Secretários municipais não poderão ser candidatos em 2016

Segundo Lula Fylho, está acordado que batista e Helena não serão candidatos em 2016

Segundo Lula Fylho, está acordado que Batista e Helena não serão candidatos em 2016

O secretário de governo de São Luís, Lula Fylho, anunciou na Câmara Municipal de São Luís durante audiência que os secretários municipais da atual gestão já assumiram o compromisso com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) de não ser candidatos nas eleições de 2016. Ele garantiu que até mesmo quem tem mandato e suplente já se comprometeram em não disputar, como Helena Duailibe (saúde) e Batista Matos (comunicação).

“O prefeito Edivaldo colocou em reunião que qualquer secretário que quisesse concorrer em 2016 já deveria colocar o cargo em disposição. Se ninguém colocou, é porque aceitaram as regras. Para tirar dúvidas, conversei com os possíveis candidatos, inclusive vereadores de mandato e todos confirmaram que não serão candidatos em 2016 e aceitaram o desafio da administração” afirmou.

O debate na Câmara dizia respeito das criações das próximas subprefeituras e os vereadores estavam preocupados com a concorrência dos subprefeitos em suas áreas de atuação. Lula Fylho foi além, afirmando que não só os subprefeitos, mas todos os auxiliares de primeiro e segundo escalão já firmaram compromisso em não ser candidatos no pleito do ano que vem.

Notas desta segunda-feira (5)

dinheiro-voandoCaixa vazio

Diferente do que a mídia sarneysta propaga de “estado organizado” e “caixa cheio”, o novo governo encontrou apenas R$ 24 milhões em caixa. Somente de uma dívida de empréstimo para ser pago nos próximos dias que sabe-se-lá qual a destinação deste dinheiro.

Orçamento contingenciado

Um contingenciamento está sendo preparado pelo governo Flávio Dino. Como o atual governo só teve acesso aos dados do governo no dia 02, ainda está formulando o contingenciamento. As informações financeiras do governo deverão ser divulgadas em entrevista coletiva até o final desta semana.

 

Excesso de Terceirizações

Detran é uma farra de terceirizações irregulares

Detran é uma farra de terceirizações irregulares

O governo atual extinguiu 18 cargos das secretarias extraordinárias. Embora pareça que foram poucos cargos extintos, em vários órgãos existe uma proliferação de terceirização de mão de obra terceirizada. No Departamento Estadual de Trânsito, por exemplo, o contrato de terceirização tem uma sentença negativa de 2013 da Justiça do Trabalho com multa diária de R$ 10 mil por cada servidor contratado de forma terceirizada. A dívida já chega a R$ 1,127 bilhão. Também é terceirizado grande parte dos serviços da secretaria de Fazenda e até os monitores do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. O combate às contratações precárias será uma meta da nova gestão.

Prestigiado

possesecretários

Edivaldo empossa novos secretários

A posse do novo secretário de comunicação de São Luís, Batista Matos, foi muito prestigiada. O auditório da prefeitura ficou pequeno para tantas pessoas tentando acompanhar a posse. Os secretários João Batista de Sá Ayres (Meio Ambiente) e Marlon Botão (Cultura) também tomaram posse. Uma das propostas do secretário Batista Matos é trabalhar a comunicação participativa, aproximando a gestão da população. Também estiveram presentes na cerimônia, o secretário estadual, Márcio Jerry (Articulação Política), o senador eleito Roberto Rocha e o presidente da Câmara Municipal, Astro de Ogum.

Recuperando-se

cleideA Deputada Cleide Coutinho (PSB) informou recebeu o diagnóstico de lesão do manguito rotador síndrome do impacto no ombro esquerdo, cujo tratamento indicado é a sutura da lesão mais acromioplastia. Aos nossos leitores e à deputada nossas desculpas pela informação imprecisa, que agora corrigimos. Pela correção enviada, a Deputada que também é médica está se recuperando bem, pois assim que leu a notícia no blog ligou fazendo questão da imediata correção da informação.

Batista Matos assumirá a comunicação de São Luís

batistamatos-saoluisO prefeito Edivaldo Holanda Júnior anunciou o nome do suplente de vereador Batista Matos para assumir a secretaria de comunicação do município. O atual secretário, Robson Paz, assumirá a secretaria de comunicação do governo do estado.

Batista Matos é radialista, formado pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Atuou nos jornais O Estado do Maranhão, O Imparcial e nas rádios Mirante AM e FM Esperança.

Ainda na área de comunicação, também realizou trabalhos para a BBC (Londres), Rede Boas Novas, Jornal O Lance (RJ) e foi apresentador do Programa Marrapá (governo Zé Reinaldo), além de assessorias e consultorias no meio político e empresarial.

Batista Matos é militante nos movimentos comunitários e religiosos ligados a defesa da criança, tendo sido vice-presidente do Conselho Municipal da Criança e Adolescente (CMDCA). Também atua em ações de combate as drogas e a violência por meio do esporte e cultura.

Filiado ao PPS, foi secretário adjunto de esporte na gestão municipal anterior e atualmente exerce o mandato de vereador na Câmara Municipal de São Luís.

Mais uma vez, Batista Matos desmonta argumentos de Fábio Câmara

Com coerência Batista Matos rebate Fábio Câmara

Com coerência Batista Matos rebate Fábio Câmara

Quem foi ontem (23) à sessão da Câmara Municipal assistiu a dois grandes embates. Primeiro entre Beto Castro (Pros) e Pavão Filho (PDT) e principalmente o que envolveu os vereadores Batista Matos (PPS) e Fábio Câmara (PMDB).

O parlamentar do PPS destacava as intervenções do Secretário Canindé Barros (SMTT) no trânsito de São Luís e criticava as obras inacabadas da Via Expressa e Quatrocentenário, do governo do Estado. Defensor do governo Roseana Sarney e Ricardo Murad, Fábio criticou Batista Matos por nunca ter criticado a prefeitura sobre os problemas da educação da capital e somente defender o prefeito Edivaldo (PTC), depois de ter sido aliado de João Castelo (PSDB) e ainda alegou que o vereador do PPS lhe pedia consultas no governo do Estado.

Batista Matos lembrou o vereador do PMDB que, ainda em 2013, quando sequer estava na câmara, ele organizou uma comissão de pais para pedir tanto o retorno do programa Leite na Escola, como o cumprimento da carga horária nas escolas em que os alunos estavam saindo mais cedo por estarem com a carga reduzida. “Fiz isso sem precisar agredir o prefeito ou secretários de educação e segurança alimentar, como faz vossa excelência. Lutei junto com os pais e conseguimos que as duas situações fossem resolvidas. Por oportunismo, na época vossa excelência chegou ao ponto de me ligar querendo usar as duas situações pra bater no prefeito e eu não aceitei. Deus, você e eu somos testemunhas que estou dizendo a verdade e você não pode negar”, discursou.

Ele também falou sobre suas posições políticas. “Quanto a ter apoiado Castelo e hoje apoiar Edvaldo, não vejo problema nenhum. O que eu puder contribuir com o prefeito Edivaldo em favor de São Luís eu irei fazer. Não sou político de conchavos, mas de buscar resultado nas comunidades e quem pode gerar este resultado é a prefeitura, pois o governo que vossa excelência apóia nada faz por São Luís. Na verdade faz muito é atrapalhar, com obras mal feitas, como a Avenida Quatrocentenário, que só tem prejudicado a população”, acrescentou.

Fábio Câmara retrucou. “Além de Edivaldo vossa excelência apóia Weverton Rocha, que deixou o Costa Rodrigues na situação que hoje se encontra”, disse, em aparte. Batista Matos respondeu. “Sou amigo e aliado do Weverton sim. Agora quero lhe lembrar que Weverton iniciou a reforma do Costa no governo Jackson, que foi cassado faltando ainda dois anos pra encerrar. Já o seu governo, teve os dois anos subtraídos de Jackson e mais quatro da reeleição de Roseana. No total já são seis anos e o Costa está do mesmo jeito. Agora eu não escondo meus amigos. Eu os defendo com a verdade, diferente de vossa excelência que ontem defendia Ricardo Murad e hoje se cala, dizendo que não responde pelos atos dele”.

Sem argumento, Fábio disse que Batista Matos devia voltar a discussão para São Luís, pois ele é vereador e não deputado pra atacar o governo. Batista encerrou o embate dizendo que a comunidade base de Fábio, Madre Deus, estava sem água há quase um mês e o pemedebista não disse nada em defesa dos moradores do bairro. “Se eu fosse você, a exemplo do que faço em meu bairro, teria ido a Caema lutar para resolver a situação, mas acho que o amigo não fez nada, pois sua compreensão pequena é a de que vereador só deve atuar em relação a câmara e a prefeitura. Um equivoco seu, pois seja um vereador ou líder comunitário, ambos devem defender o seu bairro ou chão onde mora, seja na câmara, prefeitura, governo estadual , federal e até no Tribunal de Haia. Em qualquer instância defenderei São Luís”, finalizou.

Batista Matos destaca credibilidade das pesquisas Tv Guará-Exata-Fiema

batistamatos-saoluisO vereador Batista Matos (PPS) destacou esta semana a credibilidade das pesquisas realizadas pelo instituto Exata no Maranhão. Instituto que é maranhense, com histórico de acertos e que foi contratado para realizar séries de pesquisa para a TV Guará em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão – Fiema.

“A Exata vem acertando sistematicamente no Maranhão. As pesquisas deste ano estão sendo feitas em parceria com a Fiema, que é uma instituição respeitadíssima e que tem membros ligados aos dois candidatos [Flávio Dino e Edinho Lobão]. A Fiema não daria seu nome a um instituto sem credibilidade. A TV Guará e a Fiema contrataram a Exata porque tem credibilidade e tem acertado nos últimos anos”, afirmou o popular-socialista.

Matos lembrou o histórico de erros do Ibope. “O Ibope tem pouca credibilidade, pelo menos aqui no Maranhão, onde tem um histórico negativo. Os resultados do Ibope são discrepantes de todas as pesquisas”.

O vereador ainda questionou os motivos do Escutec, instituto que tradicionalmente faz as pesquisas do jornal O Estado do Maranhão, não divulgou nenhum levantamento. “É de se estranhar os motivos da Escutec não ter divulgado nenhuma pesquisa, uma vez que foi anunciado que seria, mas parece que os números não eram muito animadores para uma candidatura. Era bom que fizesse e divulgasse para uma comparação.

 

 

 

Batista Matos cala Fábio Câmara sobre financiamento de candidaturas

Batista Matos fala quem realmente financia campanhas no Maranhão com uso da máquina pública

Batista Matos fala quem realmente financia campanhas no Maranhão com uso da máquina pública

O vereador Batista Matos (PPS) deixou sem reação o oposicionista Fábio Câmara (PMDB) durante uma discussão sobre financiamento de candidaturas com a máquina pública.

Fábio Câmara em mais um discurso de ataque à prefeitura de São Luís, afirmava que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior estaria mais preocupado com o financiamento da candidatura do pai, Edivaldo Holanda, do que com a cidade.

O popular-socialista respondeu sobre de onde vem financiamento de fato a candidaturas de forma descarada. “O que todo o Maranhão observa de forma clara é o uso de secretarias de estado para candidaturas de secretários, de filhos e filhas de secretários. O senhor não sabe, vereador Fábio, de alguma filha de secretário sendo financiada?”.

Batista lembrou que tinha liberdade para falar, já que não apoiou Edivaldo nem faz parte da administração municipal. “Falo com tranquilidade, pois não votei no prefeito Edivaldo, não faço parte da administração, mas percebo que as verdades devem ser ditas”, pontuou.

O ex-aliado do secretário Ricardo Murad nada mais pode falar depois desta.

Batista Matos contesta chefe da Casa Civil e critica falta de parcerias

batistamatos-saoluisO vereador João Batista Matos (PPS) contestou nesta segunda-feira (18), em discurso na Câmara Municipal, a posição da Chefe da Casa Civil do Governo, Ana Graziella, sobre as obras do governo em São Luís, que segundo ela, mostram o compromisso da governadora Roseana Sarney (PMDB) com o município de São Luís. Batista Matos criticou a falta de coerência do governo com a capital, por firmar diversos convênios com vários municípios e não fazer o mesmo com São Luís.

Batista Matos listou diversos convênios do governo com municípios do interior e da grande São Luís e fez um desafio a chefe da casa Civil. “Ela disse que o governo tem várias parcerias com prefeituras administradas pela oposição. Gostaria que ela citasse uma parceria com São Luís, que é a capital do Estado, cidade com maior número de habitantes e sede do governo inclusive”.

Durante o discurso, o vereador foi irônico com o comentário da secretária de que o governo do Estado não vê bandeira. “De fato, não vê a bandeira de São Luís, capital do Estado que não tem um único convênio ou projeto que esteja sendo executado em parceria com a prefeitura ou tenha sido discutido pela câmara municipal”.

Para Batista Matos, duas provas de que a postura do governo é equivocada são as avenidas Ferreira Goulart e a Via Expressa. “A gente pode errar uma vez e aprender. Não é caso desta gestão. Nos primeiros mandatos de Roseana ela inaugurou a Av.. Ferreira Goulart sem discutir nada com o município. A obra segue até hoje quase que sem nenhum efeito para a mobilidade urbana da cidade. Hoje, é a via Expressa, quase 100% concluída e que também é uma avenida quase vazia, em que o projeto foi aprovado na Assembleia como se fosse uma MA, quando deveria passar pela câmara”, comentou. “Não se discute se o governo está fazendo algo ou não, mas sim a falta de consonância, de respeito a autonomia municipal. Ninguém sabe o que é mais importante para o município do que seus representantes legais, que são a população, os vereadores que lhes representam e o prefeito por ela eleito. O governo não sabe o que é isso, dá uma ideia na telha e começa a fazer sem discussão alguma”, acrescentou.

Dois pesos e duas medidas

Por fim, Batista Matos também comentou a declaração que a governadora Roseana Sarney deu certa vez de que o prefeito Edivaldo só quer dinheiro. “É complicado uma governadora se posicionar desta forma. São dois pesos e duas medidas claramente. Tem recursos pra todos, menos para São Luís, que na verdade ainda tem é que devolver R$ 2milhões todo mês ao governo. É obvio que tudo passa pelo fato do prefeito ainda ser da oposição ao governo. A prova é que em maio, por causa dos estragos das chuvas, o prefeito declarou estado de emergência, pediu audiência com a governadora e até hoje nunca foi atendido. Se São Luís fosse um paciente na UTI esperando pelo governo já teria sido declarado o óbito, porque o socorro do governo Roseana não teria chegado. Mas esta situação tem os dias contados e o povo de São Luís que decidiu por este grupo em 2010 está anotando tudo e dará a devida resposta em breve”, concluiu.

Batista Matos afirma que São Luís nunca teve parceria dos governos Roseana

Batista Matos diz que Câmara deve cobrar parcerias do próximo governador, porque de Roseana...

Batista Matos diz que Câmara deve cobrar parcerias do próximo governador, porque de Roseana…

O suplente de vereador Batista Matos (PPS) assumiu o mandato interinamente nesta segunda-feira (11) na Câmara Municipal de São Luís no lugar de Estevão Aragão (SD). Em seu primeiro discurso no retorno ao parlamento, Batista reforçou a falta de parceria institucional entre a prefeitura de São Luís e o governo do estado. O popular-socialista solicitou à Câmara que convide os candidatos ao governo discutam com o parlamento da capital as propostas de parceria institucional com o município, que nunca foram efetivadas em todos os mandatos da governadora Roseana Sarney (PMDB).

“Eu fui aliado do prefeito João Castelo e estive no governo Castelo. Percebi que todos os prefeitos da capital tiveram esse problema. Conceição Andrade, Jackson Lago, Tadeu Palácio, Castelo e agora Edivaldo. A parceria todos estes anos foi ínfima. Não digo que a governadora não fez nada em São Luís, mas precisamos de ações conjuntas. A cidade precisa de ações articuladas para os graves problemas”, afirmou.

Já que São Luís nunca teve parcerias com o governo Roseana Sarney (PMDB), o vereador do PPS afirmou solicitou a convocação dos dois principais candidatos ao governo do estado, Flávio Dino (PCdoB) e Edinho Lobão (PMDB) para que discutam com os vereadores as propostas para parceria com o município. “O Maranhão está vivendo um momento de eleição estadual. Temos seis candidatos e respeito todos. Mas a eleição está divida entre os dois candidatos que tem em suas coligações representantes aqui na Câmara. Deve partir de nós, vereadores, que conhecem os problemas, as propostas para os candidatos para o que for eleito assuma o compromisso de ajudar São Luís”.

Os vereadores aprovaram a ideia para que Edinho e Flávio sejam convidados a discutir no parlamento as parcerias institucionais que São Luís nunca teve.

Anderson Martins assume

Além de Batista Matos, assumiu o mandato de forma interina Anderson Martins (PRB) no lugar de Marquinhos (PRB). Conselheiro tutelar, Anderson se comprometeu em defender as bandeiras dos direitos das crianças e dos adolescentes. Estevão Aragão e Marquinhos pediram licença sem vencimentos da vereança.

Qual razão para Coroatá ter água todo dia e São Luís não?

Do Facebook do Suplente de vereador Batista Matos

batistaMeus amigos, infelizmente mais um fim de semana sem água. Não bastasse o dia sim dia não com ou sem água na torneira, o cidadão da capital maranhense tem de aturar o mês sim, mês não com paralisações entre um ou até três dias sem água por causa dos ‘reparos’ que o governo diz que precisa fazer no Sistema de Abastecimento.

Mas o que chama atenção, é que recentemente saiu na imprensa que os moradores da cidade de Coroatá devem em breve ter agua todos os dias em suas casas. Nada contra o povo deste município, na verdade fico feliz por eles, mas é inadmissível que o governo faça uso do expediente de dois pesos e duas medias. Qual razão para Coroatá ter água todo dia, mas o povo de São Luís e de outros municípios maranhenses terem que passar por esta carência vergonhosa da falta de água constante? Além da qualidade duvidosa!

Não quero acreditar que o privilégio de Coroatá seja ser administrada pela ex-deputada Teresa Murad (prefeita), esposa do deputado Ricardo Murad, secretário de Saúde do Estado, órgão que comanda a Caema. Os amigos acham que isso influência em alguma coisa?

Pedirei ao amigo e vereador Fábio Câmara, amigo do secretário Ricardo Murad, que faça uso de sua boa influencia junto ao secretário para que essa situação em São Luís mude de uma vez por todas. Porque parece que neste nosso chão somente a influência serve pra resolver alguma coisa.

Em tempo, sempre faço questão de ressaltar que os técnicos da Caema não são os responsáveis por esta realidade de São Luís. As decisões sobre o que é prioridade são superiores. Quem comanda a Caema de fato decidiu lá atrás colocar a “carroça a frente dos bois”. A saúde preventiva deveria vir a frente da curativa. Inverteram as coisas, construíram prédios e mais prédios pelo interior dizendo que serão hospitais pra fazer a saúde curativa, mas esquecem que investir pra que as pessoas tenham água todo dia e água de qualidade em suas casas é investir em SAÚDE PREVENTIVA. Ou seja, para as pessoas não ficarem doentes. Um investimento bem mais barato. Mas pelo visto, a incoerência e a influência em favor dos seus reina neste governo.

A defesa dos maranhenses de um modo geral quanto aos seus direitos, entre eles o direito à água em suas casas sempre foi compromisso nosso!