Roberto Jefferson parte pra cima de Bolsonaro e constrange Mical Damasceno

O partido da deputada estadual, Mical Damasceno, PTB caminha para um possível rompimento com o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

O ex-deputado federal Roberto Jefferson, que tirou o partido no Maranhão do deputado federal Pedro Lucas por criticar Bolsonaro, emitiu uma nota contra o mesmo.

Em uma carta escrita do complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio, o ex-deputado federal Roberto Jefferson criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) pelo que ele descreve como “vício nas facilidades do dinheiro público”. Ele diz que ao se aproximar de figuras do Centrão, como o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e Valdemar da Costa Neto (PL), Bolsonaro cercou-se de “viciados” e, consequentemente, se tornou um deles: “Quem anda com lobo, lobo vira, lobo é. Vide Flávio”.

“O presidente tentou uma convivência impossível entre o bem e o mal. Acreditou nas facilidades do dinheiro público. Esse vício é pior que o vício em êxtase. Quem faz sexo com êxtase tem o maior orgasmo ou ejaculação que o corpo humano de Deus pode proporcionar. Gozou com êxtase, para sempre dependente dele. Desfrutou do prazer decorrente do dinheiro público, ganho com facilidade, nunca mais se abdica desse gozo paroxístico que ele proporciona. Bolsonaro cercou-se com viciados em êxtase com dinheiro público; Farias, Valdemar, Ciro Nogueira, não voltará aos trilhos da austeridade de comportamento. Quem anda com lobo, lobo vira, lobo é. Vide Flávio”, escreveu.

Jefferson diz ainda que o PTB deve ter candidatura própria no ano que vem, e orienta as lideranças do partido a convidarem o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) para disputar a presidência da República, contra o atual mandatário.

“Vamos convidar o Mourão. O PTB terá candidatura própria, quem sabe apoiamos o Bolsonaro no segundo turno”.

Agora a atual presidente estadual, Mical Damasceno, ver o seu tão adorado partido indo contra o seu presidente, e fica numa situação constrangedora. Ela seguirá a posição do seu partido ou seguirá o presidente?

Executiva estadual do PTB confirma apoio a Edivaldo

Reuniao__Partido_PTB_160416_ (1)A executiva estadual do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) anunciou neste final de semana, durante um café da manhã, o apoio ao prefeito Edivaldo. No evento, que contou com a presença da militância e dos pré-candidatos petebistas, foi ressaltado o reconhecimento da gestão desenvolvida por Edivaldo à frente da Prefeitura de São Luís.

O presidente regional do PTB, deputado federal Pedro Fernandes, afirmou que o momento histórico que o país atravessa reforça a exigência de que nas próximas eleições os candidatos sejam pessoas íntegras e idôneas. Citando o caos em que o prefeito Edivaldo encontrou a prefeitura em 2012, o deputado avaliou que mesmo com a atual crise econômica nacional e mundial, o prefeito vem realizando uma boa administração.

“Temos observado obras espalhadas por toda a cidade. Isso demonstra o compromisso de Edivaldo mesmo com todas as adversidades e a escassez no orçamento. Reiteramos hoje o nosso compromisso com o prefeito Edivaldo, que já apoiamos desde o segundo turno das Eleições de 2012. Um homem de caráter, o melhor para São Luís. O PTB irá às ruas pedir a reeleição de Edivaldo”, afirmou o deputado federal Pedro Fernandes.

Para o presidente da Juventude do PTB, o vereador Pedro Lucas, o carisma do prefeito Edivaldo e a sua habilidade de tratar com a politica também influenciaram na decisão da legenda de confirmar o apoio ao seu nome. “Nosso diretório municipal optou por apoiar a reeleição do prefeito Edivaldo, porque acreditamos que ele pode fazer muito mais por São Luís”, disse o vereador.

AVANÇOS

Em seu pronunciamento, Edivaldo falou da trajetória de sua administração e destacou os avanços em todas as áreas na capital. Dentre as obras citadas por Edivaldo estão o maior programa de urbanização na cidade, a construção e recuperação de praças, a construção de canais e galerias, as obras de ampliação do Hospital da Criança, os incentivos aos pequenos negócios no campo, a publicação do inédito edital de licitação do sistema de transportes urbanos e combate à insegurança alimentar, entre outras ações. O prefeito Edivaldo também agradeceu ao PTB pela confirmação do apoio à gestão.

“Fico honrado em ter meu nome lembrado por este partido histórico, formado por pessoas sérias, que acreditam na minha administração. Feliz em saber que posso contar com a militância do PTB, que estarão engajados em nosso projeto, a fim de que possamos avançar e ações e tornar São Luís uma cidade com mais qualidade de vida”, enfatizou Edivaldo, acompanhado da primeira-dama Camila Holanda.

Prestigiaram  o evento, a prefeita de São Vicente Ferrer, Maria Raimunda Araújo Sousa; o presidente municipal do Partido Republicano (PR) s secretário de articulação política da Prefeitura de Sâo Luís, Hélio Soares; a liderança comunitária do Coroadinho, Agnaldo Colins, e ainda vereadores e pré-candidatos a vereador em São Luís.

Radialista Helena Leite se filia ao PTB

helena leiteA radialista Helena Leite se filia na tarde desta segunda-feira (14) ao PTB, partido do vereador Pedro Lucas Fernandes, da base aliada do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. A “Rainha do Rádio” irá concorrer a uma vaga na Câmara Municipal de São Luís em 2016.

Helena é responsável pelo Boi da Pindoba e líder com força na cultura popular de São Luís, apresenta o programa Canta Maranhão, na rádio Difusora AM ao lado dos radialistas Juarez Sousa e Joel Jacinto.

É mais uma representante da imprensa nas eleições 2016.

Política maranhense em notas

PSB fará Encontro Estadual dia 29

psbNo dia 29 deste mês, o PSB maranhense realiza seu Encontro estadual em São Luís. Estarão presentes o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, e os governadores de Pernambuco, Paulo Câmara, e Maranhão, Flávio Dino. O partido ofereceu os cargos que possui na prefeitura de São Luís e dificilmente estará no palanque do prefeito Edivaldo. Os socialistas caminham para uma candidatura própria, provavelmente de Bira do Pindaré, ou apoio à candidatura de Eliziane Gama. Muito dividido entre suas principais lideranças, o PSB deverá demonstrar as forças de cada ala durante o Encontro. É aguardar pra conferir.

Não foi por falta de aviso

Logo após a filiação de Rose Sales ao PP, muito se questionou nos bastidores a real vontade do presidente estadual Waldir Maranhão de dar à nova filiada a condição de ser candidata a prefeita. Em conversa com jornalistas no comitê da Câmara Municipal, um jornalista questionou com ênfase: “mas vereadora, a senhora confia mesmo que o deputado Waldir Maranhão lhe dará legenda para ser candidata?”, já sabendo o histórico do progressista e tentando alertar a ex-comunista. Rose respondeu disse que estava confiante e que Waldir estava informado de que sua candidatura era irreversível. Agora, está vendo o resultado.

Prefeito da principal cidade beneficiada faltou

Foto3_KarlosGeromy - Linha Expressa MetropolitanaO prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, faltou ao lançamento da Linha Expressa feita pelo governador Flávio Dino nesta quarta-feira (19). Em seu lugar, o representou o vice-prefeito, Eudes Sampaio. Ribamar será a principal beneficiada com o novo sistema de transporte, pois a grande parte de sua população que trabalha em São Luís terá um transporte de qualidade, com conforto para o longo deslocamento. A assessoria de comunicação da prefeitura informou que o gestor está em São Paulo acompanhando o tratamento de saúde do filho.

PTB vai com Edivaldo

pedrolucasedivaldoO vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) disse nesta quarta-feira (19) a jornalistas durante o ato da Linha Expressa que “a executiva do partido já reuniu e decidiu que vai com Edivaldo Holanda”. A municipal do PTB é presidida por Denisson Costa, que tem estrita relação com Pedro Lucas. O vereador ainda disse estar confiante na vitória do prefeito.  “Vamos ganhar a eleição, ganhar bem. Estivemos com Edivaldo no momento de dificuldade e agora que ele se recuperou e vive um bom momento não termos motivos para abandoná-lo”.

Eliziane investe no PSDB

elizianepintoApoiada na relação com o PPS nacionalmente, a deputada Eliziane Gama investe para ter o PSDB em seu palanque nas eleições de 2016. Enquanto o prefeito Edivaldo garante partidos em sua aliança, a popular-socialista ainda não tem uma pequena legenda sequer para compor o seu projeto. Eliziane tomou café com o suplente de Senador Pinto Itamaraty em nova tratativa com tucanos. Pinto tem sido o responsável por articular acordos políticos dos tucanos em todo estado e é o presidente da legenda em São Luís. Gama sabe que a tarefa é difícil uma vez que o PSDB tem candidatos competitivos e uma candidatura própria tucana faz parte do projeto do presidenciável Aécio Neves.

O “Volta Sarney” 

A tirada abaixo é do ator Bruno Mazzeo, filho de Chico Anysio, sobre a faixa pedindo “Volta Sarney” durante os protestos do último domingo (16).

brunnomazzeo

Fusão DEM-PTB pode levar novo partido para chapa de Edivaldo em São Luís

Vereadores de DEM-PTB em São Luís: apoio do novo partido passa por eles

Vereadores de DEM-PTB em São Luís: apoio do novo partido passa por eles

Em entrevista aos Blogs Marrapá e Clodoaldo Corrêa neste final de semana, a deputada federal Eliziane Gama afirmou contar com o novo partido que será originado da fusão entre PTB e DEM. De fato, a proximidade nacional do DEM e o diálogo que tem tido com Pedro Fernandes (presidente estadual do PTB), indicam a aliança. Mas a organização passa pelo diretório municipal.

E justamente aí que entra a provável direção municipal do novo partido. E dos dois vereadores da nova legenda em São Luís: Pedro Lucas Fernandes (PTB) e Sebastião Albuquerque (DEM). Os dois são muito próximos a Edivaldo e tendem a apoiar o atual prefeito.

O PTB em São Luís é comandado por Denisson Costa, homem de confiança do vereador Pedro Lucas Fernandes. Já o DEM, é comandado hoje por Ricardo Guterres, que é contra a gestão Edivaldo.

Mas o peso dos dois vereadores no comando do partido no município será decisivo.

Manoel Ribeiro diz que sai do governo se vaga ao Senado não for do PTB

Glaucione Pedrozo, de O Imparcial

Manoel Ribeiro diz que governo tem discutir com a base sobre a vaga do senador e não empurrar de qualquer forma nomes

Manoel Ribeiro diz que governo tem discutir com a base sobre a vaga do senador e não empurrar de qualquer forma nomes

Quanto mais passa o tempo, mais cresce a indefinição quanto à decisão da vaga de senador e qual partido irá disputar a vaga, fatos estes que podem acabar terminando, inclusive em rompimentos na base governista. Isto pode ser compreendido, após a assertiva do deputado estadual Manoel Ribeiro (PTB), histórico aliado do grupo governista, que afirmou que o seu partido irá sim reivindicar a vaga de senador e caso não venha ao menos ser discutido o assunto, pode ocorrer uma cisão entre a legenda e o grupo.

“Vamos reivindicar a vaga. Abriremos mão somente se Roseana for à candidata, a não ser isso, temos que sentar, conversar e indicar o candidato”, se posiciona o parlamentar trabalhista.

O deputado disse ainda que, por a vacância do cargo ser senador Epitácio Cafeteira (PTB), a vaga, por consequência, seria do próprio partido. Manoel Ribeiro comentou que houve uma antecipação por parte de alguns partidos em lançarem candidaturas sem antes conversarem no grupo. “O problema é deles se eles se apressaram e se lançaram antes do tempo. Teriam que ver que, por exemplo, o senador atual da vaga é o Cafeteira. E se ele resolver disputar a eleição? Caso ele descarte essa hipótese, o partido vai indicar”, garantiu o parlamentar.

Manoel Ribeiro apontou também para uma possibilidade de divergências no grupo ao qual faz parte, caso o PTB não indique o candidato ao senado. O parlamentar acredita que a indicação do candidato do PTB ao senado demonstraria respeito pelo partido. “Há risco de ter divergências no grupo. A soberania do partido tem que ser respeitada. Se não respeitarem é que não querem respeito”, disse.

Mais um na briga: Hélio Soares também quer ser Senador pelo grupo Sarney

Com tantos "sem-voto" na briga, Hélio também quer ser candidato a Senador

Com tantos “sem-voto” na briga, Hélio também quer ser candidato a Senador

A guerra em virtude da vaga de Senador na chapa peemedebista rendeu muito debate nesta terça-feira (18) na Assembleia Legislativa do Maranhão. Hélio Soares (PMDB) disse novamente que seria pré-candidato ao Senado pelo partido. E com isso, é mais um na disputada briga pela vaga aberta pela governadora Roseana Sarney (PMDB) caso ela não esteja blefando quando afirma que saiu da briga.

Hélio quer contar com o apoio dos deputados para que o candidato saia da Casa. “Esta Assembleia aqui tem que se movimentar, senhor presidente, também puxando para que essa vaga saia daqui de um deputado estadual, por que não? O que nos falta para representar o nosso Maranhão no Senado? Pessoas capacitadas, aqui vários deputados com vários mandatos e uma experiência larga para representar o nosso estado no Senado Federal”, afirmou.

O deputado Jota Pinto (PEN) ainda brincou: “com tanto candidato sem voto, Vossa Excelência também pode ser”.

Ouvindo o deputado Manoel Ribeiro (PTB) apenas resmungar porque a vaga do Senado é de seu partido, já que hoje é ocupada por Epitácio cafeteira, o deputado Marcelo Tavares (PSB) defendeu o colega. “Acho uma indelicadeza por parte de vossas excelências não ouvirem o posicionamento do lúcido senador Epitácio Cafeteira. Eu não acredito que o PTB e que seus membros como o secretário Pedro Fernandes e o deputado Manoel Ribeiro vão ficar agachados diante dessa discussão”.