Honaiser reúne cadeias produtivas leiteira e psicultora no sul do estado

honaiserO secretário de estado da Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, cumpriu extensa agenda de trabalho no sul do estado no último final de semana. Na quarta (20) ele reuniu-se com integrantes das cooperativas de produtores de leite e de pescados de Balsas, além da Fapcen, entidade de pesquisa ligada ao setor produtivo da região. Em todas as rodadas de conversa o secretário ouviu as demandas das entidades e vai apresentá-las ao governador Flávio Dino.

As cadeias produtivas do leite e do pescado no sul do Maranhão tem a possibilidade de geração de centenas de novos postos de trabalho, além de movimentarem a economia regional, sobretudo de pequenos e médios produtores.

Já com a Fapcen a pauta foi a Agrobalsas 2016, maior feira agropecuária do sul do estado que movimenta milhões de reais em negócios ligados principalmente relacionados ao cultivo de grãos.

“A região sul do estado tem um potencial produtivo ainda maior do que o que se apresenta hoje. Além dos grandes produtores de grãos, temos também excelentes possibilidades com outras cadeias produtivas, como a o leite e da piscicultura. O governo Flávio Dino está atento a isso estamos trabalhando para contribuir firmemente na melhoria da produtividade na região”, disse Marcio Honaiser.

Governo do Maranhão enxuga a máquina administrativa

novossecretarios

Hoje (16) foram oficializadas as mudanças na estrutura do governo Flávio Dino. Os novos secretários tomaram posse em cerimônia no Palácio de La Ravardiére. O governador comentou as mudanças reafirmando o desejo de economia e mais agilidade nas soluções dos problemas.

“É um movimento com dois objetivos. o primeiro é diminuir gastos. Estamos em um ano de muitas dificuldades fiscais, que são notórias. E também o objetivo de maior eficiência. Estamos agregando setores com finalidades similares para ter maior velocidade nas políticas públicas” afirmou.

O governador uniu as secretarias de Comunicação e Articulação Política; Agricultura e Pesca; além de Cultura e Turismo. Os novos secretários serão, respectivamente, Márcio Jerry, Márcio Honaiser e Diego Galdino. Também foi criada a secretaria de Governo, cujo secretário será Felipe Camarão.

Flávio Dino anuncia Educação e mais três secretarias

Áurea Prazeres

Áurea Prazeres

O governador eleito, Flávio Dino (PCdoB) anunciou mais quatro secretarias na manhã desta quinta-feira (20). Uma das mais aguardadas, a secretaria de Educação, será comandada por Áurea Prazeres, do PDT, que trabalha na secretaria municipal de Educação de São Luís desde a gestão Jackson Lago. Atualmente ocupava o cargo de secretária adjunta de Ensino.

Além de Áurea, o PDT também foi contemplado com a secretaria de Agricultura. O empresário de Balsas, Márcio Honaiser, assumirá a pasta.

Márcio Honaiser. PDT emplaca três secretarias de peso

Márcio Honaiser. PDT emplaca três secretarias de peso

Honaiser foi cotado para ser vice na chapa de Flávio Dino. A articulação para ter o PSDB na chapa, acabou indicando Carlos Brandão para a vaga. O empresário do ramo da soja foi contemplado agora justamente na área que domina: a agricultura. De quebra, o PDT fica contemplado com Educação, Trabalho e Agricultura, três secretarias de peso.

Para a secretaria da Mulher foi anunciada a professora Laurinda Pinto e o geógrafo Gerson Pinheiro será secretário de Igualdade Racial. Pinheiro é vice-presidente do PCdoB no Maranhão.

Márcio Honaiser segue no projeto oposicionista

Em Balsas, Rochinha, Roberto Rocha, Mário Honaiser e Flávio Dino mantêm unidade da oposição

Em Balsas, Rochinha, Roberto Rocha, Mário Honaiser e Flávio Dino mantêm unidade da oposição

O empresário de Balsas, Márcio Honaiser (PDT), demonstrou que está superada a disputa pela vaga de candidato a vice-governador na chapa do pré-candidato Flávio Dino (PCdoB). Márcio acompanha Flávio durante este final de semana no AgroBalsas e se mantém aliado ao projeto eleitoral da oposição no Maranhão.

No ano passado, durante almoço com jornalistas, Honaiser disse que buscava a candidatura a vice, mas se esta não viesse não seria candidato a nada nas eleições de 2014. Como empresário bem sucedido, Márcio afirmou que a intenção da candidatura dizia respeito à melhorias para a agricultura, tecnologia e melhoria do escoamento da exportação, mas que os ideias seriam mantidos mesmo sem a candidatura.

Honaiser fez questão de que o convite a Flávio para participar do Agrobalsas fosse mantido e o tem acompanhado durante o evento para que Dino conheça as necessidades para o desenvolvimento da região. Ao lado do prefeito Rochinha (PSB), Honaiser foi o principal anfitrião de Flávio em Balsas.

Flávio elogia Honaiser, mas diz que conjunto de partidos decidirá o vice

Do blog do Djalma Rodrigues

flávio-dinoA presença do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi e demais membros da executiva nacional no Maranhão, não garantiu a vaga de vice-governador na chapa de Flávio Dino (PCdoB), apesar de toda a pressão. Durante o dia de ontem, grandes eventos tentaram mostrar a força da legenda e garantir o nome do empresário Márcio Honaiser na candidatura majoritária oposicionista. Porém o pré-candidato ao governo oposicionista, mais uma vez disse que a decisão será dos partidos que compõem o bloco.

Porém Flávio Dino não deixou de enaltecer a importância do partido. “O PDT deu um grande passo na medida em que se unificou. A direção estadual e a nacional apresentam um excelente nome que é o Márcio (Honaiser), evidentemente a minha atitude é receber e acolher com muito carinho e respeito e levá-lo ao conjunto dos partidos coligados. Não é uma decisão unilateral. Na próxima reunião vamos apresentar o nome do Márcio”, revelou Dino.

O ex-ministro Carlos Lupi, em tom de pressão afirmou mais uma vez que espera que seja consolidada a aliança com a indicação do pré-candidato a vice. De acordo com Lupi essa foi uma promessa de Flávio Dino. “Aqui estamos há muito tempo com Flávio Dino para governador. Essa semana o partido indicou. A nossa chapa é essa. Não existe possibilidade de o PDT não indicar o candidato à vice. Acredito na palavra do Flávio Dino”, declarou o ex-ministro.

Márcio Honaiser, que foi indicado a pré-candidato pelo PDT, explicou que a garantia da vaga na chapa majoritária se dá diante de um acordo celebrado com o PCdoB, em troca da abstenção de candidatura própria do partido. “Existe um entendimento que não é segredo e nem é chantagem. Desde o ano passado quando o Hilton Gonçalo, ex-prefeito de Santa Rita, tinha pretensão de ser candidato foi dito a ele que o nosso projeto era junto com o Flávio. Isso foi feito abertamente. Nós dissemos a ele que caso não pudéssemos marchar unidos ele poderia sair como nosso candidato”, declarou.

Quanto à possibilidade de rompimento, Marcio Honaiser foi categórico em afirmar que espera um entendimento. O empresário também declarou que espera que a oposição tenha maturidade para enfrentar a situação. “Eu sou um militante de mais de 30 anos do PDT nunca tive uma vaidade de querer ocupar algum cargo e as condições foram sendo criadas. Esperamos apenas essa discussão interna entre os partidos que apoiam o Flávio e o próprio PCdoB, se estão de acordo com a indicação. O rompimento ninguém sabe, estamos aguardando o entendimento. A gente espera ter maturidade de construir a unidade”, afirmou.

O secretário Nacional do PDT, ministro Manoel Dias, declarou que os estados têm autonomia para decidirem seus próprios rumos. No caso do Maranhão, o ministro afirmou que caso a aliança não se concretize e PDT maranhense tenha pretensão de concorrer com candidatura própria, ele terá todo o suporte do partido. “A nacional conta com o cumprimento do acordo feito em 2012, de indicação do vice. Acreditamos que o Marcio será o pré-candidato a governador. Se o partido entender que se não houver essa indicação deverá sair com candidatura própria, ele terá todo o apoio da nacional”, disse Manoel Dias.

O deputado federal Weverton Rocha acredita que o objetivo comum deve unir toda a oposição. Weverton também comentou que até o momento prevalece o acordo. “O PDT entende que devemos fazer uma grande coalizão de forças, unidas em um único objetivo. O PDT foi o primeiro partido a propor isso. Tanto que estamos levando o Flávio em todas as plenárias do partido, em todo o Maranhão. Entendemos que o partido tem todas as condições de estar na chapa majoritária. Até o momento nós estamos, quem vai dizer que a gente não vai estar é quem está querendo nos tirar e eu não sei se tem alguém querendo nos tirar. PPS e o PSDB ainda não vieram para a mesa de diálogo, mas se vierem serão muito bem-vindos”, defendeu o deputado.

Márcio Honaiser trabalha nome em São Luís e se fortalece para ser vice de Flávio

Márcio Honaiser trabalha para fortalecer seu nome na capital.

Márcio Honaiser trabalha para fortalecer seu nome na capital.

O empresário Márcio Honaiser (PDT), de Balsas, decidiu entrar no jogo de vez para ser o candidato a vice-governador na chapa de Flávio Dino (PCdoB). Neste final de semana, a agenda de Honaiser foi intensa em São Luís para superar um dos principais entraves, o pouco conhecimento de seu nome na capital e em toda região metropolitana.

Honaiser tem a seu favor para a indicação ser o preferido do deputado federal Weverton Rocha (PDT-MA). Para se fortalecer na capital, ele teve uma reunião descontraída e um longo bate-papo com a imprensa no último sábado (30), quando os jornalistas de São Luís conheceram um pouco mais da trajetória do dono da faculdade UniBalsas, da Lavronorte e empresário do agronegócio.

Questionado pelo titular deste blog se seria candidato a deputado estadual ou federal caso não fosse indicado a vice, Honaiser foi enfático ao afirmar que não. Só participaria da eleição para este cargo. Mas que iria militar para ajudar na eleição de Flávio Dino.

Antes do encontro com jornalistas, recebeu o título de sócio honorário do Clube dos Diretores Lojistas de Balsas na CDL.

Márcio Honaiser e Rosângela Curado são os mais cotados do PDT para a indicação.