que pediam com tanto afinco o impeachment da presidente Dilma estavam alheios ao contexto geral e os desdobramentos da decisão. Parece que apenas hoje descobriram que quem vai comandar comandar o país é Temer, Sarney, Eduardo Cunha e Renan Calheiros com a leniência do PSDB. Vale lembrar  que o próximo da linha sucessória é o presidente da Câmara, Eduardo Cunha. O futuro tenebroso que espera o país é justamente esse!

Sarney visita PMDB e endossa apoio a João Alberto

sarneyO oligarca José Sarney visitou a sede do PMDB na tarde desta sexta-feira (6). O ex-presidente da República chegou de surpresa na sede do partido e encontrou lá Fábio Câmara, Nina Melo, João Marcelo e Soliney Silva.

Sarney afirmou apoiar o senador João Alberto no comando da legenda e mandou um duro recado a Ricardo Murad. “Queiram ou não o PMDB continuará a ser conduzido pelo senador João Alberto no Maranhão. Quem estiver insatisfeito, terá que continuar se submetendo ao comando do Senador”, afirmou o líder do Clã.

Nem o maior líder do grupo que deixou o Maranhão com os piores índices de desenvolvimento do país aceita os destrambelhos de Ricardo Murad. Que fase!!!

Roberto Costa ressalta que eleição do PMDB teve participação de 80% dos aptos a votar

robertocostaO deputado estadual e líder do PMDB na Assembleia Legislativa, deputado Roberto Costa (PMDB), destacou, em sua fala na tribuna, na manhã desta terça-feira (03), a Convenção Estadual do partido, ocorrida na última sexta-feira (30).

“É com muita alegria que hoje venho ressaltar a Convenção Estadual do PMDB, ocorrida na última sexta-feira, na sede do diretório regional do partido. Destaco aqui também os quase 80% dos convencionados com direito a voto, presentes, além de delegados de todo o Maranhão, demonstrando sua confiança no partido”, disse.

O peemedebista frisou também a quantidade de votos para a chapa do senador João Alberto, com 95% dos votos. Para ele, grande votação demonstrou o prestígio do senador como liderança à frente do PMDB.

“Isto mostra a confiança e o prestígio do senador junto aos vereadores, prefeitos e demais lideranças do PMDB. Enfatizo também as presenças dos senadores Edison Lobão e Edison Lobão filho, da ex-governadora Roseana Sarney, dos deputados federais Alberto Filho e João Marcelo, além dos vereadores Fábio Câmara e Helena Duailibe, que vieram prestigiar o momento. Estas presenças também mostram que o trabalho que João Alberto desenvolve na legenda conquista a admiração de todos os militantes e líderes do PMDB”, afirmou.

João Alberto é reeleito e Hildo Rocha sai hostilizado da sede do PMDB

Final da apuração do PMDB foi tumultuada com discurso de Hildo Rocha

Final da apuração do PMDB foi tumultuada com discurso de Hildo Rocha

O Senador João Alberto foi reeleito presidente estadual do PMDB. A chapa foi eleita com 127 votos a favor, 2 nulos e 2 em branco. Após o anúncio do resultado, o deputado federal Hildo Rocha começou a discursar afirmando que a Ação na Justiça continuará, criticou João Alberto e foi várias vezes interrompido e vaiado pela Juventude do partido.

Após o discurso derrotado, Hildo foi repreendido pelo deputado estadual Roberto Costa, que lembrou da tentativa frustrada de intervenção da Executiva Nacional e judicialização da eleição. Um gaiato ainda gritou ao fundo: “eu não sabia que tinha PMDB nos Estados Unidos”. A candidata Andrea Murad, teve a chapa indeferida e passa uns dias em Orlado-EUA, mesmo com a eleição ocorrendo.

Ao sair da sede, Hildo Rocha ainda bateu boca com jovens e quase briga com um garoto.Ele saiu sob vaias. “Sai, Sai pra lá. PMDB não é Coroatá!”, gritaram os jovens. Hildo garantiu que continuará no partido.

Roseana e Lobão estão na chapa de João Alberto

roseanajoaoalbertoMuitos veículos – inclusive este Blog – haviam afirmado que a ex-governadora Roseana Sarney estava afastada do processo eleitoral do PMDB. Mas a “Branca” não só está apoiando a chapa de João Alberto como é membro da chapa.

Roseana e o senador Edison Lobão estão na chapa encabeçada pelo atual presidente do partido. E assinaram de próprio punho a participação na chapa. Mais uma mostra do isolamento de Murad.

Durante a coletiva desta terça-feira (27),João Alberto voltou a afirmar que o partido está à disposição de Roseana, caso ela queira ser candidata a prefeita. O hoje candidato único a presidente afirmou que a prioridade continua sendo candidatura própria, que pode ser de Fábio Câmara, ou até mesmo de alguém que ainda venha a se filiar. Mas reafirmou que Ricardo Murad não terá a legenda.